ED. 1517
Julia Históricos
Nova Cultural


Londres, 1814

A descoberta do amor

Lucas Chandler, o conde de Lyons, vive como um ermitão na mansão de Grosvenor Square desde a morte da esposa. No entanto, ele precisa da ajuda de alguém para criar sua filhinha Annie. Embora acredite que ela não seja sua filha de fato. E Elinor Browning parece ser a candidata perfeita... A alegria de viver e o bom humor de Elinor são apenas os primeiros golpes na muralha que Lucas ergueu em torno de si. A súbita aparição de fantasmas que habitam a mansão é outro. Logo ele percebe que o isolamento em que vive está afetando não só Annie como ele também. E com tantos espectros palpiteiros a sua volta, não demora muito até que Lucas compreenda que Elinor talvez seja, afinal, tudo o que ele sempre sonhou...

PALAVRA DE VICIADA:

Esse foi um dos livros que a Sirlene me enviou e foi uma enorme surpresa e só tenho a agradecer a minha querida amiga pelo presentão, pois esse livro é MARAVILHOSO! Chorei, ri.
O homem, do primeiro capitulo, muda tão drasticamente que você se apaixona por aquele homem amargurado no ultimo capitulo.

O QUE ROLA:

Um homem traído e amargurado... Uma criança bastarda... Uma viúva determinada a tornar aquele homem frio e distante em um pai perfeito!

Lucas é um homem amargurado e dominado pela alta piedade... ele tem certeza que a pequena Annie, com seus cachinhos dourados e seus doce olhos azuis, não é sua filha. Por isso não dá a atenção que a pequena necessita. E a sugestão de seu primo, Simon, para que ele contratasse uma preletora para a menina não é de todo má.
E a bela viúva Browning logo assume o posto. Idealista Elinor logo se vê em um dilema... Annie precisa de amor e seu pai é tão frio quanto um iceberg...
Mas Lucas recebe visitas inesperadas no meio do noite... de fantasmas... que he mostram onde ele está errando. Segundo o fantasma de seu pai ele deveria mudar de atitude ou viveria como a alma de seu pai, presa aquele mundo, vagando solitário para a eternidade. Mas nada é capaz de derreter aquele gelo que envolve seu coração. Apenas, talvez, a prepotente preletora que não mede palavra quando o assunto é Annabele. Tocado pelo amor que Elinor dedica a menina e as noites em que dividiram saques na cozinha deixaram sua alma mais leve e completamente apaixonado pela bela viúva...
Elinor não pode deixar a pequena Annie infeliz na noite de natal e para isso não existiria presente melhor do que o amor do pai. Mas como enfiar na cabeça dura do conde que a menina não é culpada pelas transgressões da mãe? Que a esposa do conde não foi induzida a traí-lo, que ela foi de livre e espontânea vontade para a cama de Swindor.
Mas agora um duelo fora marcado e Lucas usou o pretexto de Swindor ter olhado para Annie e a tê-la ofendido para marcar tal sandice...
Lucas agora está acamado entre a vida e a morte e uma ultima visita noturna de dois fantasmas o farão lutar pela vida e pelo amor que tem tento pela filha quanto por Elinor...

Muito Bom! eu achei meio viajante os fantasmas do natal terem visitado ele, mas ele muda tanto depois que vê tanta coisa que havia fechado se cegado no passado que quando ele abre os olhos ele consegue tudo que mais almejou. Uma mulher apaixonada e uma família perfeita.
Vocês vão amar o filhinho dela. Ele tem só quatro aninhos, mas fala cada coisinha fofa!!!

RECOMENDADISSIMO!!!





Deixe um comentário