(Este livro não é recomendado para menores de 18 anos)

♥ Quase um Romance ♥
Ed: 01 - Suma de Romances
Sinopse:
Desde a perda dos pais e o fim de um relacionamento complicado, Rebecca tem levado uma vida solitária. No entanto, quando esbarra em Pizza – uma cachorrinha abandonada que parece precisar tanto de afeto quanto ela –, a jovem pressente que sua vida está prestes a mudar. Paul Stone é campeão de Moto GP, e pai de Lorena, uma menina encantadora que ele cria sozinho. Administrar a carreira e a família não é um trabalho fácil, ainda mais quando as mulheres em seu redor parecem interessadas apenas no piloto famoso, e não no homem real. Quando os dois se esbarram – com uma ajudinha de Pizza e Lorena –, Paul tem certeza de que encontrou o que vinha procurando há muito tempo. Já Rebecca não está assim tão disposta a abrir espaço em sua vida para uma nova relação, mas como resistir à amizade, aos sorrisos e aos olhares de Paul?

(Este livro não é recomendado para menores de 18 anos)
♥ Minha Melodia ♥
Ed: 01  - Suma de Letras
Sinopse:
Dereck chegou ao fundo do poço. Sem suportar a dor de perder um grande amor, ele se entrega ao sofrimento e mergulha no lado obscuro do rock; com sexo e drogas. Com a carreira em risco, o astro volta ao Brasil um ano depois do casamento de Maria Clara e Alexandre Ferraz, em uma última tentativa de retomar o sucesso e superar o passado. Ao chegar, Dereck reencontra a mulher que nunca esqueceu. A mulher que conheceu no momento mais difícil de sua vida e que conseguiu acalmar seu coração com um sorriso.
“Reconheci em sua voz o mesmo sofrimento que o meu, mas também vi em seu olhar a vontade de seguir em frente.” 
E não demora para que Dereck perceba que apenas ela poderá tirá-lo do abismo em que se encontra.

♥ Gigantes Adormecidos ♥
Ed: 01 - Suma de Letras
Sinopse:
Rose passeia de bicicleta pelo bosque perto de casa, quando de repente é engolida por uma cratera no chão. A cena intriga os bombeiros que chegam ao local para resgatá-la: uma menina de onze anos caída na palma de uma gigantesca mão de ferro. Dezessete anos depois, Rose é ph.D em física e a nova responsável por estudar o artefato que encontrou ainda criança. O objeto permanece um mistério, assim como os painéis que cercavam a câmara onde foi deixado. A datação por carbono desafia todas as convenções da ciência e da antropologia, e qualquer teoria razoável é rapidamente descartada. Quando outras partes do enorme corpo começam a surgir em diversos lugares do mundo, a dra. Rose Franklin reúne uma equipe para recuperá-las e montar o que parece ser um robô alienígena gigante quase tão antigo quanto a raça humana. Mas, uma vez montado o quebra-cabeças, ele se transformará em um instrumento para promover a paz ou causar destruição em massa? Parte ficção científica, parte thriller, Gigantes adormecidos é uma história viciante sobre a disputa pelo controle de um poder capaz de engolir todos nós.

A Mão Esquerda de Deus
Ed: 01 - Suma de Letras
Sinopse: 
Seu nome é Cale. 
Disseram a ele que poderia destruir o mundo. Talvez ele destrua... O Santuário dos Redentores é um lugar desolador. Um lugar onde a esperança e a alegria não são bem-vindas. A maior parte dos meninos que habitam o lugar foi levada para lá muito nova e contra a vontade. Eles padecem sob o regime opressor dos Lordes Redentores, cuja violência e crueldade têm como único propósito honrar a memória do Redentor Enforcado - e passam suas vidas prisioneiros dos corredores labirínticos e tortuosos do Santuário, um lugar com séculos de história e segredos, e que ninguém conhece por completo... No meio de um desses corredores há um menino. Talvez ele tenha 14 anos, talvez tenha 15: ninguém sabe ao certo. Lá dentro, é chamado de Thomas Cale. Seu verdadeiro nome, já esqueceu há muitos anos. Ele já esqueceu de tudo de sua antiga vida. Em breve, será a testemunha de um ato horrendo. E é neste momento que começará a sua extraordinária vida futura.
CONHEÇA O ANJO DA MORTE

O Amor Não Tem Leis - Ed: 01 - Suma de Letras
Alexandre Ferraz é um renomado advogado criminalista apaixonado pelo que faz. Além do sucesso inquestionável na carreira jurídica, também usufrui do impacto devastador que provoca nas mulheres a sua volta. E com a sua nova estagiária Maria Clara não seria diferente. Recém-chegada de uma temporada fora do país, quando acompanhou o então namorado e cantor pop Dereck Mayer em turnê pelo mundo, a estudante de Direito está determinada a cumprir as horas de estágio para finalmente ganhar o diploma, nem que para isso tenha de resistir aos hipnotizantes olhos azuis do dr. Ferraz. Assim como o seu chefe, a jovem leva uma vida descompromissada, curtindo o sexo oposto sem romantismo ou grandes demonstrações de afeto. O amor não tem leis traz a arrebatadora história de um homem e uma mulher que buscam, acima de tudo, o prazer, mas que quando colocados frente a frente terão de aprender a lidar com sentimentos até então desconhecidos para eles. O que esperar desses dois? O amor será capaz de transformá-los?
O amor não tem leis
(Este livro é recomendado para maiores de 18 anos)

"Se ela estava achando que poderia fazer de mim gato e sapato, 
ela não conhecia Alexandre Mendez Ferraz. 
E eu lhe mostraria com prazer os meus lados mais ocultos." 
pág. 60 



Ah! O Amor não tem Leis... 
Ah!! Dona Camila Moreira...
Porque fazes isso dona moça, com os frágeis corações de suas leitoras?

Bem... Vou largar de choradeira, o que acho difícil, pois assim que terminei esse livro esgotei meu estoque de lenços e tentarei falar um pouco dele com vocês sem fazer dramalhão. O que será difícil, já que para a minha total e completa perdição eterna e danação infernal literária tem uma continuação que já se encontra em pré-venda na #submarino (O Amor não tem Leis - O Julgamento Final) e já estou namorando, pois não sei se vou aguentar ficar nessa dúvida cruel. São só dois livros mesmo viu gente? Dei uma olhada na fan page da autora (aqui) e também perguntei a ela se era só esses dois mesmo e até respirei aliviada... não sobreviveria a mais espera de mais um volume... rsrs... (acho que exagerei no drama, não?)

Enfim, havia visto a capa do livro na página da Suma de Letras e achei interessante a premissa erótica, assim como o fato da autora ser brasileira e tudo o mais.... Daí fui dar aquela conferida básica e caí de amores. Não que eu seja muito fã de Direito ou do meio jurídico (é uma longa e traumática história familiar que é melhor nem perder tempo), mas é impossível eu não cair de amores por esses bofes 'devogatos' que nossas meninas brasileiras tem criado, não apenas para destruir os corações alheios, mas também para matar de tesão qualquer mulher com um pouco de sangue nas veias... rsrs... acho que uma árvore teria tesão neles... enfim...

Tudo começou quando fiz o beta do livro Aluga-me Teu Corpo da Adriana Vargas (resenha aqui) e logo depois recebi em parceria com a Editora Charme, Absoluto, da Martinha Fagundes (resenha aqui) que não é um romance erótico, mas o romance é tãããão lindo e fofo que não dá para não morrer de amores. Bem... eu não resisti... joguei minhas birras com o meio jurídico por água abaixo e caí matando nessas maravilhas do mundo. Dr. Theo, criado pela Adriana, não apenas é um tanto pervertido quanto é deliciosamente cafajeste, doido para ensinar uma lição para sua estagiária ninfomaníaca (uiiii). Já o belo e perfeito Sr. Absoluto, da Martinha, não cabe em si de tanta deliciosa e 'sedutiva' prepotência... Com um time desses, só faltava para mim um Lobo Mau... como meu aniversário é agora dia 20/09 e estava selecionando livros que me daria de presente (faço isso todo ano... rsrs) coloquei ele na lista e pedi à Freya que eu não me arrependesse, principalmente torci para que não tivesse algemas, espancamento e coisas do tipo... acho que ela ouviu minhas preces... pois o livro foi além do que eu esperava que fosse... e isso, acho que vocês já sabem né?

