Olá, queridos!! Tudo firmeza?

Hoje é dia de falar de filme aqui no blog e o filme escolhido foi Simplesmente Acontece, baseado no livro de mesmo título da autora Cecelia Ahern, publicado pela Novo Conceito aqui no Brasil. 

Eu criei uma sistemática esse ano que consiste em ver filmes baseados em livros da seguinte forma: - se eu tenho muita vontade de ler o livro, não vejo o filme antes de ler. - Se o livro não me chama muito a atenção, então eu vejo o filme pra ver o que eu possa estar perdendo, se eu gostar vou lá e compro o livro para complementar minha experiência.

Se eu for ficar nessa frescura de que só vejo filme depois de ler o livro to ferrada, porque noventa por cento dos filmes baseados em livros que têm sido lançados e anunciados, são de livros que não tenho vontade nenhuma de ler. Isso aconteceu com Simplesmente Acontece, A Culpa é das Estrelas, Se Eu Ficar e agora Como Eu era Antes de Você, são livros que não quero ler, mas não vou me privar de ver os filmes quando tiver a oportunidade.

O oposto também pode acontecer, como foi minha vontade de ler A Teoria de Tudo, mas a leitura foi muito chata e acabei abandonando o livro, tenho quase certeza de que o filme será muito melhor que o livro, pois a leitura foi realmente maçante. Enfim... vamos ao filme de hoje.

Alex e Rosie são amigos desde a infância, vizinhos de porta e são como unha e carne. Eles dividem tudo... seus sonhos, suas dores, suas conquistas e etc. A vida de ambos começa a mudar no aniversário de dezoito anos de Rosie, quando ela e Alex trocam um beijo e ela decide que é melhor culpas a bebida e esquecer o acontecido para não estragar a amizade.

Magoado, Alex decide chamar outra garota para ir ao baile e Rosie, não tem outra alternativa a não ser aceitar, já que abriu mão do rapaz em nome da amizade. Ela aceita então o convite de Greg, o bonitão sem cérebro do colégio e de pirraça decide ir pra cama com ele e acaba se ferrando.

Alex está indo para Harvard estudar medicina e por conta desse mal passo que Rosie dá, ela tem de abrir mão da bolsa que recebe em Boston e de seus sonhos para se tornar mãe. Ela não conta nada para Alex, não conta que foi aceita na faculdade, muito menos que será mãe e é aí que os segredos começam afastar os amigos.
 Mesmo a distância, Alex insiste para que Rosie vá logo para Boston, mas ela está sempre inventando uma desculpa e enrolando o amigo. Enquanto isso vai passando sua gestação e a sua certeza de dar a criança para adoção, já que o pai biológico da filha foi afastado pela família para não ter contato com a menina. 

Quando Alex descobre toda a verdade sobre a ausência de Rosie em Boston, pega o primeiro avião para conhecer Katie, a filha de sua melhor amiga e batizá-la. Apesar de magoado pelo fato dela ter lhe escondido algo tão sério assim, ele compreende os motivos dela e decide seguir sua vida e Rosie faz o mesmo, criando sua filha.

Cartas, e-mails, cartões, fotos, mensagens, sms's são trocados diariamente pelos amigos durante cinco anos. Katie já é uma menininha linda e Rosie, já mora em seu próprio apartamento e se mantém com o trabalho de camareira de uma rede de hotéis. Até que Alex nota que a mulher com que mora não é exatamente a mulher que ele quer para si e convida Rose para visitá-lo. 

Nos EUA eles se divertem muito e relembram os bons tempos em que viviam juntos, porém Alex tem um segredo, um segredo que abalará a amizade entre eles. Uma discussão e Rosie volta para Inglaterra decidida a deixar seus sentimentos por Alex morrerem de vez, é quando ela reencontra Greg, o pai de sua filha, disposto a participar da vida da menina e eles se casam. Agora é Rosie que está vivendo com outra pessoa, pois Alex descobre algo que o leva a abandonar a mulher com quem mora, mas é tarde demais para ele ir ao encontro da mulher que ama.

