ED: 1526
Julia – Históricos
Nova Cultural


Londres, 1821

Escândalo... ou casamento?

Leah Jamison sabia que um dia se casaria, mas sempre imaginara que seria por amor, e não por causa de um plano arquitetado por seu pai. No entanto, a indignação logo se dissolve em desejo quando ela experimenta as caricias sensuais e os beijos ousados daquele que se tornara seu marido. Richard Wexton e um homem, habituado a dar ordens, e em vez de resistir, tudo o que Leah consegue fazer e ansiar por mais...

Richard Wexton, e um homem honrado, e fica furioso com a idéia de ser chantageado para se casar! No entanto, ele não tem outra escolha, a não ser concordar com aquele esquema pérfido. Mas então, fica conhecendo sua noiva... e ai ver a jovem de beleza incomparável, ele se vê incapaz de esconder seus sentimentos e o ardente desejo que ela lhe desperta...



PALAVRA DE VICIADA

Como vocês já sabem eu não curto muito o estilo regência. Por essa razão raramente leio esse estilo. Já li muitos deste estilo, mas enjoei, pois sempre e a mesma coisa... a mocinha pura com o mocinho libertino ou a mocinha(o) pobre com o mocinho(a) riquíssimo e com títulos e mais títulos de nobreza. Prefiro os medievais ate a época renascentista (Tudor, etc...),

Mas esse livro foi uma surpresa.

Primeiro por que e um presente da minha amiga Sirlene.(so assim para aparecer regenciais na minha pilha, pois raramente leio as resenhas dos que apresentam séc XIX no topo da capa)


Segundo por que eu amei... (são poucos os que eu gosto, na minha caixa devem ter mais medievais que regenciais)

Mas chega de papo...


O QUE ROLA

Com apenas uma noite de bebedeira o irmão mais novo de Richard o enfiou na maior enrascada de toda sua vida. Fora chantageado, ele um duque, e logo teria de se casar com a filha de uma comerciante. Se a vida de uma criança não estivesse em perigo com aquela chantagem deixaria seu irmão apodrecer nas masmorras de Newgate... Mas a subta aparição de sua noiva em sua casa, a declaração de que ela não queria se casar, pois amava outro, a possibilidade de seu futuro sogro desmascara-lo para a sociedade e o subto ciúmes de que sentiu ao sabe-la com outro homem. Ele se casaria com ela, pois não tinha outra opção, mas isso não ficaria assim, faria aquela bela jovem sofrer por estar ao lado do pai naquela sórdida trama...
Mas não era o que ele descobriu após o casamento, Leah, de nada sabia sobre os planos sórdidos do pai e ele começa a se ver cada dia mais envolvido com a aquela doce mulher e mesmo renegando o amor que crescia em si e o amor que ela lhe declarava. Ele se vê as voltas com seus segredos, seu passado sombrio e com seu casamento que esta desmoronando...
Ele terá de escolher então entre a mulher que ama mais que qualquer outra coisa e a filha de sua traição.
Seria Leah capaz de ama-lo depois de todo o sofrimento que a fizera passar? Seria ela capaz de aceita-lo mesmo conhecendo seu passado sombrio e cheio de traições? Seria ele capaz de aceitar seu amor por ela e dar inicio a uma nova vida enterrando assim aquilo que o torturava e o aprisionava ao passado?



CAPA ORIGINAL:

3 Comentários

  1. EU QUEEEEEEEERO CONTRATAR O NATHAN KAMP!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    RSRSRRRSRSRSRRSRSRSRSRRSRSRS
    BEIJOS, MARCIA

    ResponderExcluir
  2. MARCIA
    Não sei porque me assustei com seu comentario..rsrrs...vc é viciada nesse cara...kkkkkkkk...mas De Salvo pra mim é eterno...esse ai fica no chinelo...kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Raissa, o de Salvo está com umas poses muito estranhas (repara a quebradinha de pulso q ele gosta de fazer... acho q ele é gay rssrssrssrsssss) Mas qd quer ser homem com H, ele é quase como o Nathan rssrsrssss
    beijossssssssssssssss

    ResponderExcluir