Bem... li o livro em um dia, peguei e não conseguia mais largar e quando terminou e meio que fiquei assim... NÃO ACREDITOOOOOOO.... *** Recadinho pra Camila: Gata... esse final ta subentendido, ein? Não aceito que essa coisa aí de 'não vai mais acordar' seja definitiva ***

Enfim... voltando ao foco (ou tentando).. Odeio homem bonito chorando e o livro já começou assim, fui dar aquela folheadinha cretina e não resisti, deu vontade de levar pra casa e o Dr. Ferraz... minha nossa... eu levava pra casa, dava banho, comida, colo, roupa lavada e cama fervente (porque quente pra esse moço é pouco.. delicia...

*Foco, Raíssa*Foco, Raíssa*Foco, Raíssa*

Alexandre Mendez Ferraz, esse é o nome da fera. Ele não é simplesmente lindo, mas é também tão irresistível quanto o pecado. Um belo moreno com terríveis olhos glaciais que sabe muito bem o efeito que sua beleza e seu charme são capazes de fazer na vida de uma mulher. Ninguém, nunca, dizia não ao famoso e renomado Dr. Ferraz, um dos maiores criminalistas do país. Nenhuma mulher o expulsava da sua cama... e todas elas lambiam seu chão para chegar em suas bol.... bem... ao menos era o que ele acreditava até Clara entrar na sua vida.

Ele não estava feliz com a ideia de ter uma moleca como sua estagiária e ignorou a sugestão do pai o quanto pode para não contratar a melhor amiga de sua irmãzinha. Nada tirava da sua cabeça de que a tal mocinha era uma fedelha cheirando a leite e cueiros sujos... Ele também estava enganado quanto a isso, ao menos até seus olhos recaírem sobre a perfeição em pessoa, a mulher mais linda e mais sexy que ele já vira em toda sua vida e... bem... ele já tinha visto e tido muitas em sua cama para saber que nunca vira nada igual ou tão estonteante que Maria Clara.

No passado Maria Clara, perdeu alguém muito especial e ela se culpa até hoje pela morte dele. Em sua vida não há lugar para compromisso ou relacionamentos... não há lugar para o amor... apenas há espaço para sexo casual e culpa. Ao chegar nos escritórios da família Ferraz ela espera encontra um velhaco e sabe que sua vida seria virada de cabeça para baixo quando bate os olhos na perfeita visão que é Alê Ferraz. Se não bastasse o cretino está disposto a brincar com fogo.

Uma noite de sexo avassalador e eles estão perdidamente necessitados de contato físico. Na manhã de segunda, após ter dito a Clara, que não a tocaria mais... Dr. Ferraz leva seu primeiro fora... Ela não sabia que não podia haver envolvimento entre eles, que era contra as regras da empresa, mas resistir a tentação em pessoa seria difícil. E se entregar para o desejo que os consumia era questão de tempo...

Quando enfim, o relacionamento dos dois entra num acordo, Alê praticamente se vê um outro homem. Não consegue nem ao menos aceitar que seu irmão converse com sua menina... sim... SUA... Só SUA... e quem estava ferrado naquele momento era ele... 

Enquanto você é 'encharcado' por páginas e mais páginas de sexo quente. Camila Moreira te carrega de um zilhão de outras informações, intercalando os pontos de vista de Ferraz e de Clara...  sem falar nas ex- namoradas mal comidas, ex-namorados com covinhas sexys surgem no fundo da caixinha de Pandora, perseguições, sabotagens, homofobia e duas questões muito importantes que te deixará intrigado até o final do livro... 'Quem está perseguindo Alexandre?', mas o mais importe... 'Qual o trauma que afasta Clara de seu grande e visceral amor?

Nesse primeiro volume seremos apresentados ao drama de Maria Clara e ao seu intenso relacionamento com Alexandre, porém ainda teremos de esperar o próximo volume para saber quem atentou contra a vida de Clara e Diego. Alexandre terá de descobrir sozinho o que afasta sua menina dele e escolher se deve ou não mantê-la ao seu lado... quando a vida de todos eles correm perigo!

Acho que minha, nada breve, resenha deixou bem claro tudo o que achei do livro e um pouco do que passa. Fiquei impressionada por conseguir não dar spoiler... sempre dou quando fico empolgada com um livro... lembram de Amante Sombrio? rsrs...

Enfim... se você gosta de um bom romance erótico, cheio dramas e tramas.... é uma boa cair matando na leitura de O Amor não Tem Leis. Vocês sabem, o quanto sou exigente com os livros... então preparem os lencinhos... pois esse final vai te fazer chorar oceanos e te deixar louca para o lançamento do ultimo volume dessa duologia.

***

Este livro é uma publicação brasileira, não há uma publicação portuguesa para o volume.

♥ O Pistoleiro ♥ Reedição da Editora Ponto de Leitura
"O Pistoleiro" apresenta ao leitor o fascinante personagem de Roland Deschain, último descendente do clã de Gilead, e derradeiro representante de uma linhagem de implacáveis pistoleiros desaparecida desde que o Mundo Médio onde viviam "seguiu adiante". Para evitar a completa destruição desse mundo já vazio e moribundo, Roland precisa alcançar a Torre Negra, eixo do qual depende todo o tempo e todo o espaço, e verdadeira obsessão para Roland, seu Cálice Sagrado, sua única razão de viver. O pistoleiro acredita que um misterioso personagem, a quem se refere como o homem de preto, conhece e pode revelar segredos capazes de ajudá- lo em sua busca pela Torre Negra, e por isso o persegue sem descanso. Pelo caminho, encontra pessoas que pertencem a seu ka-tet - ou seja, cujo destino está irremediavelmente ligado ao seu. Entre eles estão Alice, uma mulher que Roland encontra na desolada cidade de Tull, e Jake Chambers, um menino que foi transportado para o mundo de Roland depois de morrer em circunstâncias trágicas na Nova York de 1977. Mas o pistoleiro não conseguirá chegar sozinho ao fim da jornada que lhe foi predestinada. Na verdade, sua aventura se estenderá para outros mundos muito além do Mundo Médio, levando-o a realidades que ele jamais sonhara existir.

Antes de começar as falar sobre este livro, sobre seu enredo ou sobre King, vou alertá-los de que as coisas podem ser confusas, um tanto complicadas ao entendimento, mas extremamente recompensador. Por acaso não é a vida dessa mesma forma? Reflita, pois se você pegar este livro para ler terá esta mesma sensação.

Segundo o próprio Stephen King, logo no prefácio do livro, A Torre Negra não é uma série e sim um único livro que foi dividido em sete partes. Ele simplesmente se sentou e começou a escrever... escrever e escrever... dez páginas viraram cem. Cem viraram mil... mil viraram duas mil e foi indo. Então se você está lendo o livro, pulou o prefácio (muitas pessoas fazem isso), e está achando o livro confuso, realmente espero que você tenha os outros seis volumes, pois se quer entrar e entender o enredo precisará ler os demais. Se você não leu e está aqui buscando uma orientação, sugiro que tenha todos os volumes para que as coisas não se compliquem.

Os livros da série são:
  1. O Pistoleiro;
  2. A Escolha dos Três;
  3. As Terras Devastadas;
  4. Mago e Vidro;
  5. Lobos de Calla;
  6. Canção de Susannah;
  7. A Torre Negra.

Eu peguei o livro para ler na curiosidade, sem pesquisar. Simplesmente não havia lido nada do King em toda a minha vida e tinha curiosidade para conhecer seu trabalho, então foquei nessa série pois sempre gostei dessa coisa 'velho oeste' e com aquela e boa e velha pitada de fantasia, deduzi que cairia muito bem.

Dizem as más línguas, que o resultado de todo o sucesso de King é devido ao seu suposto pacto com o Diabo, o que me leva a crer que se todos os gênios da humanidade tiverem um pacto com o demônio, o inferno deve ser bem mais interessante, mais divertido e mais culto que o céu. Enfim... sem divagações religiosas, me vi atada a trama de forma viciosa, visceral, faminta...

Por diversas vezes me peguei completamente perdida, mas de alguma forma eu me encontrava totalmente possuída pelos demônios de King. Sempre ávida por mais, sedenta para unir todos os pontos da trama e ver qual tipo de magia o 'ka' me reservava. Obviamente, para ter todos os pontos atados e sãos em meu saber, precisarei ler os outros seis volumes e não tardarei a lê-los, pois me encontro arrebatada por King. Na carta aos leitores, também no inicio do livro, ele afirma que queria algo novo, diferente da velha escolha Tolkien com seus elfos e anões, e ele conseguiu.

