Bom dia queridos!

Fazia tempo que eu não trazia para vocês umas receitinhas legais, não é? Mas estava um pouco sem inspiração e esperando para procurar algumas coisas relacionadas com a literatura para não ficar enchendo vocês de receitas inúteis e nada a ver. A receita de hoje consiste nas famosas Lembas Élficas das obras de Tolkien.

As folhas de couve são meramente decorativas, então se você não come couve, indico não colocá-las ok? Nada de desperdício... decore apenas a travessa em que será servida com a folha crua mesmo, pois após o evento ou encontro que você fizer com os amigos você ainda poderá reaproveitar a folha para outra coisa. Cozinha consciente e sustentável sempre!

Bora aprender fazer a guloseima que colocou um sorriso nos lábios do Legolas... rsrs

Ingredientes 

3 ovos 
1 xícara de chá de mel 
Raspas de 1 Laranja 
1 Xícara de Chá de Amendoas 
4 Colheres de Sopa de manteiga s/ Sal 
6 Xícaras de Chá Farinha de Trigo (+ algumas gramas para dar o ponto) 
1 Colher de Sopa de Fermento em Pó 
Folhas de Couve 

Instruções 

1. Comece misturando os ingredientes os ovos, a manteiga derretida, mel e as rapas de 1 laranja, misture bem. 

2. Adicione as 6 xícaras de chá de Farinha de trigo aos poucos e misture, adiciona as amêndoas em lascas e o fermento em pó e misture bem. 

3. Assim que termina de adicionar as 6 xícaras de farinha, jogue a massa em uma bancada enfarinhada e vá adicionando mais farinha e sovando até a massa desgrudar da mão. 

4. Abra a massa com um rolo e corte retângulos, faça um vinco na diagonal com um palito de churrasco, coloque em uma forma untada e enfarinha e leve para assar em forno pré aquecido á 180 ºC por 20 minutos ou até dourar o fundo do biscoito. 

5. Enquanto estiver assando, lave as folhas de couve e em uma panela com água quente coloque as folhas de couve uma a uma e afunde com uma colher para amolecer um pouco. Retire da água assim que estiver flexível, seque e reserve para embrulhar. 

Observações 
1) – SUBSTITUIÇÕES: 
Troque as amêndoas por nozes ou amendoim picado, e a manteiga por margarina sem sal.

Deixe um comentário