(Este livro não é recomendado para menores de 18 anos)
♥ O Último dos Canalhas ♥
Ed: 01 - Arqueiro
Sinopse:
O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela. Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça. Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais. Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a der- rota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.




"Os dois não eram domesticados nem decorosos, mas desafiadores, 
intrépidos, de sangue quente. Não eram totalmente civilizados e jamais seriam."
pág. 296




TOTALMENTE APAIXONADA!



Quem leu minha resenha de O Príncipe dos Canalhas (aqui), sabe que me encantei pela escrita de Loretta Chase. Mesmo tendo meus prós e contras quanto a trama anterior, confesso que gostei bastante do que encontrei lá e já me vi eufórica quando saiu o Último dos Canalhas, sem pestanejar, solicitei e cá estou eu... totalmente apaixonada por esse casal divertido de encrenqueiros.

Eu indiquei este como o segundo livro da série Canalhas, mas lá fora (exterior) ele é o quarto e último volume da série que tem dois outros livros publicados antes de O Príncipe dos Canalhas (usem as cabecinhas e façam as contas de retrocesso). Por sorte cada trama é independente, sendo a única ligação a amizade entre os protagonistas anteriores.

Bem... vamos ao Último dos Canalhas.

Um dos pontos cruciais para que eu caísse de amores por essa trama foi o fato de Vere e Lydia serem de um senso de humor sem igual, são duas pessoas ímpares que apesar de todas as diferenças, foram feitos um para o outro. Mas acredito que o fato primordial para que me entregasse totalmente a trama, foi o fato do Vere, nunca humilhar o Bertie, ou dizer coisas que denegrissem o rapaz (o fato de Dain e Jessica tratarem o rapaz tão mal em O Príncipe dos Canalhas, foi algo que me incomodou muito na história e não me permitiu me entregar totalmente ao carisma dos dois).

Bertie não é uma pessoa má, ele não vê malícia em nada, não entende o que está fazendo de errado, não vê maldade em nada nem em ninguém, então não há necessidade de ficar tratando o rapaz mal, até porque o rapaz é de um coração enorme, então é mais fácil ignorá-lo ou não dar ideia para as coisas que ele diz. Adorei o destino dado a ele nesse livro e fiquei muito feliz por ele ter encontrado alguém que o amasse e o respeitasse como ele é, bobalhão e trapalhão.

Vere é o último dos canalhas de sua família e o ultimo amigo de Dain a sair da libertinagem. Ele estava muito distante do ducado de Ainswood, mas o destino às vezes gosta de pregar peças e morte após morte, o ducado vai se aproximando cada vez mais dele. Totalmente perdido com a responsabilidade de ser duque, ele decide fugir de seus fantasmas e suas responsabilidades no que ele faz de melhor, libertinagem.

Bebedeiras e prostitutas permeiam seus dias, até que ele se depara com a mulher mais irritante, encrenqueira e intrigante em uma viela em Londres. Ela é a mulher mais bela que ele já encontrara em sua vida e tinha o soco mais poderoso que o de um estivador e ficar estatelado no chão não era o que esperava acontecer após lhe roubar um beijo em meio toda a confusão.

Durante semanas Vere se torna a piada da cidade, charges e caricaturas saem diariamente nos jornais tirando-o do sério. Decido a fazer a bela Lydia sentir de seu próprio veneno, Vere passa a persegui-la onde quer que ela esteja com o intuito de fazê-la cair nos braços do tipo de homem que ele sabia... ela menosprezava.

Lydia teve uma vida difícil e aprendeu a se virar sozinha desde muito cedo, alta demais para os padrões femininos é temida por várias razões, além do talento com as palavras. Se ela era uma jornalista, era porque o criado de seus tutores, muitos anos atrás, a ensinara a escrever. Ela é uma mulher independente que luta com unhas e dentes para desmascarar uma cafetina cruel de Londres, que sequestra e obriga meninas novas demais a se prostituírem. É em uma dessas buscas para tirar uma garota das mãos da megera que ela se depara pela primeira vez com o único homem capaz de colocar sua vida de ponta cabeça e tirá-la do sério.

Vere é tudo o que ela mais abomina na vida, mas ele parece uma sombra e está disposto a atrapalhá-la a todo o custo. Tentando resistir a crescente atração que existe entre eles, ambos precisam lidar com seu passado. Lydia parece ter alguma ligação ancestral com o marquês de Dain e Vere precisa lidar com o fato de que ele agora é duque e nada, nem ninguém, nem ele mesmo, será capaz de evitar as responsabilidades que ele tem e apenas Lydia com seu tortuoso passado farão com que ele caía na real.