Não sou do tipo que gosta de livros pós apocalípticos, mas esse simplesmente me fisgou pelo fato da grande diversidade de informação em um único exemplar. O livro conta com duzentas e poucas páginas, mas cada vez que sua leitura prossegue a história vai crescendo, vai aumentando vertiginosamente e o que poderia ser uma leitura breve se torna algo enorme e cheio de informação que te levará ao próximo volume sedento por mais. (céus! Acho que estou muito inspirada e provavelmente esta resenha, ao meu ver, seja a melhor resenha de todo o ano!...kkk)

Não me recordo ao certo qual é o filme, porém me recordo de que em um do filmes de MIB - Homens de Preto, o três, mas não tenho certeza, houve uma suposta alusão de que o universo era infindo e que haviam vários universos dentro de outros universos e que a Terra nada mais era que um pequeno mundo dentro do armário de mundo dos alienígenas. Pois então, nas últimas páginas de O Pistoleiro, tudo o que era confuso na trama se vê revelado aos leitores em uma teoria de que nosso universo seja apenas poeira dentro de um imenso universo, onde todos os outros universos eram unidos pelo poder que há na Torre Negra, onde um homem, ou talvez um Deus, ou um Demônio o governasse.

A Terra que nós conhecemos, fora consumida pelo conhecimento tecnológico e científico a muitos séculos atrás. Seco, podre, morto pela nossa sede de entender o universo e encontrar respostas para tudo que há nele. Com nossa mente curta, cegos pelo conhecimento, nós destruímos o nosso mundo... e é nesse mundo devastado pelo caos que seremos apresentados a Roland, o último pistoleiro.

O mundo em que Roland nasceu era árido, bruto, porém ainda havia esperança e alegria, mas agora, como um adulto, seu mundo era de verão eterno e desertos infindos. Ele quer chegar até a Torre Negra, ele quer respostas sobre a sua existência e a daquele mundo. Ele quer tomar o lugar para si, porém ele é único de seu clã, o último pistoleiro, um homem amargurado, sedento por algo poderoso e desconhecido. Um solitário em busca de uma utopia.

Seu objetivo neste primeiro volume é capturar o Homem de Preto, ou Walter-das-Sombras, e sua cruzada atrás desse poderoso feiticeiro e levará a cidades, encontrará demônios, amigos e morte. Enquanto segue o homem de preto, ele tem flashs de um passado que ele busca esquecer, mas que está sempre ali, assombrando-o. E por diversas vezes você, leitor, se pega perdido no enredo, mas quando enfim, ele se encontra com o homem de preto, tudo fica claro, porém novos enigmas são jogados em seu colo. Uma longa noite de prosa com feiticeiro lhe rouba dez anos de juventude e este é apenas o fim do começo...

Tudo que é posto no caminho de Roland é uma provação, um teste, um sortilégio criado pelo homem  de preto para que ele desista de buscar a Torre Negra, porém Roland é mais forte, é frio e mesmo tendo laços de afinidade com as pessoas que encontra no caminho é capaz de matá-los para não perder o foco de sua auto-imposta missão. É tudo um sortilégio e ele não pode se deixar envolver neles...

O oráculo lhe disse que ele teria as respostas que procurava, porém apenas com a ajuda dos 'três' (quem seriam esses três ficou pendente neste volume) ele conseguiria tomar a Torre... mas esta busca, será desbravada nos próximos volumes dessa série.

Não vou me alongar mais, espero ter deixado claro como o enredo será. Eu realmente gostei muito e já puxei o segundo volume para ser uma das minhas próximas leituras, pois quero saber onde essa peregrinação de Roland vai terminar, que tipos de desafios ainda ele ainda terá de enfrentar e se no fim ele conseguirá o que tanto almeja.

Se eu recomendo? Obviamente que  sim, porém não garanto que você vá gostar...

Nem todos conseguem compreender o poder exercido pelo 'ka'.

