(Este livro não é recomendado para menores de 18 anos)
♥ O Acordo ♥
Ed: 01 - Paralela
Sinopse:
Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto… Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha. Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo. 



"Ela tenta dar um passo no corredor, 
mas puxo sua mão e a beijo novamente, e desta vez não é um selinho. 
Beijo com força, me entregando ao seu gosto e ao seu calor e a tudo que diz respeito a Hannah. 
Nunca esperei por ela. Às vezes, as pessoas entram na sua vida e, de repente, 
você não sabe como foi capaz de viver sem elas antes. 
E já não consegue entender como vivia a vida, saía com os amigos e 
dormia com outras pessoas sem ter essa pessoa importante na sua vida."
 pág 234 



INTENSO!!



Leia a resenha completa antes de: - dizer que eu não gostei e/ou me crucificar.
Sim, eu sei que está grande - mas eu precisava abrir meu coração.

Desde que esse livro foi lançado que tenho lá meus receios para não dar nenhuma chance para ele, então quando recebi O Erro de brinde da editora me vi na obrigação de solicitá-lo para ler. Muita critica positiva também está envolta em O Acordo e de certa forma fiquei ressabiada, sua fórmula é a mesma que tem me feito passar muita raiva ultimamente, então quando o peguei para ler já foi cheia de preconceitos.

Ao ler as primeiras 50 páginas, já estava doida para largar a leitura. Sério, nada me tirava da cabeça a sensação de que estava lendo uma fanfic de High School Musical, sem o 'musical' e com muita sacanagem, cheguei a comentar isso no vídeo de recebidos de novembro que vai ao ar em breve lá no canal. Eu nunca gostei muito do filme citado, na verdade eu odiava toda aquela cantoria e aquela coisa de adolescentes - sim, sempre odiei filmes adolescentes e livros com adolescentes, até quando eu era adolescente - vai saber? Eu tenho uma alma velha dentro de mim, simplesmente não tenho paciência para 90% das 'aborrecências' que sempre aparecem em livros e filmes assim.

Bem.. seguindo. Para me deixar ainda mais 'bolada' com a trama, a autora me enfia uma historinha triste para a mocinha e lá vou eu criar mais um monte de pré conceitos sobre a trama. Chegando a acreditar que o fato ocorrido na vida dela iria ser a desculpa perfeita para toda e qualquer atitude da mocinha, até mesmo que ela seria quase um 'especial' de coices no coitado do Garret... bem... ela não foi um especial, mas não foi uma flor de formosura, mas o que fez foi relevante.

Para resumir a balela toda, tive minha boca calada e não tenho vergonha nenhuma em dizer que estava errada. O livro realmente me surpreendeu, não pela trama, que não tem nada de novo, mas pela intensidade dos personagens, mais precisamente o Garret, que apesar de ter uma história triste também é um dos melhores caras que já conheci na literatura erótica (eu sempre digo isso, então essa parte relevem).

Enfim, Elle Kennedy, conseguiu me prender a trama de uma forma maravilhosa, sem baixar o linguajar das personagens de forma chula (claro que sai um ou outro, mas nada que te deixe desconfortável). Eu simplesmente não conseguia largar o livro, era impossível não querer saber mais sobre cada um deles. Ela me fez rir, suspirar, deu aquele apertinho no coração sabe? Enfim... ela mexeu comigo, mexeu com meus sentimentos e essa é uma das melhores coisas que pode acontecer quando estamos lendo. O livro intercala os capítulos entre Hannah e Garret, então temos os dois pontos de vista e conhecemos exatamente o que está se passando com ambos no decorrer da trama.

Hannah passou por maus bocados quando tinha 15 anos, para piorar quando ela mais precisou de ajuda, todos se voltaram contra ela. Para escapar das criticas e maledicências em sua cidade natal, ela decidi ir para a Briar fazer seu tão sonhado curso de música e por ser bolsista faz de tudo para ter notas excelentes, trabalhando duro para ajudar os pais a mantê-la na faculdade. Após anos de terapia, ela acredita estar pronta para voltar a se relacionar com as pessoas, mas após o relacionamento desastroso de oito meses ela tem certeza que nada nunca mais será como antes.

