book cover of 

If He's Wicked 

 (Wherlocke, book 1)

by

Hannah Howell

Vou começar essa resenha de forma diferente. Enquanto estou lendo A Vidente vou resenhando. Então prepare-se para uma grande resenha! Não que ela vá ser lá essas coisas, mas pela quantidade de coisas que direi. Decidi fazer dessa forma para que entendam o enredo, pois de todas as resenhas que já li sobre o livro nenhuma falou muito bem dele e a prévia que estou tendo do enredo me mostra exatamente o oposto de tudo que li por ai na web.

Primeiramente é bom que saibam que essa que vos fala é uma fã alucinada da autora Hannah Howell, de todos os livros publicados pela Nova Cultural só me faltam cinco para completar a coleção de livros dela. Então já deu para imaginar como me senti quando a Nova Cultural parou de imprimir os pockets, péssima, mas quando a editora Lua de Papel (selo da nossa parceira) nos brindou com a família Wherlocke fiquei extasiada e corri para comprar todos os exemplares já lançados por eles, mesmo estando um pouco desanimada após tudo que já li sobre eles. Então, não espere uma resenha imparcial para essa série.

Hoje, 26/02, estou pouca coisa após o meio do livro e só não devorei o livro inteiro no final de semana por conta das letra muito miúdas escolhidas pela editora, talvez essa seja a minha única reclamação quanto ao livro, pois cansa muito e por mais que o enredo esteja maravilhoso eu tenho de dar uma paradinha para descansar meus olhos já judiados por anos de leituras madrugada a fora.

A série Wherlocke consta com cinco livros, sendo os quatro primeiros publicados tanto no Brasil quanto no exterior. São eles respectivamente A Vidente, A Sensitiva, A Intuitiva e O Escolhido. O quinto livro If He's Tempted está com edição programada para 2013 e eu estou aqui cruzando os dedos para que chegue logo no Brasil.

Toda a trama começa com uma visão tida por Chloe sobre a morte da própria irmã.

Após sua irmã dar a luz a um bebê morto Chloe observa escondida as revelações de sua visão se cumprirem. Ao salvar o filho de lorde Kenwood, Chloe e seu guardião, Leopold, se veem lançados numa pérfida trama de assassinatos, traições e ganância. 

Após mais uma de suas visões Chloe salva a vida de Julian, que ferido é levado para a casa de Leopold. Os Wherlocke estão decididos a contar toda a verdade e apresentar o filho de Julian a ele, assim como provas da traição de sua esposa e seu tio.

Acredito que tenha sido esse o motivo das pessoas acharem o enredo repetitivo. Eu realmente não acho que seja, ao contrário, quanto mais eles se aprofundam no caso mais complicado fica. É de ferver o cérebro a trama, apesar de todos os métodos usados pelas personagens de investigação serem muito lógicos acho que a trama foi bem desenvolvida, assim como o romance.

Julian e Chloe tem uma química gostosa, quem conhece a série Clã dos Murray de Hannah Howell sabe como é o estilo de romance da autora. Quem não conhece, um dos dons da autora é saber amarrar vários estilos literários em um só romance, mas só lendo para entender o que eu digo.

- É de ferver o sangue, mas você é tão abominavelmente inocente. - ele murmurou enquanto a puxava pela mão e a arrastava para fora do quarto. pág. 59 (Primeiro beijo)

Estou na parte em que eles ficam noivos, escondidos, claro, pois Julian ainda é casado. O primeiro beijo é simplesmente fofo e a primeira noite de amor voraz. A trama está agora ainda mais enrolada, pois Julian descobriu que não pode pedir o divórcio sem que Anthony, seu filho, se torne um ilegítimo, justamente agora que eles conseguiram legitimar o menino. Chloe já teve uma visão em que a esposa de Julian, Beatrice, seria morta enforcada, mas ele ignorou esse fato. Ele quer casar com Chloe e pelo visto terá de ser logo, pois segundo Leopold... Os Wherlocke são como coelhos!


Havia um poço profundo de paixão em Chloe Werlocke, e ele pretendia mergulhar até o fundo. pág 103 (Primeira noite de amor)

Hoje (01/03), faltam apenas cinco capítulos para terminar o livro e talvez eu o termine ainda hoje. Muita coisa já aconteceu na trama e de certa forma alguns nós já estão começando a se desatar. Mas algo me diz que tudo será resolvido nas ultimas páginas do livro. Obviamente Chloe está gravida de Julian (esse tipo de fato é normal nos romances de banca, quando a mocinha perde a virgindade com o mocinho. E como Hannah Howell é a rainha do romance de banca, esse fato da trama não seria diferente).