book cover of 

The Gunslinger

♥ O Livro Perdido das Bruxas de Salém ♥ - Suma de Letras
Para Connie Goodwin, 1991 prometia ser um ano dedicado exclusivamente aos estudos para sua dissertação de mestrado em Harvard. Mas sua mãe, Grace, uma mulher tão esotérica e serena quanto Connie é lógica, prática e dinâmica, tinha planos distintos. A casa da mãe de Grace no interior do condado de Essex estava em ruínas e precisava ser reformada e vendida. Ao pedir à filha para tomar as rédeas deste problema, mal sabia ela que estaria alterando de forma profunda o curso da vida de Connie. Ou será que, sim, sabia? No condado de Essex, fica a cidade de Salem, palco dos julgamentos de 1692, quando mais de 150 pessoas foram presas e acusadas de bruxaria e mais de 20 condenadas à forca. O episódio é um dos mais infames da História dos Estados Unidos, um triste exemplo de histeria coletiva de proporções medievais, disseminada por um grupo de meninas pré-adolescentes e abraçada por uma comunidade em busca de vingança. "Todos os acusados eram pessoas que estavam fora de compasso com a cultura em que viviam", diz a escritora Katherine Howe. O Livro Perdido das Bruxas de Salem, o primeiro romance da autora, integra os fatos históricos a uma narrativa ficcional de tom feminista. Ao se estabelecer na casa da avó, Connie começa a mergulhar no passado da região e mais especificamente no de Deliverance Dane, uma mulher cujo nome estava num pedaço de papel guardado junto de uma chave na casa. Uma mulher que se dedicava a curar pessoas doentes receitando remédios e poções. Por isso mesmo, como tantas contemporâneas suas, malvista por parte de sua comunidade. "No período anterior à Revolução Científica, a conexão entre fé, saúde e ciência era bem escorregadia", diz Katherine, que tem mestrado em História Americana e da região da Nova Inglaterra.
   O Livro Perdido Das Bruxas De Salem

Inicialmente tive um certo problema para pegar no tranco com a leitura desse livro, acho que o peguei em um momento pouco propício. Estava com minha alergia no ápice e praticamente dopada pelos antialérgicos, então demorei um pouco a engrenar nessa leitura cheia de detalhes e minúcias que necessitam de toda a atenção do mundo.

Gostei do livro mais pela aula de história e pela identificação com a personalidade da mocinha do que pelo fato do livro ser aquela coisa maravilhosa.  A riqueza de detalhes por muitas das vezes é cansativa, mas vocês se pega fazendo um milhão de perguntas do tipo: O que vai acontecer mais adiante? Será que Connie vai achar o livro? Quem está querendo assustá-la? Porque seu orientador de pós-graduação está tão interessado nessa pesquisa?

A história fica sempre nesses suspense investigativo do passado. Quem foi Deliverance Dane? Ela realmente era uma bruxa? Tudo indicava que sim. Por mais racional que o enredo do livro vai caminhando, Connie vai descobrindo a magia em sua pessoa com pequenos feitiços murmurados. Nada que ela realmente vá levar muito a sério, mas que vai ser crucial para o desenrolar da trama.

Connie passou a infância aturando as maluquices da mãe hippie e quando cresceu escolheu por trilhar uma vida regrada e racional. Nada de auras, OM e coisas misticas. Apaixonada pela história de seu país ela se esforça muito para ser a melhor no que faz, não é qualquer um que consegue uma bolsa em Harvard e ela faria qualquer coisa para mantê-la.

Ela conseguiu a aprovação dos professores de Harvard e agora precisa encontrar algo interessante e consistente para sua próxima tese. Com uma ligação da mãe ela se vê diante da casa deteriorada de sua falecida avó e de uma misteriosa Deliverance.

Enquanto ela investiga a vida dessa misteriosa bruxa em busca de seu livro de receitas perdido para escrever sua tese, Connie, vai passando por bons e mal bocados. Mas acima de tudo, ela vai entender que toda lenda tem um quê de verdade e que o amor também pode bater a porta de uma mente brilhante e solitária.

O enredo caminha sempre nessa investigação histórica, em visitas a museus, igrejas e etc. Enquanto ela tenta lidar com a casa da vó que está caindo aos pedaços e investigar o passado, ela conhece Sam, um rapaz simpático que nutre pelo trabalho uma paixão tão grande quanto a de Connie pela história. Mas nada poderá deixá-la mais pasma que descobrir que aquela história que a fascina tanto está ligada a ela pelo sangue... Deliverance, a bruxa, era sua ancestral. E ter de lidar com o poder que há nela e no livro colocará a todos em risco, principalmente quando todos os envolvidos são céticos.

No desenvolver da história a autora te leva ao século passado com interlúdios históricos relacionados às mulheres que ela está investigando no futuro, o que faz o leitor estar sempre um passo antes de Connie nas investigações. Achei essas partes muito bem organizadas, pois você é levado do nada para outro século, sem se perder do enredo principal o que é muito difícil de encontrar nos livros com estrutura parecida.

Em suma, gostei muito do livro. Indico para aqueles que gostam de livros detalhados, com pouco romance, mas com muita, mas muita aula de história. Com certeza será um livro que lerei novamente na posteridade.

P.S: Achei a capa brasileira mais bonita que a americana... 

book cover of 

The Physick Book of Deliverance Dane