O Amor... É Cego? - Ed: 295
Clássicos Históricos Especial
Nova Cultural

Inglaterra, 1720

Amor Perigoso

Adrian Montfort, o conde de Mowbray, sabia que bela e estabanada lady Clarissa Crambray pordia ser perigosa. Ela era, na verdade, um desafio. Mas era exatamente o desafio de que ele precisava...

Clarissa sempre desejou encontrar um noivo, mas sua madrasta queria mais ainda que a enteada encontrasse alguém disposto a e casar com ela. Clarissa concordava que os óculos escondiam a beleza de seu rosto, mas se ela seguisse o conselho da madrasta e não os usasse, como iria enxergar? Já causara confusão suficiente para merecer um apelido infame nos circulos sociais, em função de deficiencia visual. Todos os posíveis pretendentes pareciam sair correndo... Até que de rente apareceu um cavalheiro disposto a dançar com ela. Um homem elegante, atraente, misterioso... E Clarissa se vê a tropeçar... no amor!

PALAVRA DE VICIADA:

Nossa como me arrependo de ter deixado esse livro um ano enfiado no fundo da caixa dos livros para ler! Confesso que ele ficou por lá por conta de algumas opiniões que li anteriormente em outros blogs, mas ainda bem que mudei de idéia. Estava precisando encontrar uma leitura mais gostosinha para acabar com a minha raiva do livro anterior A AGUIA E O ANJO que confeso tirou até o meu tesão para terminar as poucas paginas que ainda sobra do outro que estava lendo junto com ele (O MORRO DOS VENTOS UIVANTES... que tá bão pra caramba!).

Bem, mas vou me ater a Lynsay Sands, um autora sensacional, adoro o humor dela e foi amor a primeira perfeição tenho praticamente tudo o que a Nova Cultural já editou.

Numa visão geral não é seu melhor romance, mas é uma delicia de ser lido. Adrian tem uma cicatriz no rosto que ganhou na guerra e vive amargurado por isso. Como unico herdeiro de Mowbray ele precisa de uma esposa. Clarissa é uma bela jovem e por incrivel que pareça não é tão estabanada quanto parece, sua madrasta não a deixa usar os óculos e por conta da miopia só afasta os poucos interessados que aceitam corteja-las.

Em resumo, ele é um mocinho que mesmo amargurado pelo passado não fica remoendo ou afastando as pessoas por causa disso. E Clarissa a tipica mocinha que é boa, generosa, inteligente e tudo na dose certa, mesmo sendo 'perfeita' não é daqueles tipos maçantes que te irritam do inicio ao fim...

Vou logo ao que rola, pois nem tudo se passa ao redor dos dois e seus conflitos, mas também lida com temas exteriores como traições, magoas, revelações e vinganças...

O QUE ROLA:

Marcado pelo passado e pelas atitudes mesquinhas da sociedade, Adrian se vê jogado novamente na toca dos lobos e fica de pronto encantado com a bela e reclusa dama sentada a alguns passos dele. Mesmo sabendo que era desajeitada e que ninguém a chama para dançar por conta de sua semi-cegueira e dos desastres que parecem acompanhá-la a todos os cantos. Decidido a se aproximar, mal poderia imaginar que com aquela atitude ele perderia o coração para sempre...
Clarisa foi proibida de usar os óculos e com isso também foi proibido de fazer várias coisas em publico que a pudesem meter em encrenca. Mas quando o belo Adrian se aproxima ela não é capaz de manter a principal proibição: dançar... tudo com Adrian era diferente, ele era gentil, sincero e extremamente belo, mesmo marcado pela cicatriz ele era o homem mais perfeito e mesmo sendo proibida a se encontrar ou se aproximar dele decide encorajá-lo a cortejá-la. Só que para conseguirem se encontrar e manter o relacionamentoi escondido eles precisam de ajuda e após um acidente em que são pegos saindo pela janela de seu quarto por conta de um incendio é quase impossivel manter aquele amor escondido.
Adrian está decidido a descobrir quem está tentando matar sua amada e nem poderia desconfiar que era algo relacionado ao antigo escandalo que afastou Clarissa da sociedade dez anos antes... Sem falar de outro dilema que tem: dar ou não um par de óculos a sua esposa!!!

3 Comentários

  1. Eu também adorei esse livro... é fofo e engraçado... muito gostosinho de se ler...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  2. Lynsay Sands é minha autora preferida, os livros são ótimos e esse foi o primeiro que li dela, recomendo dela também A esposa perfeita, a mocinha é gordinha um máximo o livro.

    Seu blog é ótimo!

    ResponderExcluir
  3. NOSSA ESTOU LENDO AGORA E ESTOU AMANDO parei de ler para carregar o celular , e aproveito pra deixar para ler antes de dormir , mas algo e certo eu não vou dormir enquanto não acabar de ler esse livro amei muito me identifiquei pois a mocinha não e perfeita como tantas outras o mocinho não e perfeito tem essa imperfeiçao que fez o leitor se encantar com eles ,nossa estou amando muito esse livro , bjs e ate

    ResponderExcluir