É quando ela vê Justin Kohl, um aluno do segundo ano que joga no time de futebol americano da faculdade que ela volta novamente a ter interesse em alguém e apesar da paixonite um tanto bizarra e infantil, ela sabe que ele jamais olharia para ela, por mais que ela ansiasse por isso, pois eles eram de grupos completamente opostos no meio universitário.

Garret é um cara com um passado complicado, apesar do pai famoso ele não quer ver seu nome ligado ao homem que fez da sua vida um inferno. Na faculdade sua vida se resume a muito estudo e dedicação total ao time, não há tempo para namoradas e todas as garotas com quem se envolve sabem disso. Ele está desesperado com o zero que tirou em ética filosófica, desesperado com o fato de não poder jogar até que sua nota melhore, tão desesperado que ele seria capaz de implorar a Hannah para que ela lhe desse aulas particulares da matéria. 

Seu desespero é tão grande que ele decide azucrinar a cabeça da coitada da garota até que ela ceda, já que seu charme e beleza não exercem o mesmo fascínio nela como em qualquer outra mulher. Na verdade o desprezo dela por ele ser um jogador de hóquei e um galinha de marca maior, torna tudo mais complicado mais divertido. É quando Garret nota o interesse de Hannah em Justin que ele tem a brilhante ideia de ajudá-la a conquistar o rapaz, mas para isso ela tem de aceitá-lo como aluno.

Com o convívio eles vão conhecendo melhor um ao outro e seus pontos de vista sobre o outro vai mudando. Uma amizade divertida vai crescendo entre eles, a confiança vai crescendo também e em breve os dois descobrirão prazeres inimagináveis na companhia um do outro. O único problema nisso tudo é lidar com o fato de que Garret não quer uma namorada, mas também não quer que Hannah se envolva com Justin ou com qualquer outro cara que não seja ele - e convencê-la de que seus planos quanto a não se relacionar mudaram, poderá mudar para sempre a relação que criaram.

Bem, como disse - o livro é intenso. Enquanto vamos acompanhando a acrescente amizade de Garret e Hannah vamos descobrindo o passado de cada um, o trauma de cada um carrega dentro de si e a forma como eles decidem se ajudar para lidar com tudo aquilo é lindo de se ver. Gosto muito quando o amor nasce de uma amizade, gosto também quando as protagonistas não tem nada a ver e do nada descobrem que eles são como fogo e gasolina. Obviamente, nem tudo serão flores para eles, mas o amor deles é forte, intenso, arrebatador - então, se ainda não leu esse livro, te convido a dar uma chance - não seja ranzinza como eu, embarque nesse romance e delicie-se com a leitura desse livro.

PS: O Erro, já está no gatilho, acho que nem preciso dizer que já estou com um pé atrás com ele também, né? Pois é... minha rabugice literária não tem jeito... quando eu encasqueto, nada tira da minha cabeça que eu vou odiar. - Agora, só lendo para saber, não é mesmo?

:: A Série - Amores Improváveis (Off-Campus) ::
1 - O Acordo - Garret e Hannah
2 - O Erro - Logan e Grace
3 - The Score (2016) - Dean e Allie
4 - The Goal (2016) - Tucker e Sabrina

book cover of 

The Deal 

Wook.pt - O Pacto

15 Comentários

  1. KKKKKKKK Olá, tambem achei que seria um livro clichê, amei a resenha

    ResponderExcluir
  2. Olá Rayssa, tudo bem?

    Eu acho as capas desses livros da Paralela tão amor. Simples, com cores claras. Um luxo só! Mas infelizmente não consegui me encontrar no enredo da obra. Por mais que tragam elementos que passem longe do clichê, ainda assim não foram arrebatadores.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ola
    Que resenha empolgada :)
    Eu adorei o livro, me surpreendeu.
    E as personagens me ganharam mais ainds, com a maratona de Breaking Bad kkkkkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Liga não, também sou uma rabugenta de plantão para dramas adolescentes. Adorei a introdução, e fiquei pensando, e não é que parece mesmo High School Musical XD
    Fico feliz que no final das contas o livro te agradou, quanto a mim, ainda preciso vencer minhas barreiras

