(Este livro não é recomendado para menores de 18 anos)

♥ Para Sempre Minhas ♥
Ed: 01 - Arqueiro
Sinopse:
Alguns dos jovens de Rosemary Beach consideram Tripp Newark um herói. Há oito anos, ele abandonou uma vida meticulosamente planejada pelos pais para conquistar a independência. Pilotando sua Harley, Tripp desapareceu da cidade para viajar pelo mundo. E essa decisão o fez perder muito mais do que os milhões que herdaria. Bethy Lowry está vivendo o pior momento de sua vida. Há um ano e meio, Jace, seu namorado, morreu afogado ao salvá-la de uma forte correnteza. Sofrendo um período turbulento e ainda consumida pela culpa, ela vive sua rotina de maneira automática, com a certeza de que nunca mais voltará a amar. No entanto, sua vida está prestes a mudar. Quando tinha apenas 16 anos, Bethy teve um tórrido romance com Tripp, que é primo de Jace. Esse segredo continuaria enterrado para sempre se não fosse por um detalhe: Tripp Newark está de volta e determinado a reconquistá-la. Na série Perfeição, você conheceu o anjo da guarda de Della e sentiu a dor da perda de Bethy. Agora, Abbi Glines reúne esse surpreendente casal para mostrar que nunca é tarde demais para reviver uma paixão.

"Todo mundo já teve um momento decisivo na vida.
Eu já tive esse momento, e ele tem me perseguido desde então.
A vida é assim mesmo. Ou você encontra a estrada certa para a felicidade,
ou lamenta cada passo. No meu caso, não sei qual estrada teria sido a melhor,
porque entre as alternativas, nenhuma incluía ela."
pág. 07




MORNO!



A maioria de vocês conhece minha sina com essa serie da Abbi Glines, que é uma daquelas autoras ame ou odeie e que consegue me fazer sentir as duas coisas sempre que lança um livro novo. Depois das besteiras que ela fez na duologia Perfeição que me deram tanta raiva, então a autora conseguiu se redimir no ultimo volume da duologia Chance, apenas para vir com esse livro e tornar todos os motivos criados por ela anteriormente bobos.

Okay, não vou mentir, o livro foi gostoso de ler. Eu gostei do Tripp desde que ele entrou na série, e esperava um romance lindo para ele, porém a autora tomou rumos na trama quanto ao par romântico dele que não me agradaram muito, mas decidi ler assim mesmo. Por mais bonitinho que tudo tenha ocorrido no decorrer da leitura, não achei que a autora conseguiu ser consistente ao ponto de justificar sua síndrome de George R. R. Martin nos livros anteriores, muito menos achei os motivos dados muito convincentes.

O fato do Tripp ter ignorado a Bethy mesmo sabendo da merda que aconteceu com ela e tudo o mais, destruiu a imagem que eu tinha do cara positivo que ele sempre se apresentou. A justificativa dada pela autora para isso também não foi uma justificativa boa o suficiente ao meu ver. Se fosse a Bethy, por mais que o amasse não voltaria pra ele... um homem que te deixa gravida e é incapaz de ao menos ligar para você quando acaba de saber sobre o aborto de um filho dele é de uma babaquice sem tamanho e esse papo de ambos serem crianças e inseguros, não cola comigo. Criança que faz criança não é mais criança... Ele com dezoito anos na cara, sabia muito bem o que estava fazendo e quais possíveis consequências.

Esse fato, de certa forma destruiu a imagem daquele cara maravilhoso que eu achei que ele fosse, acabei me decepcionando, mesmo que ele tenha voltado para ajustar seus erros e tenha sido fofo o livro todo. Ele acabou deixando de ser um cara cheio de atitude, para se tornar um cara fraco que não teve coragem de encarar a vida e fugiu de tudo.