O filme é cheio de idas e vindas, medos e incertezas e vou confessar, pra mim foi bem chatinho, pois eles ficam nesse amor todo e deixando o outro partir. A química entre eles é incrível, tá na cara desde o início que se amam e essa negação de Rosie é que acaba levando eles para toda essa confusão. 

Quando, enfim, resolvem tomar uma atitude já sofreram pra caramba! Foi uma boa distração para um sábado a noite, mas não curti muito não... e ainda bem que não comprei o livro, pois tenho certeza que ia ficar com raiva da Rosie e das decisões que ela toma. Sério, ela é bem imatura e nem posso dizer que me diverti vendo o filme, pois não achei graça de nenhuma das situações constrangedoras em que os personagens se viram, pra mim... não funcionou!

Quem quiser encarar... taí uma boa distração, mas não vai passar disso e não me culpe se você dormir em algum momento... Se você gostou do livro, provavelmente vai gostar o filme, mas como sei que você que leu é um chato de galocha e vai dizer que o livro é muito melhor, nem perde seu tempo vendo muito menos me dando sermão... rs



5 Comentários

  1. Oie, sou a chata de galocha que vou dizer que o livro é melhor que o filme, salvo pelo ator gato, que caramba, achei gostoso demais. O livro filme suprimiu personagens, mudou cenário e correu no tempo e coo você disse, é só um entretenimento que pode causar um soninho, mas o livro é uma graça!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, eu li o livro e já assisti o filme. Gostei muito mais do filme claro, mas em relação ao livro, dá a impressão de que eles perdem muito tempo, já que vão ficar juntos apenas com 50 anos de idade, e no filme isso acontece com 30 anos. Mas gostei mesmo assim.
    Beijos!
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderExcluir
  3. Oiiii,nossaaaa eu AMOOOOOOOOO demais esse filme,ao contrário de você não achei ele paradão sabe,acho que é por que eu gosto mesmo desse tipo de filme de romance,e achei muito fofo,mesmo eu tendo ficado com muita raiva da Rose e dó do Alex (suspirosss *--*)...Eu decidi assistir o filme por que li o livro faz muito tempo e lembro de ter gostado...Mas realmente,como faz tempinho que li o livro não lembro de muitaaa coisa para comparar com o filme...a única coisa que eu lembrava e saliento, que o livro me deu muita amargura pela extrema demora no desenrolar do romance,quanto á interação mesma,por que o livro só mostra comunicação deles por email,cartas e essas coisas...Já no filme podemos visualizar melhor a interação entre eles... Enfim,gostei muito dos dois,e estou doida para comprar o livro com a capa do filme,achei lindooo =D

    Mas é assim mesmo,o que não funciona para um funciona para outro... Bjocas

    ResponderExcluir
  4. Só assisti a filmes baseados em livros antes de ler o livro quando não pretendo adquirir o livro que foi o caso desse, quando assisti pensei que não iria me sentir tocada pela estória, mas foi muito pelo contrario, adorei a forma como a autora colocou que mesmo com indas e vindas, se for para você ficar com alguém que você, independente do que acontecer na vida do casal,vocês vão acabar juntos. Me peguei chorando em várias cenas do filme, e torcendo pelos personagens, depois que assisti a esse filme, eu resolvi da uma chance para essa autora e acabei comprando o livo Como se Apaixonar da Cecilia, e eu amei, super recomendo.

    ResponderExcluir
  5. Olá. Não li o livro e nem assisti a esse filme. E também não tenho a intensão de fazer, pois não é meu gênero preferido. Até posso a vir ver o filme um dia, quem sabe...Também não tenho problemas em ver o filme primeiro ou ler o livro antes, faço quando surge a oportunidade e de qualquer forma sempre me divirto muito (ou não!). Abraços.

    ResponderExcluir