Em 21 de abril de 1816, em Thorton, Inglaterra, nascia a terceira filha do casal Brontë, Charlotte. Nos anos subsequentes vieram ao mundo outros dois nomes conhecidos pelo mundo literário Emily e Anne Brontë, porém hoje nosso foco é no bicentenário de nascimento de Charlotte, a autora da renomada obra Jane Eyre, romancista e poetisa do século XIX.

Durante sua vida, Charlotte escreveu sob dois pseudônimos: Wellesley em 1833 e, em acordo com suas irmãs em maio de 1846, como Currer Bell. O motivo pelo qual ela e suas irmãs escolheram publicar sob um pseudônimo masculino se devia ao fato de que escritoras mulheres não eram realmente levadas a sério pela critica literária do século XIX. Seus romances na época foram considerados vulgares pelas críticas e por muitas das vezes o gênero do autor das obras foi discutido pelos críticos.

Após a morte de seus irmãos, entre dezembro de 1848 e maio 1849, Charlotte foi convencida por seu editor a visitar Londres, onde acabaria por revelar a sua verdadeira identidade e começaria a frequentar um círculo social mais movimentado, fazendo amizade com Harriet Martineau, Elizabeth Gaskell, William Makepeace Thackeray e G. H. Lewes.

Charlotte morreu, juntamente com o filho que esperava, no dia 31 de Março de 1855, com trinta e oito anos de idade, exatos nove meses após seu casamento com Arthur Bell Nicholls, o coadjutor de seu pai. 

Em vida trabalhou nos seguintes romances:

Jane Eyre (1847) • Shirley (1849) • Villette (1853)
Professor (1857)* • Emma (não finalizado)

Como juvenilia, ou para quem não sabe o que é isso, quando ainda era uma jovem garota, Charlotte escreveu muitos contos. E como poetisa, teve um único livro publicado juntamente com suas irmãs, porém não foi um grande sucesso, tendo vendido apenas dois exemplares. 

* Foi escrito antes de Jane Eyre, rejeitado por muitas editoras, foi publicado postumamente.

No Brasil, a autora foi publicada por diversas editoras, porém a Pedrazul Editora, para comemorar o bicentenário de nascimento da autora, preparou uma reedição ilustrada, com duas capas comemorativas para os apaixonados nos clássicos da literatura inglesa e muitas promoções.

Conheça os títulos da autora já publicados pela Pedrazul.

Compre - Capa 1 ou Capa 2
♥ Sinopse:
Shirley é a história da órfã Caroline Helstone e da herdeira Miss Keeldar. Caroline Helstone é uma tímida e doce órfã que vive com seu tio, o reverendo Mr. Helstone, em Briarfield, Yorkshire, interior da Inglaterra. Sua mãe há muito havia desaparecido e seu pai morrido. Os dias na lúgubre casa sacerdotal passam lentamente, mas Miss Helstone é feliz, pois certa encantadora casa de campo, próxima ao Moinho de Hollow, é seu paraíso terrestre. Num morador dessa cottage ela deposita toda sua expectativa de vida. Apaixonada platonicamente por seu primo, Miss Helstone sonha em se casar com ele, mas uma desilusão acontece e ela vê seu mundo ruir. Por outro lado, a vivaz Shirley Keeldar, herdeira de uma grande quantidade de terra e fortuna, mal entra em cena e se torna a mais atraente das mulheres de toda a região. Proprietária de muita terra, todos os homens elegíveis do município, assim que souberam de sua chegada e de sua fortuna, lhe propuseram casamento, mas a herdeira guarda um segredo. Charlotte Brontë, cujo talento reside em explorar o drama psicológico do amor proibido, da perda e da busca pela identidade, nos presenteia com este comovente romance de duas órfãs e a trajetória da família Gerard Moore que, justamente quando o leitor pensa que já descobriu toda a trama, a autora se torna imprevisível. Em Shirley, Charlotte desafia as convenções, explorando os limites da justiça social, ao mesmo tempo contando não uma, mas duas histórias de amor.

Compre AQUI
♥ Sinopse:
Notadamente autobiográfico, Villette foi o último romance publicado em vida por Charlotte Brontë. Nele, ela atingiu o auge de seu poder artístico. É o trabalho mais completo e profundamente sentido da autora, superando até mesmo Jane Eyre em aclamação da crítica. O livro é narrado por Lucy Snowe, que foge da Inglaterra e de um passado trágico para se tornar preceptora e, mais tarde, professora de inglês em um pensionato francês dirigido por Madame Beck, na cidade fictícia de Villette. Lá, ela inesperadamente confronta seus sentimentos de rejeição, saudade, abandono e luta pelo amor de um homem. Apesar da adversidade e da decepção, Lucy sobrevive para contar a visão irrestrita da jornada de uma vida turbulenta, uma viagem de uma mulher sozinha, os sentimentos conflituosos por dois homens tão diferentes como o fogo e o gelo, Monsieur Paul Emanuel e doutor John Graham Bretton, e um futuro incerto

Agora que já conhecem um pouquinho sobre a Charlotte e tenho certeza está curioso para ler suas obras... segura aí o seu forninho que a Pedrazul Editora tem 4 cupons de desconto incríveis para quem comprar livros na sua loja de 19 até dia 24 de abril.


Gostou? Clique AQUI e vá direto na loja da Editora garantir os seus clássicos.

 * * *

Há alguns anos atrás no bicentenário de Orgulho e Preconceito, fiz algo parecido e vou tentar fazer mais vezes esse tipo de publicação com autores clássicos para que vocês possam conhecê-los um pouco mais.
Espero que tenham gostado da publicação.

Um Comentário

  1. Oiii Raíssa,nossa adorei conhecer mais dessa autora. Confesso que nunca li um livro dela pois clássicos raramente me atraem,mas assisti o filme Jane Eyre baseado na obra dela.

    Fiquei triste em saber que ela morreu tão jovem né?! E ainda mais,que sofreu durante toda a sua vida com essa rotina de ser escritora,devido á censura e preconceito com as mulheres,realmente ela foi uma guerreira em nÃo desistir de escrever por conta disso...

    Ótima ideia da editora em relembrar o aniversário dessa autora com essas edições belíssimas! Quem é fã não pode perder...
    Bjosss

    ResponderExcluir