OS SOFRIMENTOS DO JOVEM WERTHER
Ed: - Editora Martin Claret

COMPRE: Amazon

Sinopse:
Os sofrimentos do Jovem Werther é definido como um marco na literatura alemã e mundial. Escrito em 1774, foi uma das obras que mais influenciaram os jovens do período. Marcada por uma narração densa, lírica e essencialmente psicológica, a personagem atormentada de Werther tornou-se um modelo de herói pré-romântico. A obra narra a paixão devastadora de Werther pela bela Lotte, com tom confessional e intimista, por meio de cartas, a história é comovente.



"Estou naquele estado no qual deviam encontrar-se  
aqueles infelizes os quais se acreditava que 
estavam sendo perseguidos por um espírito mau."
pág. 109



INTENSO!


Por meio do romance Os Sofrimentos do Jovem Werther, Goethe tornou-se famoso em toda a Europa no ano de 1774. Ele foi também um dos líderes do movimento literário romântico alemão Sturm und Drang.

Sabendo desses detalhes, temos uma ideia do peso que esse livro pequenino traz dentro de si.

Como cheguei a comentar anteriormente, estou na busca de diversificar minha leitura incluindo grandes clássicos ao meu cotidiano. Goethe, foi um dos autores escolhidos para essa diversificação. Como fã do autor Luiz Felipe Pondé, não me furtei a pegar logo um livro que o autor comenta muito e cá estou eu falando dessa belezinha aqui.

Ao contrário do que se acredita a leitura de Os Sofrimentos do Jovem Werther foi relativamente fácil. Tudo isso se deve a qualidade da tradução, no entanto a densidade de tudo que nos é apresentado, faz com que o leiamos com certa moderação, pois vale a pena ponderar sobre as várias questões filosóficas levantadas pelo jovem Werther.

O livro é composto por cartas de Werther ao seu amigo Wilhem, não temos as correspondências do amigo, apenas as de Werther, e em determinado momento um narrador oculto vem complementar momentos que o rapaz deixa de escrever.

A história começa quando Werther decide buscar outras paragens, ao que tudo indica, após um romance proibido ele vê a necessidade de sair do seio da família e encontrar em outro local algo que possa alimentá-lo e alentá-lo sobre os anseios que ainda tem pela vida. Como um jovem com certas condições financeiras, ele questiona muito sua posição social, principalmente questiona os comportamentos sociais da sua classe e isso por diversas vezes o faz levantar importantes pontos que valem ser analisados por nós de forma atemporal, pois muito do que ele critica e analisa, ainda faz parte do nosso cotidiano. Ele é um jovem intenso e apaixonado, com opiniões fervorosas sobre a natureza humana e a sociedade em si daquela época. 

Nessa viagem ele conhece Lotte, uma jovem encantadora e decide permanecer no vilarejo em que ela reside. Lotte é uma jovem doce, dedicada a família e também tem opiniões intensas sobre vários pontos da vida. Ao que parece é fácil para qualquer um apaixonar-se por ela e Werther não fica imune a presença da jovem.

No entanto, Lotte é noiva de um rapaz cuja moral é inquestionável e por quem Werther nutri certa simpatia e amizade. Obviamente o ideal de companheiro para Lotte, segundo Werther é alguém como ele, livre e que consequentemente a deixaria ser livre também, mas a vida nem sempre é como desejamos e tudo desanda com a conclusão do matrimônio.
"Queima ainda em meus lábios o fogo sagrado que correu dos seus."
pág. 126

Entre arroubos apaixonados e momentos depressivos vamos acompanhando a triste cina de Wherther e muitas de suas reflexões sobre a vida e a existência. Como comentei, não é uma leitura difícil, mas a densidade de tudo que nos é apresentado precisa ser digerido lentamente.

Há um estudo interessante ao final dessa edição, não me aprofundei no assunto, pois esse livro estava há muito tempo passeando comigo dentro da mochila, mas vou olhar com atenção e fazer uma postagem sobre ele e sobre o movimento literário romântico alemão Sturm und Drang, ao qual nunca ouvi falar (falha minha) para agregar mais a minha curiosidade e a de vocês também.

Sem mais delongas, pois já 'falei' demais, fica aqui a minha dica de leitura para aqueles que desejam diversificar a leitura como eu, e para aqueles que gostam de ler livros cujo decorrer do enredo nos leva a meditar sobre o que está sendo lido.


Deixe um comentário