O livro é cheio de reviravoltas, diálogos inteligentes e divertidos. A cada virar de página uma surpresa nova, uma nova direção para trama que te prende num delicioso suspense sobre as origens de Lydia, se vão ou não pegar a tal cafetina e claro, se Vere vai tomar vergonha na cara e assumir suas responsabilidades. Vere e Lydia tem uma química sem igual também e o romance entre eles é tão envolvente que é impossível largar o livro e torcer para que tudo dê certo para eles.

Acho que nem preciso dizer que indico o livro de olhos fechados né? Com certeza foi muito melhor que o anterior e um dos melhores livros lidos de 2015

book cover of 

The Last Hellion
(Esse livro ainda não foi publicado em Portugal)

21 Comentários

  1. Oi flor!
    Estou louca para ler os dois livros.
    Ainda bem que vc avisou que a trama era independente. Já estava pensando se teria que ler um atrás do outro.
    Gostei muito da sua descrição e quero conferir o que esse último canalha vai aprontar. Já Lydia me parece uma personagem forte e sei que vou gostar disso.
    Adoro livros com reviravoltas e surpresas.
    Amei a dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu li o Príncipe dos canalhas recentemente, como você eu me apaixonei pelo livro, mas não tanto pelo Bertie rsrs.
    Tinha visto que o últimos dos canalhas foi publicado e fiquei confusa. Como o livro dois poderia vir com o título de último?
    A sua explicação me ajudou muito a entender isso, obrigada.
    Espero ler esse livro em breve para sanar minhas curiosidades.
    bjs
    diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não consigo me sentir atraída por esse tipo de livro. Chego a ter inveja do pessoal que lê e diz que amou. Devo confessar que é um pouco de pré-conceito. Mas, como é difícil deixar pra trás velhos hábitos e arriscar algo novo. Mesmo você dizendo que tem reviravoltas, fico com o pé atrás. Gosto de ser surpreendida, e sempre que li algum livro desse gênero, não gostei. Talvez tenham sido más escolhas...

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  4. Ai, amo tanto essa série sem jamais ter lido nenhum deles kkk sei que ainda tá em tempo já que esse é o segundo, gostei muito da sua resenha e você ter falado que o livro é cheio de reviravoltas e diálogos inteligentes já me deixou ainda mais interessada nele, sem contar que essa capa é linda =D

    ResponderExcluir
  5. Não curto muito romances de época, mas ri horrores aqui da mocinha te socado o Vere quando ele roubou um beijo dela! rs... Já virei fã dessa Lydia! Ler esta série realmente não estava nos meus planos, mas já que são histórias independentes com a única ligação sendo a amizade entre os protagonistas, estou pensando seriamente em ler apenas esse volume, acho que só essa cena do soco vai fazer a leitura valer a pena! hahaha... Amo diálogos inteligentes e esse casal parece ser realmente interessante.

    beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  6. Oi....
    Eu até tendo, mas não consigo gostar desse estilo de leitura. Se for hot. Se for mais apimentado. Se for de época. Pronto, bastou para eu não querer ler.
    Independente de eu gostar ou não do livro tenho que dizer que sua resenha está maravilhosa.

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi....
    Eu até tendo, mas não consigo gostar desse estilo de leitura. Se for hot. Se for mais apimentado. Se for de época. Pronto, bastou para eu não querer ler.
    Independente de eu gostar ou não do livro tenho que dizer que sua resenha está maravilhosa.

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Nossa esse nem é um livro que me chamaria atenção normalmente mas depois da sua resenha super positiva até que eu fiquei interessada, você fala tão bem do livro que eu acho meio impossível não ficar pelo menos curiosa para conferir, hahaha, adorei a resenha.
    Estou seguindo e amando o blog <3
    Beijos.
    Tenho um blog sobre filmes, series, cultura no geral. Se puder dar uma conferida ficarei muito grata: http://cineleva.blogspot.com.br/ :)

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não li o primeiro livro, mas quero ler ano que vem, porque agora estou meia enjoada de livros de romance, por isso estou dando um tempinho sabe? Mas mesmo assim tenho que confessar que adorei a sua resenha. Ficou muito bem escrita e quero te dar os parabéns por isso viu? Espero poder gostar do livro assim como você, pois a estória me parece bem envolvente também. Enfim....Vamos ver ano que vem se eu me animo a ler o primeiro hehe

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/luz-camera-e-acao-12.html

    ResponderExcluir
  10. Oiii!!