    ResponderExcluir
  5. Olá Raíssa,

    Dei muitas risadas com a sua resenha aqui, justamente porque eu acho que ficaria desanimada com a leitura como você no inicio, mas ao saber que a trama tem uma certa profundidade e que os personagens são bem trabalhados, fiquei mais animada em dar uma chance a essa história. Eu até gosto daquele clima colegial sabe? Mas só quando quero curar uma ressaca literária, se não a leitura não funciona. Adorei ler suas impressões, em breve pretendo ler também.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  6. Oi, eu também não sabia nada do livro. Ele me cativou justamente por não "inventar" a roda, ser simples, não enfeitar demais e nem ser perfeito. Adorei o jeito como a autora contou a história e a dinâmica dos meninos do time. Já li "O Erro" e estou esperando os próximos! Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Esses livros surpreendentes sempre são os melhores né? Mesmo fugindo do clichê, este não é o meu estilo de leitura. Que bom que te agradou.
    Bela resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Raissa, tudo bem?

    Acho essa série super bacana. Os personagens (principalmente os masculinos), vão amadurecendo durante a leitura e acabam por se mostrar homens interessantíssimos, além de muito divertidos. Não concordo com você com relação a ser parecido com High school music... Acho que a comparação não fez sentido algum. Dramas de jovens? Sempre tem. Como você disse, muitos livros do gênero fazem uso dessa característica mesmo. O lance é, ou a gente pula fora por achar que é isso ou aquilo ou larga mão do preconceito e investe. Às vezes a história, para nós, é uma bomba. Em outras vezes a gente se surpreende.

    Acho que a dica é ver o que faz sentido pra você e se agarrar à essas obras. De repente de fato nem vale a pena continuar com a série, porque ela é basicamente no mesmo molde de O Acordo. Aliás, o erro tem ainda mais draminhas e gracinhas.

    Beijo

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Às vezes precisamos deixar um pouco esse pé atrás de lado e conhecer a fundo a obra, afinal podemos ser surpreendidas!
    Já faz um tempo que quero ler essa obra e conferir mais como esse relacionamento de Garret e Hannah vai crescendo e se desenvolvendo enquanto passam por todas essas situações. A premissa é bem legal e acho que vou gostar sim. Mas só vou começar a ler quando os outros volumes forem lançados por aqui.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu também não gostava de High School Musical, na verdade eu achava idiota os musicais no meio das cenas, ficava pensando que aquilo nunca aconteceria na vida real, o que é obvio já que o filme é um musical.
    Quanto ao livro tenho que te dizer que estou ansiosa para ler! :D :D :D Mesmo sendo clichê, eu adoro esses clichês e se a leitura acabou de conquistando acho que eu que já adoro posso ter certeza que irei amar! <3

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Eu tenho muita vontade de ler essa série desde que o primeiro livro foi lançado aqui e as críticas positivas começaram a pipocar loucamente.Particularmente adoro esse tipo de história e adoro um clichê quando ele é bem feito então o enredo ser batido não é algo que me desanime demais, ainda assim fiquei contente em saber que há toda uma profundidade nos personagens e que eles são bem trabalhados.
    Ps: Eu não gostava muito de High School Musical também, mas amo um musical haha.
    Beijos e bela resenha.
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  12. Oii, tudo bem?
    Eu sou suspeita para falar de enredos adolescentes, porque eu amo, acredito que seja porque eu ainda esteja nessa fase rsrs. Mas é sempre bom quando não temos grandes expectativas para um livro e nos surpreende e arrebata, e parece que com esse livro aconteceu exatamente isso. Espero sinceramente ter a chance o ler.

    ResponderExcluir
  13. Olá, não é bem o estilo que costumo ler, mas ver como os personagens se desenvolvem e como aprendemos com cada personagem, me deixa curioso. Ver o amor nascer de uma forma sincera, também é um ponto forte do enredo.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu estou simplesmente louca para começar a ler essa série, é daquele estilo que quando eu ver já terminei o livro hahahaha Adorei a sua resenha e tenho certeza que você vai adorar também o segundo volume, acho que é capaz de até perder um pouquinho desse preconceito hahahaa
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Quero muito ler essa série, mas por falta de tempo ainda não comecei <3 Ótima resenha que me instigou mais ainda. Adorei <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir