ED. 1465
Julia Históricos
Nova Cultural


2º livro da série dos Irmãos Burnett

Texas, 1874

Tanner Burnett vivia recluso, isolado de tudo e de todos, até o dia em que salvou a vida de Elizabeth Anderson, durante um assalto na estrada. Ao assumir os cuidados para com a linda convalescente, Tanner se viu despreparado para as emoções intensas que ela lhe despertava. Com sua personalidade doce e gentil, Beth iluminava os dias de Tanner e fortalecia seu coração combalido. Recuperada dos ferimentos, Beth aceitou a oferta de Tanner para acompanhá-la a Fort Worth, embora já não se sentisse tão entusiasmada com a idéia de conhecer o homem a quem fora prometida. E a situação se complicaria ainda mais quando Beth e Tanner descobrissem quem estava por trás daquele noivado arranjado, e quem era o homem predestinado a casar-se com Beth...

PALAVRA DE VICIADA:

Uma coisa que me chamou atenção nessa serie é que os dois irmãos mais velhos morrem de ciúmes do irmão mais novo que é super simpático e é o mais lindo dos três... no primeiro livro o Travis morria de ciúmes dele com a Rose, pois eles ficaram amigos e riam a valer juntos. E nesse... não poderia ser diferente só que o Tanner e o Tucker caíram na pancadaria dentro do celeiro por causa da Beth, mas vou ao que importa...

O QUE ROLA:

Tanner está desaparecido a dez anos e pretendia ficar anônimo até que em um dos assaltos em que ele participaria acidentalmente ele desvia o tiro do cocheiro e a bala acaba acertando a bela ruiva que vinha com ele na diligencia. Sentindo-se culpado pelo ataque que a moça sofreu ele a leva para a cidade vizinha a Fort Worth e como a clinica medica está de quarentena ele tem de pagar um quarto de hotel e mesmo que ele não quisesse se prender a mulher alguma ele é obrigado a dizer que Beth é sua esposa... e enquanto ele cuida da bela jovem uma forte atração surge entre eles. Uma atração proibida, pois ela está noiva e ele não era um fora da lei sem eira nem beira.
Beth não tinha nada mais em sua vida nem mesmo sua honra e o pouco que tinha ela usara para ir até Fort Worth se casar com um homem que ela vinha se correspondendo por carta, mas se ver cuidada e paparicada por Tanner faz com que ela fique perdidamente apaixonada por ele e o pior estava por vir... ao chegarem em Fort Worth ele acabam dando com a família Burnett, a família de seu noivo que consequentemente era irmão do homem com quem iria se casar... Tanner era irmão de Tucker seu noivo e levar aquele noivado depois da noite que passou nos braços de Tanner seria difícil, mas necessário... bem, pelo menos até que Tanner a abandone e fuja da família... e aquilo ela não poderia permitir muito menos se ver ludibriada por uma mãe casamenteira que a fez abandonar o pouco que tinha por um casamento que no poderia acontecer... Para Beth estava tudo acabado... A menos que Tanner lhe jurasse amor o que demoraria muito para acontecer, talvez nem acontecesse...

Deixe um comentário