Eu não simpatizo pela Bethy, não gostei dela no livro da Blaire na serie Limites, mas ela acabou assentado com o Jace e ai de boa, deixou de ser uma inconsequente pé no saco. Ai a autora me coloca ela numa crise idiota e a imbecil vai lá e faz uma merdança do cacete e pronto, eu volto a não gostar dela e hoje, depois de conhecer sua historia, pra mim não cheira nem fede, mas fiquei feliz de saber que ela entendeu que viver se culpando, não a levaria a lugar nenhum.
Bethy e Tripp se conheceram quando ainda eram adolescentes, ele 18 e ela 16. Bethy sempre foi apaixonada pelo rapaz, mas sabia que ele jamais olharia para uma garota como ela, obviamente, não poderia estar mais enganada. Eles se conhecem no ultimo verão de Tripp em Rosemary Beach e ele decide não contar a ela sobre sua partida. Bethy de alguma forma, sabe que nunca mais o verá, mas isso não a impede de vivenciar o amor nos braços de um rapaz que sempre esteve nos seus sonhos de menina.

Depois da partida de Tripp, Bethy passará por uma gravidez... totalmente sozinha e desamparada, ela terá medo do que poderá acontecer. Tripp não atende mais suas ligações e também não a procurou mais. Totalmente abandonada, ela passar por um aborto e tem sua vida mudada para sempre.

Com o passar dos anos, após desistir do amor, ela decide ser o oposto da boa moça que sempre fora e se entrega a todo tipo de prazer que a vida possa lhe proporcionar. Até que ela conhece Blaire e entende que as coisas podem ser diferentes se ela mudar de atitude. É quando ela se envolve com Jace, primo de Tripp, e encontra nele o porto seguro que ela precisava para por sua vida nos eixos.

Quando tudo começa se ajeitar na vida de Bethy, Tripp decide voltar e trazer de volta todos aqueles sentimentos que ela havia enterrado dentro de si. Ele está decidido a enfrentar o passado e reconquistar a mulher de sua vida, mas para isso ambos terão de lidar com seus medos, receios e vencer barreiras erguidas durante oito anos de separação.

Como eu disse, o livro foi fofo. A leitura foi gostosa e o romance foi válido, mas para o nível de escrita da autora esse livro foi morno e fraquinho. Ela não chacoalhou meus sentidos como fez nos livros anteriores, não me fez suspirar, muito menos ter raiva... por mais que ela tenha me dado nos nervos em alguns livros, esse seu dom de me tirar do sério tanto para o bem quanto o para o mal é que me motiva a ler seus livros. Seus romances anteriores me deram aquele friozinho na barriga, sabe? Mas esse foi apenas mais um...

:: INFORMAÇÕES SOBRE A SÉRIE :: 

O próximo livro da série trará o lindo romance de Kiro e Emily, espero que Abbi mantenha a pegada do romance dos dois, pois a história já introduzida na série Chance (Grant e Harlow) foi linda e extremamente emocionante. 

Depois do Kiro, teremos o romance do Mase, irmão da Harlow, o cowboy sexy, que é outro personagem que eu gosto muito nessa série louca. Serão dois livros para a história dele e também estou bem curiosa com seu enredo, como disse, gosto muito dele. 

Os livros da Nan são os últimos, mas confesso não ter curiosidade nenhuma de lê-los. Ela é uma vaca mimada, egoísta e egocêntrica, não sei como a autora pode redimí-la aos olhos dos leitores. Por mim, nem perdia meu tempo escrevendo, quem dirá lendo. Ela não é e nunca será um personagem querido do público.

:: RESENHAS ANTERIORES ::


book cover of 

You Were Mine
(Este livro não foi lançado em Portugal)

17 Comentários

  1. Olá!
    Eu gostei mais de "Sem limites..." , mas gosto da "série"toda de forma geral.
    Para sempre minha, ainda não li.Está aqui na minha pilha. Gostei da sua resenha, sincera :)
    Concordo com você sobre Nan, a autora nem devia perder tempo.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Meu deus, deu pra sentir na sua resenha o quanto você estava revoltada com o personagem principal, ao ler a resenha, na minha cabeça você estava gritando com ele KKKK , nunca li nada da Abbi e não sei se pretendo ler, mas ótima resenha, bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu estou louca para ler esse livro, aliás, eu quero ler a série completa. Chato o livro não ter te agradado tanto como os demais livros da autora mas eu espero gostar muito quando eu for ler. Acho essa capa um arraso de linda.

    ResponderExcluir
  4. Oi tudo bem ?
    Eu li essa série ainda em inglês, lembro que gostei bastante. Mas acho que preciso reler, fico só um pouco decepcionada em saber que não te agradou tanto, mas quando são muitos livros acaba sendo meio inevitável né ?!
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oiii linda, como vai?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou muito meu interesse,mas parabéns pela resenha está realmente incrível. Aquele lance de romance não me toca sabe e achei a capa até meio clichê, fiquei triste em saber que a obra não te agradou tanto assim.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Eu gostei da leitura desse livro, mas achei que tudo se resolveu rápido demais. Como a autora sempre desenvolve o romance em dois volumes, senti falta desse a mais na história. É bonita, delicada, mas senti que faltou algo.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    Ainda não li nenhum livro da autora, mas sempre tive bastante curiosidade em ler.
    A resenha me deixou animada, amo romances. Mas vou ter que esperar para engatar nessa leitura, já tenho muitos livros atrasados.

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oie
    muito boa sua resenha e sua dica para quem gosta desse tipo de livro, parece ser um enredo bem gostoso para passar o tempo, no momento não estou tendo esse tipo de leitura mas bem legal a dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Tenho meus dois pés atrás quando se trata de Abbi Glines. Os livros até dá pra ler, mas possui uma narrativa que sempre acaba me desagradando. Parei de ler após ler uns quatro livros pois era sempre mais do mesmo. Mesmo assim adorei sua abordagem e só reinterou minha decisão de me enveredar por outros livros. Grande beijo!
    http://www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  10. Oi,
    Acredita que até hoje só li um livro da autora? Confesso, que fico perdida entre as séries devido a quantidade de livros!! Que pena que vc achou morno, é mt ruim quando criamos expectativas e que não são atendidas.
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  11. Há muito tempo atras quando esse livro saiu eminglês eu li pela curiosidade de saber mais sobre esse passado tumultuado deles que ficava no ar. Eu meio que acredito que a Abby prolongou muito a série e ela meio que perdeu o encanto para mim. Tripp é om eu preferido, mas fez tanta burrada que fui difícil torcer para ele e em culpa, acho que vem desse alongamento, está esticando tanto que as histórias não tem mais aquele apelo. Curti sua resenha, abraços!

    ResponderExcluir
  12. Olá Raissa!!!
    Eu gosto da série Rosemary Beach e ao contrário de você eu simpatizo com a Betty rsrsrs
    Sei lá acho que simpatizei com ela por culpa da Blaire. Estou um tanto curiosa por esse livro e ver no que vai dar toda essa história.
    Eu ainda tenho a curiosidade de saber o que a Abbi vai aprontar com a Nan, porque sinceramente também não entendo como ela vai redimir a personagem rsrsrs
    Parabéns pela resenha e até uma próxima o/

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oioi! Tudo bem?
    Acredita que até hoje nao li nada da Abbi Glinnes.
    Sempre escuto otimas recomendações, mas me falta tempo e a serie é gigante hehe.
    Adorei que mantiveram a capa do livro Para Sempre Minha e achei a premissa bem interessante.
    Apesar do livro nao ter sido UAUUU, pelo menos foi uma leitura boa, vou tentar ler ainda, juro!
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Eu sempre gostei muito das obras da Abbi Glinnes e por isso claro, estou super curiosa para conhecer a história do Tripp e da Bethy que são personagens que eu sempre gostei muito na trama. O livro parece guardar várias reviravoltas e isso é muito bom. Espero em breve embarcar nessa leitura.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  15. Oi

    Nunca li nada dela. O estilo de livros não é o que eu gosto, então acabo nem experimentando pra saber se vou gostar.
    Ando me aventurando em novos estilos e quem sabe não acabo lendo um dela já que sua resenha está tão clara. Não vou iniciar uma leitura tão cheia de expectativas né...

    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi

    Nunca li nada dela. O estilo de livros não é o que eu gosto, então acabo nem experimentando pra saber se vou gostar.
    Ando me aventurando em novos estilos e quem sabe não acabo lendo um dela já que sua resenha está tão clara. Não vou iniciar uma leitura tão cheia de expectativas né...

    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Estou com essa autora na minha lista de leitura há mais tempo do que eu deveria. Li muitas resenhas boas sobre publicações dela, mas ainda não dei uma chance para o enredo.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir