Fala galerinha!!! Tudo certinho??

Eu gosto de vir às quintas indicar filmes para vocês, a ideia era vir toda quinta deixar uma dica legal, mas às vezes eu esqueço aí... phodeuuu! Porque eu prefiro a quinta? Porque assim vocês já podem ir preparando aquela maratona legal de filmes pro final de semana com um tempinho extra para não surtar... rsrs... 

Eu também tenho resenha nova para por no ar, mas na correria do curso, mais trabalho e por ser ultimo dia do mês preferi nem postar ainda para não atrapalhar os comentaristas que participam do Top aqui do blog... rsrs... então lá para semana que vem teremos mais resenhas!! Esse mês rendeu muito pra mim, estou até espantada, mas foi uma correria insana e algumas coisas ficaram sem a devida atenção!

Enfim... hoje eu vou falar um pouco do filme Victor Frankenstein, um filme que gostei bastante, mas que ainda estou tentando digerir tudo o que aconteceu. São muitas lições em um livro só e me pergunto: até onde somos capazes de chegar para provar que somos capazes de vencer a morte? Será que está podemos realmente mudar o destino? Quais mistérios a vida tem nos preparado?

Escolhi o filme por vários motivos, o mais óbvio é o fato de ter o Dan Radcliffe, depois por ser um filme de época, vocês sabem que eles tem preferência pra mim e também porque uma coisa bizarra às vezes não faz mal a ninguém. A história que iremos conhecer nessa trama difere da que nós já conhecemos um pouco.


Tudo começa com um corcunda sem nome que vive em circo, esse personagem é interpretado pelo Dan. Ele sempre foi a aberração do circo e diariamente era humilhado para a diversão do público que lotava as arquibancadas do picadeiro na apresentação dos palhaços. Seremos então apresentados a sua dura vida e aos seus amores. Ele tem muitos sonhos e ao adentrarmos a sua história veremos quanto sua vida é triste naquele lugar. Além do amor platônico que tem por Lorelei, a trapezista do circo, ele ama a medicina, é fascinado pela anatomia humana, por ter um conhecimento limitado em medicina ele acaba atuando como médico do circo. Sua vida ali é miserável e as únicas coisas que o mantém ali é seu amor pela jovem Lorelei e a certeza de que como uma aberração ele jamais seria aceita em lugar algum.

Sua vida começa a mudar quando, dos bastidores ele vê sua amada cair. Gravemente ferida, Lorelei necessita de um procedimento médico é quando Victor Frankenstein surge da plateia e tenta socorrer a jovem, porém sem seus equipamentos ele não pode fazer muito por ela. Desesperado nosso corcunda até aqui sem nome, pede o relógio de bolso do médico e resolve o problema de forma brilhante. Deixando Victor estarrecido com sua destreza e sua genialidade em lidar com a situação.

Determinado a libertar o jovem corcunda do circo e tomá-lo como seu assistente, Victor comete uma loucura para tirá-lo de lá. Um crime é cometido nesta noite e ambos são acusados injustamente do assassinato, porém esse é o menor dos problemas que iremos encontrar. Curado de sua corcunda (terão de ver o filme pra saber qual era e como o Frankenstein cura ele), o palhaço sem nome agora se chama, Igor e uma nova vida se inicia para ele. Dividido entre a oportunidade de participar de um grande projeto do médico louco, Igor fica dividido entre brincar de Deus e ter a oportunidade de aprender mais daquilo que sempre o fascinou tanto... a medicina. Uma amizade estranha nascerá entre os dois, e muitas coisas serão reveladas sobre a loucura de Victor e demais mistérios.


Não é um filme de terror, apesar de sombrio, ele permeia muitos estilos dentro dele. Teremos romance, drama, mistério, aventura e uns cagaços dignos de filme de terror mesmo. Victor é completamente doido, apesar de ter boas intenções no que faz, mas sua loucura às vezes assusta. Confesso que achei que o Victor só tinha tirado ele do circo pra fazer testes científicos no rapaz, mas ufaaa... fiquei aliviada! A amizade que cresce entre eles é interessante, apensar de o Frankenstein ser um babaca na maioria das vezes, você acaba simpatizando mesmo com o Igor, que é o narrador da história.

Igor é a consciência que a loucura de Victor corroeu durante a sua  obsessão em vencer a morte. É um rapaz doce que fará você sofrer com ele, se alegrar com ele e torcer muito para que tudo dê certo para ele. O final é contrário ao que conhecemos da história original, mas muito válido.

Gostei muito das reviravoltas do filme e recomendo o filme para os interessados. Não foi o melhor filme que assisti na vida, mas com certeza é uma pedida para o final de semana.

3 Comentários

  1. Oie
    Tô bem curiosa para assistir o filme, principalmente por ser com dois atores que eu gosto bastante e também por ser de época, gostei da resenha do filme, sabe onde eu encontro para assistir?

    ResponderExcluir
  2. PS: Nossa,que layout lindo que está,deixou o blog com um visual mais clean e arrumadinho,amei =D

    Ahh,amei a sua sugestão de filme,adorei esse tema aí circense e um mocinho reprimido e apaixonado,e ainda com um mistÉrio sobre um assassinato :o Deve ser muito interessante o filme,além de ser de Época!! Eu não sou fã do protagonista,mas nem por isso deixaria de assistir o filme. Amei saber sobre ele. Bjão :*

    ResponderExcluir