    Eu não li ainda esse livro mais vou fazer em breve! Primeiro, preciso agradecer pela explicação da série porque eu tava bem confusa. Eu li o Principe e nossinhora que delicia de história *O* a escrita da Loretta é sensacional e eu me apaixonei, queria ter pego em sequencia, mas não consegui. Enfim, esse enredo me agrada e sua resenha aumentou muuuito a minha curiosidade!!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Oi!!!
    Muito gratificante quando lemos uma livro de autor que gostamos e nos surpreende novamente. Conheci o livro no período do lançamento e não me interessei, não sou fã de romance deste gênero. tenho visto alguns bons comentários e talvez siga seu conselho e de uma chance ao livro. Parabéns pela resenha que demonstrou empolgação na leitura.

    Beijos
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  12. Olá estou ouvindo maravilhas sobre esse livro, e como eu estou gostando de ler livros de época quero conhecê-lo ano que vem, adoro livros que tenham romance não muito melosos que os personagens tenham personalidade sarcásticas e autênticas, o que me parece por sua resenha ser o caso.
    Estou ansiosa para ler.
    Beijos.

    Giuliana

    ResponderExcluir
  13. Eu sou louca para ler essa série, mas ainda não tive oportunidade de ler nem O Príncipe dos canalhas. Contudo a cada resenha que leio sobre esse dois livros fico ainda mais ansiosa para conhecer esse mundo de romance de época. Saber que Vere e Lydia tem é envolvente e que química entre o casal é sem igual me deixa ainda mais animada. Adorei sua resenha.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  14. Olá! Essa capa é linda demais né! Eu gostei bastante da sinopse. Você já imaginou o escândalo ela bater nele? rsrsrs Fico imaginando o quanto isso rendeu na história. AMo protagonistas fortes e determinadas. Deve ser um livro delicioso, Beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Sabe que eu ainda não conheço a escrita da Loretta? Eu fiquei encantada pela capa de Principe dos Canalhas e quando o blog recebeu, uma das colunistas quase surtou querendo ler então passei para ela. E este, a outra colunista queria muito. Resultado, passei os dois livros. Mas mesmo assim, estou querendo muito ler. Depois da sua resenha, fiquei ainda mais empolgada e com a certeza de que não posso mais enrolar. O que mais me chamou a atenção em sua resenha foi o comentário sobre os diálogos inteligentes. Adoro isso e as vezes é tão difícil achar isso em um romance...rs
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  16. Oie,
    Essa autora está na lista de autores a conhecer a escrita e como amo ler um romance tenho certeza que amarei cada letra da obra, rs. Sua resenha apenas reforçou minha contade de conhecer as personagens mais de perto.
    Cara, e que capa linda é essa de The Last? Apaixonei por ela

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  17. Oiie floor, tudo bem?

    Falou em romance de época com conteúdo adulto é comigo mesmo, eu simplesmente amo demais. Não conhecia essa série e nem autora, mas pelo o que você falou fiquei super animada em ler. Adoro quando os protagonistas tem senso de humor porque ai não fica aquele leitura monotoma. E a capa? Nem sei o que falar. Adorei.

    Bsj

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  18. Oi, Raíssa!
    O príncipe dos canalhas foi a minha melhor leitura de 2015, daí dá pra deduzir que as minhas expectativas em relação a Último dos canalhas estão bem altas, né?! E lendo sua resenha tenho certeza que não irei me decepcionar... um casal divertido de encrenqueiros é pra mim uma leitura prazerosa sem dúvida nenhuma. Amei a personalidade da Lydia e fiquei bastante curiosa em descobrir sobre essa ligação ancestral que ela tem com o marquês de Dain.
    Amém sua resenha, fiquei com mais vontade ainda de ler esse livro. Quero ele pra ontem!!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  19. Oi, Raíssa! O Último dos Canalhas me chamou a atenção, principalmente, por Lydia, li uma outra história com uma personagem de mesmo nome e uma personalidade muito semelhante, logo me identifiquei com a leitura de O Último dos Canalhas. Vere também não fica para trás, mesmo com sua futilidade inicial, ele conquista o leitor. Cada um com suas dificuldades, sobressaem em sua própria história.

    ResponderExcluir
  20. Esta é a primeira vez que vejo este livro. "O Último dos Canalhas" me deixou intrigado por conta do personagem Vere nunca querer o posto que adquiriu e ter um passado nebuloso. Lydia me pareceu uma personagem forte e determinada. E este desejo de vingança veio para "apimentar" o livro.

    ResponderExcluir
  21. Romance de época é um gênero muito bom. Vere é um personagem sagaz e que mesmo envolvido em muitas brigas e não querer assumir o seu reinado, faz isso de uma forma muito boa e divertida. Como todo romance, uma mulher aparece, e Lydia parece perfeita para controlá-lo. Adorei a história.

    ResponderExcluir