(Os Melhores de 2009 - Revisado)
Este livro ficou quase um ano nas minhas caixas e por uma exigência feita pela Sirlene, que me enviou ele de presente e confesso que me arrependi por tê-lo deixado tanto tempo esquecido.

O livro é MARAVILHOSO!

Chorei bicas com esse livro... Muito bem escrito, uma trama deliciosa, uma mocinha forte e decidida. Um romance completo, na minha opinião.

O pai de Jane não quer que ela assuma os negócios da família e logo decide casa-la com algum lorde necessitado de dinheiro em Londres para que ela ficasse muito longe do estaleiro Fitzsimmons e longe de encrencas.

Após ser pega nos braços do cunhado pelo pai, Jane logo se vê a caminho de Londres onde deveria conhecer cinco lordes falidos e escolher um para se casar. Se ela não o fizesse seu pai escolheria o que bem lhe aprouvesse.

Cheio de exigências seu pai a coloca frente a frente com Phillip Wessinghton, um lorde extremamente belo e completamente leviano e dissoluto, mas após conhecer cada um dos candidatos ele decide-se pelo menos ruim... Phillip.

Após um encontro as escuras Jane pensa que um casamento com um homem como ele seria maravilhoso no quesito “cama”, mas ela não poderia estar mais enganada.

Após uma lua de mel desastrosa ela o pega na cama com a amante e quase o mata com um tiro... Agora Jane está de partida, com o coração partido para a propriedade Rosewood, onde Phillip esconde a filha ilegitima...

Tudo o que Phillip não queria era uma esposa muito menos uma plebéia, mas sua situação financeira precária o leva a porta da casa de Jane. Após aceitar seu pedido, Phillip a negligencia até o dia do casamento e o pior, a negligencia na lua de mel também. Agora arrependido do modo como ele a havia tratado ele a vê partir... Sentindo-se o pior dos homens por ter humilhado a mulher que o tirara da penúria ele a deixa partir, mas a insistente voz que grita em sua mente para não se entregar as emoções o faz pensar em Jane dia e noite.

Após um encontro desastroso com os parentes de Jane, ele fica indignado com a forma como a família a trata e sente uma profunda vontade de proteger a nova esposa daquele povo mesquinho, mas o pai de Jane tem um ataque de apoplexia e ele precisava lhe dar o recado e principalmente ele precisava ver Jane...

Os negócios em Rosewood melhoravam dia após dia sob a administração competente de Jane que logo conquistou a todas as pessoas que viviam nas redondezas e na própria mansão. E tudo que ela menos esperava era ver Phillip a sua frente irado gritando com tudo e todos. Tudo aquilo por ela estar ao lado dos amigos em um simples piquenique...

Sentindo-se preterido por todos em sua própria casa Phillip decide estudar uma papelada que ele encontra sobre a mesa bagunçada da biblioteca... Anotações de Jane... Após uma noite de conversa civilizada Phillip tenta de todas as formas leva-la para a cama, mas Jane está irredutível... Não o quer depois do que ele fizera a ela... só que agora Phillip não tem mais uma amante e a única que ele quer é a esposa que desde o inicio ele não dera atenção.

Na viagem até a cidade de Jane eles vivem noites felizes nos braços um do outro e aos poucos Phillip vai entendendo a importância de Jane na sua vida e a descobre essencia vital em sua vida e em seu coração... Mas muitas coisas ainda precisam ser mudar... Ele precisa conquistar a confiança da filha e provar seu amor por Jane... E para isso ele teria de largar a antiga vida... seria ele capaz de esquecer as recordações do passado para viver um grande e verdadeiro amor no presente? Seria ele realmente capaz de voltar a confiar em uma mulher e a amá-la como ela merecia?



Apenas uma Mulher - Ed. 118
Bests//er Nova 
Cultural 

 Inglaterra, 1812. 

 Coração seduzido 

 Jane Fitzsimmons nunca lamentou ter nascido mulher... até que o estaleiro da família, que ela administrava, foi cruelmente arrebatado de suas mãos pelo pai insensível. Para resgatar seu sonho, Jane teria de se casar. Somente então, com a permissão do marido poderia reassumir a direção da empresa. O problema era que o único pretendente que fazia seu coração palpitar era um homem sem escrúpulos...

O irresistível Phillip Wessinghton procurava o dote de uma esposa, sem precisar se casar. Embora fosse cínico e desconfiado, ele não podia negar o desejo que Jane lhe despertava, nem a conveniência de um casamento arranjado. Mas um homem que sofrera por amor não se emendava com facilidade, nem mesmo sob a influencia de uma mulher carinhosa e desejável. A menos que ele estivesse disposto a esquecer o passado e seguir a voz do coração....

Deixe um comentário