(Este livro não é recomendado para menores de 18 anos)
Um Amor Conquistado 
Ed: 01 - Pedrazul
COMPRE - AQUI
Sinopse:
Ainda criança, Sophia foi levada para a Inglaterra para fugir da perseguição e do terror impostos pela Revolução Francesa. Com medo de ser descoberta, nunca revelou sua origem nobre, mas manteve viva a esperança de reencontrar sua família. Após o falecimento da madrinha, Sophia se vê obrigada a buscar trabalho para sobreviver e, por isso, se candidata à vaga de preceptora de Louise, a sobrinha órfã do conde de Buckington, um nobre conhecido pela sua frieza e arrogância. Em uma brincadeira do acaso, ela se vê diante da possibilidade de voltar à França sob a proteção do nobre inglês e de descobrir o que aconteceu com seus pais. Mesmo avisada sobre os riscos, ela decide seguir em frente, ainda que isso signifique fingir ser a noiva do conde de gelo. Edward é um homem frio e arrogante, disposto a qualquer coisa para se vingar do francês que destruiu seu irmão, até mesmo embarcar para a França em companhia de uma desconhecida, apresentando-a como sua noiva. Ele conhece os riscos da empreitada, só não está preparado para os sentimentos contraditórios que invadem seu coração.


"Ela descobrira o poder dos beijos de lorde Buckington,
assim como descobrira o quanto seu coração e seu corpo eram suscetíveis a ele.
A razão lhe dizia que precisava manter distância daquele homem diabólico e sedutor,
mas seu corpo a empurrava palmo a palmo para o fundo do abismo da paixão."
pág. 91 e 92 


"Ele a tomou nos braços com desespero, com urgência,
com a voracidade de um homem sedento que, vagando pelo deserto,
encontra uma fonte de água límpida. Por um momento ela tentou afasta-lo,
mas sem nenhuma intenção de fazê-lo, acabou se rendendo."
 pág. 115


LINDO, LINDO, LINDO!


Mês passado eu trouxe aqui para vocês o anuncio de algumas novidades que a Pedrazul Editora tem preparadas para o primeiro semestre de 2017 (aqui) e uma das novidades foi anuncio da publicação da trilogia Amores, da autora brasileira Silvia Spadoni que trás para nós amantes de romances de época três histórias independentes de amor.

Recebi Um Amor Conquistado no final de abril, mas acabei postergando um pouco devido aos problemas que já expliquei a vocês em outra postagem. Por estar com uma leitura travada há duas semanas de um outro romance de época, decidi deixar o outro que estava atrasando a minha vida para depois e comecei a folhear essa cortesia que recebi. Para a minha grata surpresa o livro foi me prendendo ao ponto de lê-lo em apenas algumas horas. 

O livro começa com a fuga desesperada de Marguerite, madrinha de Sophia, fugindo de Paris com a pequena garotinha no ápice da revolução em direção a Inglaterra. Muitos anos se passam e Sophia agora é uma bela dama, uma jovem muito bem educada, mas sem fundos para se manter após a morte da madrinha que a criou com tanto amor e carinho.

Apesar de ainda ser jovem, Sophia é uma jovem madura e muito independente que não tem vergonha de ser francesa, mas sabe que esconder sua verdadeira origem nobre, ligada a realeza francesa, é algo primordial para se manter viva, mesmo tendo passado tantos e tantos anos desde que os nobres eram guilhotinados na França.

Precisando de um emprego ela decide se candidatar a vaga de preceptora da jovem sobrinha do conde de Buckington, mesmo conhecendo a dificuldade que as contratadas anteriormente tiveram de passar. Mas o momento de sua visita para tentar se candidatar a vaga a leva para sequência de acidentes que a mandam para casa sem nenhuma esperança de conseguir o cargo.

Buckighton é um homem marcado por uma tragédia familiar que envolveu seu irmão e sua cunhada. Algo que o tornou um homem frio e preconceituoso em relação aos franceses. Ao ler as referências e notar a falta de experiência de Sophia em lidar com Louise, além do sangue francês, logo a descarta sem nem ao menos considerá-la como uma candidata. Entretanto, encontrar uma preceptora que seja capaz de lidar com o espirito vivaz de sua sobrinha, sem torná-la uma tola e insipida rosa inglesa, também estava sendo complicado.

Sem muitas alternativas, ele decide contratá-la para uma experiência e logo vê o encanto da menina pela jovem que ele faz questão de desprezar a todo o momento. Mas os encantos de Sophia se tornam cada vez mais interessantes a ele, quando em uma noite, após receber um casal amigo, ele descobre um pouco de sua trajetória até a Inglaterra, assim como sua vontade de buscar notícias de sua misteriosa família perdida.

