A série In The Dark, vai trazer coisas do mundo obscuro (não brinca sério?), pois é, é isso e não é ao mesmo tempo. É uma coluna que vou tentar apresentar um pouco das coisas que curto. Já deixei bem claro que curto heavy metal e pessoas desse meio tem uma forma de se vestir, de se entrosar muito diferente. É uma moda diferente, um estilo diferente, resumindo... uma forma de ver o mundo de forma diferente.

Já tive dois blogs que tratavam dessa temática, mas infelizmente pela falta de tempo tive de me desfazer dele e de outros que tinha e hoje mantenho apenas dois deles. 
A coluna In The Dark, é um espaço para falar de moda, música, estilos e o sobrenatural, tentarei mantê-la semanalmente com assuntos diversos desde colunas criadas por mim ou texto de amigos ou simpatizantes que tenham uma certa coerência.

O primeiro tema que irei tratar é sobre a Wicca, uma crença pagã européia que muito me atrai e faz parte de muitas coisas na minha vida, onde levo alguns ensinamentos e o respeito pela natureza, representada pela Grande Mãe.

Ao contrário do que as pessoas pensam sobre a Wicca a doutrina é voltada para a união divina de nós, homens com a mãe terra e muito respeito é devotado a ela. Como toda doutrina pagã ou cristã, temos aqueles que praticam o mau, mas em sua essência a Wicca é uma forma de fortalecimento espiritual e físico.

Quem leu livros como as Brumas de Avalon ou muitos dos romances que estão espalhados pelo mundo que tratam da temática do Rei Arthur já deve ter se deparado com muitos dos termos ligados a Wicca.

Para os wiccanos existe apenas a  Grande Mãe e o Deus Cornífero. Esse casal divino representa todos os demais deuses das diversas mitologias adotadas pelos wiccanos. Como algumas tradições wiccanas seguem uma infinidade de Deusas e Deuses, a crença pagã é que todas essas deusas e todos esses deuses são aspectos diferentes da Grande Deusa e do Grande Deus. Daí o ditado da Wicca que diz que "Todas as deusas são uma Deusa e todos os deuses são um Deus. A Deusa Mãe é a geratriz de Todo o Universo e de tudo o que ele contém, daí a frase: Tudo vem da Deusa e tudo para ela retorna. Embora pareça que a Deusa Mãe seja mais importante que o Deus Cornífero não há hierarquia entre eles, sendo eles complementares para os wiccanos.

Muitas pessoas atribuem a Wicca com Satanismo, porém os wiccanos não creem em Satã. Além dos deuses já sitados, os wiccanos também adoram a lua, pois suas fases representam as muitas faces da Deusa, sendo a cheia a lua completa da divindade.

As mudanças de estações também são comemoradas por rituais mantidos da antiguidade, Beltanes, que comemora o fim da primavera e o inicio do verão (é um ritual de fertilidade), Samhains, dia dos mortos e muitos outros. Conheça mais festividades AQUI.

Em uma outra coluna que estou criando será voltada ao exoterismo, então, postarei alguns rituais simples. E aqui mesmo nessa mesma coluna, também explicarei um pouco mais sobre os já sitados rituais wiccanos e os explicarei, outros deuses mitológicos do paganismo também serão vistos por aqui.

Vale lembrar também que não sou praticante na Wicca, nem iniciada, sou uma apreciadora de seus ritos e uma ávida estudiosa nos assuntos. Não pretendo, e nem quero, me envolver com qualquer religião que seja.

Próxima postagem vou falar um pouco de moda por aqui para quebrar um pouco o clima místico que está pairando no ar... rsrs.

Espero que estejam gostando das novidades do blog. Até o próximo assunto da coluna In The Dark. Se quiser encaminhar alguma sugestão me mande um e-mail: livros.romanticos09@gmail.com

Deixe um comentário