Após apresentarem Anthony para a sociedade inglesa, Chloe, Julian e Leo são atacados por seus inimigos e decidem ir para a propriedade no campo de Julian. Lá Chloe tem duas visões e uma delas é a morte da ex esposa de seu amado, Beatrice. Agora Julian quer casar com ela o mais rápido possível... pois os Wherlocke são como coelhos... como coelhos. (rsrs... os dois, Julian e Chloe estão incomodados com esse fato...rsrs)

Para evitar que eu acabasse fazendo um spoiler do livro decidi forçar a barra e terminar logo de ler (malditas letras miúdas).

O ponto forte do livro é a trama, não o romance, mas Hannah Howell conseguiu fazer tudo parecer terrivelmente normal e fofo. O livro é simplesmente MARAVILHOSO!

Temos um vilão terrivelmente mal, quiçá LOUCO, uma mocinha forte e uma mocinho capaz de qualquer coisa para mudar a situação de sua família e de seu povo. Para quem curte tramas amarradas vai adorar esse histórico. Realmente um ótimo livro com trama e personagens muito bem estruturados!
- Abro meus olhos e lá estava você, e então meu dia pode começar. Um sorriso seu e tudo começa ainda melhor. pág. 201 
Agora só me falta ler os outros três Wherlocke que aguardam na minha estante, mas antes vou descansar meus olhinhos pois eles merecem!

Espero que tenham gostado!


A Vidente
♥ A Vidente ♥


Século XVIII, na Inglaterra georgiana. 

Como todas as gerações de sua família, Chloe Wherlocke possui habilidades especiais, e o seu dom é enxergar além da visão física. Em 1785 ela prevê a morte de uma mulher que acabara de dar à luz e toda uma trama para atender a motivos escusos. Ao encontrar uma criança abandonada ao lado do corpo da mãe, ela salva o bebê e o cria escondido do mundo. Fazia isso por amor, mas talvez houvesse neste gesto alguma força do destino... Com o passar dos anos, Chloe descobre que o encontro com a criança não havia sido uma simples coincidência e nota, pouco a pouco, um desenrolar de acontecimentos que envolviam todos os membros de sua família, num jogo de traições, mentiras e assassinatos. Consciente de tudo, ela precisa ser rápida para salvar a vida do pai do menino, o conde Julian Kenwood, e avisá-lo que o filho não morreu. Mas, ao se aproximar da família Kenwood, Chloe percebe seu sentimento de proteção por Julian se transformar enquanto a cada momento tudo fica mais perigoso.

4 Comentários

  1. Gostei da forma que escreveu a resenha ficou interessante e bem instrutiva.
    Preferi A Sensitiva, achei muito mais interessante.
    Para ser sincera achei Chloe chata, ela não me atraí nenhum pouco.

    Beijos..
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, não vi nada de chata na Chloe, na verdade ela é um tanto normal e sem graça. Como só li A Vidente só posso opinar sobre ele , os demais terão de esperar minhas vistas se recuperarem para serem lidos... rsrs... Como disse vou adorar tds eles mesmo, então...

      Beijos

      Excluir
  2. Vou começar a ler esse livro agora, mas já deu pra sacar que vou gostar muito - li a resenha -. Nunca fui muito de me aprofundar em nenhuma autora, com exceção da Nora Roberts que apesar dos romances monótonos e todos com o mesmo enredo: recusa, aproveita, briga e volta, me chama muito a atenção. Mas depois que comecei a ler esse blog resolve investir mais. Na verdade sempre quis ler esses livros, mas me faltou a oportunidade - que acabo de recuperar - hehe. Já fico ansiosa por ler O Escolhido, mesmo antes de ele chegar ao Brasil. Odeio quando não completo uma coleção. É tão irritante. Huheu. Assim que terminar de ler A Vidente volto aqui para dizer se realmente gostei! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Escolhido já tem editado no Brasil tem mais um após ele que será editado ainda. Tbm estou aguardando, pois sou fanática no trabalho dessa autora, os livros dela nunca são iguais. Fico feliz em saber que o blog tem a ajudado a mudar os hábitos de leitura! Vou aguardar sua opinião posteriormente sobre A Vidente!

      Obrigada pela Visita!

      Beijocas

      Excluir