É nesse jantar que os planos de vingança de Buckington, já traçados, mas perto de serem fracassados, são colocados a prova e Sophia é perguntada se gostaria de participar dessa missão de espionagem fazendo-se passar por noiva do agente que iria a França espionar Bonaparte. Com a oportunidade de saber mais sobre seus pais, ela não hesita em aceitar a proposta, desde que seu suposto noivo fosse capaz de ajuda-la também a encontrar seus pais. 

O que Sophia não esperava, era que o homem com quem ela teria de viajar era Edward, o conde de Buckington, muito menos que viver ao lado dele nas semanas seguintes fosse ser uma luta constante entre a razão e o coração, e que se entregar a ele, seria tão fácil quanto amá-lo... mas seria ele capaz de amá-la verdadeiramente sendo ela uma francesa? Seria ele capaz de amá-la além de sua sede de vingança?

Buckington e Sophia, são como gato e rato. Por mais que eles tentem desprezar um ao outro, é notável a atração que sentem. Eles lutam e negam a atração crescente entre eles a maior parte do tempo. Não conseguem entender como duas pessoas tão opostas podem se sentir tão ligadas uma a outra daquela forma intensa e louca. 

Ambos tem uma personalidade forte, sem se tornarem cansativos e isso foi um ponto positivíssimo em relação a escrita da autora que é muito direta e envolvente. O livro não é muito extenso, tem por volta de 191 páginas de trama - a autora consegue ir direto ao ponto sem se tornar massante, nos envolvendo completamente nas emoções que irão se desenrolando durante a leitura, nos fazendo torcer e sofrer junto com as protagonistas. 

Os diálogos entre eles é sempre recheado de ironia. Sophia é uma mulher que sabe o que quer. Ela sabe colocar Buckington no lugar dele, assim como sabe o momento certo de reconhecer que ele tem razão. É muito experiente e madura para sua idade, e quando o conde começa a se abrir a presença dela e começa a conhecê-la mais, vamos notando página a página; assim como ele, pouco a pouco que ela seria a única mulher capaz de derreter o coração gelado que há dentro de si.

Acompanhar esse desenrolar e simplesmente delicioso. É encantador ver a intensidade com que eles se envolvem, é divertido vê-los interagindo também. Há pitadas de tensão, um quê de aventura, além de uma intensa história de amor envolta em segredos do passado de cada um, mas para conhecer essas duas preciosidades literárias e saber os motivos de vingança do conde, assim como o destino da família de Sophia... você terá de ler o livro. 

Então se gosta de um bom romance que aquecerá seu coração e te fará suspirar a cada nova descoberta do casal... essa é a sua leitura!


PS.: Há no livro o prólogo do segundo volume da série e já quero desesperadamente conhecer  a história - leia a sinopse abaixo e veja por que quero tanto conhecer esse outro casal também - Vocês sabem, vocês me conhecem, quanto mais fora dos padrões os casais são nos romances de época, mais loucamente apaixonada por eles eu me torno... rs... espero poder lê-lo em breve, se não fizer... ele já está na lista de desejos. 




:: TRILOGIA AMORES ::

Um Amor Inesperado {2/3}
Lançamento de 15 à 20 de Maio
Pré-Venda - AQUI
Sinopse
Na antiga Inglaterra, Amélia embarca em um plano mirabolante com o único objetivo de se livrar do seu terrível tutor: casar-se com um total desconhecido e, ainda por cima, prisioneiro da Coroa Britânica à espera da execução. O plano parece dar certo. Ela se considera viúva e já não sente mais a presença obscura de seu guardião. Mas o mundo de Amélia vira de ponta-cabeça quando lorde Cunnington, o herdeiro até então ignorado do conde de Hartford, assume as propriedades e é recebido como herói na sociedade local. Tudo estaria bem, não fosse o fato de ele ser o prisioneiro que ela havia se casado no submundo daquela fétida prisão. Amélia, agora, precisa enfrentar a vingança do homem cujo nome ela comprou e os novos sentimentos que a simples presença daqueles olhos negros desperta nela.
~*~

Um Amor Apaixonado {3/3}
Lançamento previsto de 15 à 20 de Junho
Pré-Venda - Em Breve
Sinopse:
Prudence não é prudente. Ao contrário do que seu nome indica, ela anseia por aventura. Dona de um espírito livre e apaixonado, ela é a menos tradicional filha de um duque inglês. Desde menina sentia uma vontade imensurável de conhecer os mistérios do Oriente e sua amizade com o príncipe Bahman Al Kaled, iniciada ainda na infância de forma inusitada, a fez desenvolver verdadeira obsessão pela Arábia. Quando surge a oportunidade perfeita para realizar seu sonho de viajar até lá, vê-se obrigada a ficar sob a tutela e proteção de um príncipe arrogante, insuportável e irresistível!
Ao contrário do irmão mais velho, o príncipe Táriq odeia o povo inglês, mas o destino coloca sob sua responsabilidade justamente uma nobre inglesa, que acredita ser a síntese da mulher fútil e manipuladora que ele tanto despreza. Mas seu país precisa de uma aliança política e cabe a ele evitar que a ousada filha do duque de Barrington seja sequestrada em sua viagem a caminho do palácio Madinat al-Zahr. Tudo teria se resolvido em poucos dias se uma terrível tempestade de areia não tivesse atravessado o caminho deles. Após dias e noites sozinhos no deserto, a reputação de Lady Sinclair fica irremediavelmente comprometida e ele terá de encarar seu pior pesadelo: um casamento, pelo bem de seu país e pela honra da jovem.
Será que de um casamento forçado pode nascer um amor apaixonado?

17 Comentários

  1. Olá! Fiquei muito curiosa por esse livro, como boa amante de romances! Que legal a personagem tentar esconder sua origem nobre. Adoro quando os amantes ficam nessa briga de cão e gato, é instigante para a leitura! Se tem ironia, o diálogo fica ainda mais interessante e fiquei realmente fascinada pelo livro! Vou ler essa trilogia com certeza!
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá linda,

    Fiquei até sem fôlego aqui haha
    Adorei esse casal "gato e rato", porque mostra pessoas bem diferentes que terão que ceder suas raízes e pensamentos preconceituosos para viverem esse amor.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu vi esse livro sendo divulgado em diversos blogs que eu acompanho e achei um tanto quanto curiosa as histórias. Essa é a primeira resenha que leio do livro e gostei do que li. Espero poder ter a chance de ler em breve
    Até mas ver

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Não conhecia a série, e mesmo os romances de época não sendo meu forte, gosto de livros sem embromação, também achei interessante a mocinha ser uma nobre e esteja escondendo o fato, parece ser um livro bem empolgante para as fãs.

    ResponderExcluir
  5. Linda, linda a capa de cara dá pra ver que é um romance. Parece ser um casal divertido de se acompanhar e é um livro bem curtinho então dá para ler bem rápido.
    memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da resenha, mas, mesmo tendo uma protagonista forte e ser um romance de éoica, que são pontos que me interessam imensamente, não me senti tão interessada pelo livro :( Mas quem sabe um dia, né???
    Abraços :)

    http://ultimasfolhasdooutono.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não conheço o trabalho da autora, pela sua resenha parece ser um livro fantástico. Adoro romances de época e esse parece ser uma delícia de ler. Bjs :*

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Ainda não conhecia a autora, mas achei a capa maravilhosa e fiquei mega curiosa principalmente por ela. Achei sua resenha fascinante e fiquei muito contente que você tenha curtido. Quero saber como é esse desenrolar que trouxe tanta satisfação pra você.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. olá. Parecer uma história e tanto, gostei muito, e ando na vibe de livros de época, então tudo indica que esse entrará para minha lista. Obrigada pela indicação.

    ResponderExcluir
  11. Espionar Napolẽao :o , temos uma protagonista bem corajosa hein!! Esse lance de casais negando oq sentem, se bem escrito, tornam a leitura divertida! Obg pela dica

    ResponderExcluir
  12. Oi, Raíssa!
    Olha, eu não costumo ler histórias desse gênero, mas esse eu gostei bastante. Principalmente pela mocinha não ser bobinha, mas bem corajosa, hein. Mesmo não conhecendo a autora, fiquei com vontade de conferir essa obra <3

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Não conhecia o livro, mas não faz meu gosto, até porque esse gênero não é dos meus favoritos, mas espero que a editora publique toda a série!

    ResponderExcluir
  14. Oiii!!!

    É tão lindo quando um livro mexe tanto com a gente, né?
    Eu não conhecia a obra e fiquei animada para ler.
    Espero que a continuação seja tão fofa quanto esse.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Que resenha encantadora, pelo visto esse livro te marcou, confesso que não conhecia nem autora e muito menos o livro. Por isso vou procurar para ler em breve, gostei da pegada história, bem intensa e envolvente.

    ResponderExcluir
  16. Olá Raíssa!!!
    Também amo romances de época e sim normalmente fico numa crise após lê-los que nada me prende depois, então às vezes acabo evitando.
    Amei ver a resenha sobre esse primeiro livro da duologia e achei as capas maravilhosas de cada um *-*
    Sinceramente nasci no século errado rsrsrs

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Adoro romances de época! Essa resenha me deixou muito interessada em ler o primeiro livro, como vi que é uma trilogia e as sinopses são fantásticas! Já quero todos!

    ResponderExcluir