♥ Minha Vida com Papa Jones ♥
Ed: 01 - Selo Métrica: Tribo das Letras

Compre: Editora
Sinopse:
Muitos fatos importantes aconteceram entre 1968 e 1981. Um deles foi a decisão de um ex-policial chamado Papa Jones de formar uma família adotando Carmen, uma menina de origem venezuelana que batia carteiras no metrô e Alex, um nerd de carteirinha. Papa Jones acreditava que sua família estava completa, no entanto aparece Ângelo, um menino de treze anos, de personalidade forte e origem italiana, que já passou por vários lares adotivos e que carrega consigo um terrível trauma do passado. A adaptação não será fácil, contudo, durante o processo, Ângelo, assim como está acontecendo com o resto da América, descobrirá um novo significado para a palavra família e descobrirá coisas que mudarão para sempre sua percepção sobre si mesmo e sobre o mundo.



"- Não há nada de errado em aproveitar as coisas boas da vida,
mas é preciso deixá-las irem embora quando elas acabam.
Se você aprender a fazer isso, Angelo, novas coisas boas sempre
continuarão a entrar na sua vida."
pág 08




SUTILMENTE ENCANTADOR!



Recebi Minha Vida com Papa Jones em parceria com o autor Y. N. Daniel e só posso dizer que não me arrependo de ter aceitado firmar essa parceria com ele. Que livro gostoso de ler! É um infantojuvenil, bem leve, por vezes divertido e porque não? Nosso Angelo adulto está contando suas peripécias do início da adolescência e realmente é impossível não gostar do Papa Jones, um homenzarrão de quase dois metros de altura, mas com um coração ainda maior... capaz de amar toda e qualquer pessoa, independente da diferença e o melhor, amar acima de todas as coisas seus filhos de coração.

Por aí já deu pra ver a carga que o livro nos trás, não?

Y. N. Daniel nos trás leva, como na sinopse, aos anos 80, mais precisamente para a casa do Papa Jones, um ex-policial viúvo que acolhe em seu coração órfãos um tanto quanto problemáticos, resumindo, crianças que ninguém quer adotar. Toda a trama é contata pelo ponto de vista de Angelo, um garoto 'italiano' que passou poucas e boas durante três anos pulando de um lar adotivo para outro, sem nunca se encaixar.

Angelo perdeu toda a família em um brutal assassinato, na noite em que completou dez anos e só sobreviveu ao atentado por conta do esconderijo que seu pai havia feito em seu quarto para que nada de mal lhe acontecesse. Até aquele dia, Angelo não fazia ideia que seu pai, ou papa, era na verdade um grande chefe da máfia italiana.

Como não foi testemunha ocular da morte de seus pais, ele não entrou para o programa de proteção a testemunha. Então, era preciso encontrar alguém para ficar com ele, como seu pai era um mafioso, os parentes que ele poderia ter para acolhe-lo decidem se calar e sem alternativa a assistente social decide procurar um lar para acolher o menino, que tão cedo se viu sozinho no mundo.

De lar em lar, Angelo, vê que não há lugar para ele em lugar nenhum. Enquanto ele peregrina de casa em casa maus tratos e tentativas de abuso sexual são o tipo de coisa que ele teria de enfrentar. Novamente, entregue a própria sorte, aos treze anos, ele é encaminhado para a casa de Papa Jones, lá ele conhece Carmen, uma menina linda, mas que poderia ser mortal, sua estória de vida em muito se assemelha a dele e claro, Alex, um garoto com inteligência sobrenatural que fora parar ali, pois ninguém queria adotar um menino que foi acusado pelo assassinato da própria mãe, mesmo que o ocorrido tenha sido legitima defesa.

Papa Jones é um homem incrível, conhecido pelo coração enorme que tem e aos poucos vai conquistando a confiança desse novo filho arredio. Enquanto se adapta a nova vida, a nova casa, vamos conhecendo a adolescência das crianças daquela época, como o bulliyng era tratado com normalidade, como a violência gerada por ele pode ser mortal para aqueles que o sofrem. Encararemos o racismo e veremos, é claro, como o amor incondicional pelas diferenças é capaz de resgatar almas que necessitam de ajuda.

Simplesmente, não tenho palavras para dizer o quanto gostei do livro. O quanto ele foi leve e sutil, sem grandes surpresas, mas cheio de grandes lições que me levaram a imaginar quantas crianças estão por aí, passando por poucas e boas na busca de um lar onde possam se enquadrar e voltar enfim, a serem crianças.

Foi linda a experiência, e quando terminei desejei que muitos Papa Jones estivessem por aí, dispostos a levar um tiro por seus filhos adotivos e amá-los tanto quanto seus filhos de sangue. Como disse, toda a carga emocional foi muito sutil e só fui sentir o impacto dela quando enfim, terminei de ler a ultima página.

Só posso dizer que vale muito a pena dar uma chance para o livro ou para o amor!

(Literatura Brasileira)

22 Comentários

  1. Gostei muito do fato de passar dos anos 80, que é uma época que muito me fascina, e também da questão do Papa Jones adotar pessoas problemáticas que ninguém quer adotar. Já pensei muito sobre o que as crianças passam em lares adotivos, infelizmente tem muita gente ruim que adota com as piores intenções. Deve ser uma leitura muito interessante, fiquei com vontade de conhecer o livro, gostei de saber que ele é leve e sutil e curti muito a capa.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Achei muito interessante a trama do livro, principalmente por conhecer casas semelhantes, onde acolhem crianças nas situações mais diversas. A trama mostra ser bem emocionante.
    Bjks
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  3. Uau! Que história mais linda!!! Sabe alguns livros me surpreendem. fico pensando em como os autores conseguem chegar nessas histórias. Este livro eu leria sem dúvida. Além de me parecer uma história emocionante também trata de causas sociais.Realidades escondidas em nossa sociedade.

    Amei sua resenha!
    Um abraço!

    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
  4. É tão gostoso quando um livro nos surpreende positivamente né?
    Quando vi a capa imaginei outro tipo de história, mas sua resenha me deixou a sensação de que é uma linda história que merece um espaço na minha lista e leituras. E um livro leve, sem muitas surpresas mas que conseguem passar lições parece ser tudo o que eu preciso ler no momento. Entrou na lista!

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse livro, e confesso que ele não me chamou a atenção de primeira por causa da capa *-* Ver que você gostou tanto e se encantou com a história me deixou muito curiosa. Gosto de livros que conseguem mexer conosco, então com certeza o leria.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Que história linda. Esse livro parece ser bem emocionante. Imagina um homem sozinho adotando crianças de culturas e países diferentes. Deve ter sido muito trabalhoso, mas dá pra ver que ele tem um lindo coração.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ola achei que o livro aborda um assunto muito interessante e importante , que nos faz refletir e questionar sobre muitas coisas , a atitude de Papa Jones é muito bonita de adotar uma criança problemática que aparentemente ninguém quer ,mostrando que o amor pode transformar a vida das pessoas a historia aparenta ser muito emocionante , adorei a dica
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oii, tudo bem?

    Não conhecia o livro, e nem o autor, mas me interessou bastante. Parece ser um livro com uma carga emocionar muito grande, tanto pelo que as crianças passaram, por ter perdido suas famílias e mesmo assim sofrerem preconceitos, e por ninguém estar disposto a dar-lhes uma chance, e pelo Papa Jones, com esse coração enorme, disposto a se doar por essas crianças que muitas vezes possuem problemas. Fiquei bem curiosa com essa história e seus personagens, ótima resenha. Também achei legal ser ambientada nos anos 80, uma época que eu não vivi, mas me interessa.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  9. Olá! Que livro lindo! Quero ler! Parabéns pela resenha, está linda demais! Gostei muito da história, fiquei encantada com a leitura da resenha, imaginando as situações que o personagem passou...lindo demais! Beijos!
    http://www.livrosepergaminhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá! Tudo bem?
    Adorei a sinopse do livro e achei bem diferente dos que eu já tinha visto. Admito que fiquei muito curiosa para ler o livro. A sua resenha também está maravilhosa. Rica em detalhes e muito bem escrita. Parabéns!
    Um Beijão :*
    Carolina Neves / Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  11. Oi,
    Não conhecia o autor e o livro ainda, gosto de livro com essa premissa, hora tão engraçado e outra nem tanto, um amadurecimento ao longo da história é algo que me chama atenção também, ainda por ser passa em tal época.
    Gostei da história e já anotei a dica depois dessa riqueza em detalhes.
    Beijos Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Dar uma chance ao amor é essencial em nossa vida.
    Sobre dar uma chance a esse livro: Acho que é quase uma obrigação. Gostei muito da ideia dele e acho que vou gostar da história. Já adicionei a listinha.
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Esse livro parece ótimo, eu ainda não conhecia, mas gostei demais da premissa dele, e olha q de olhar não achei que gostaria! Adorei sua resenha, e graças a ela agora tem mais um livro pra minha lista!! Acho que nunca vou conseguir comprar todos!!!
    Parabéns pela parceria!

    ResponderExcluir
  14. Oi Tudo bem.
    É difícil e doí saber dessa realidade: primeiro, eles estão sozinhos no mundo, depois estão em um lar de adoção e como se não bastasse, correm o risco de serem adotados por monstros, pessoas cruéis com intenções horríveis. Por isso, o que mais me marcou nessa história foi justamente esse sentimento de ter alguém no mundo bom o suficiente para amar essas crianças e como você desejo que essas pessoas existam e se multipliquem. Não tem como não querer conhecer esse grande homem: Papa Jones. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia o livro e achei o enredo não só encantador,mas bem interessante. Adoção é um assunto difícil e pouco explorado em livros. Vou anotar a dica.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Achei a capa linda e sua resenha me deixou bem curiosa para realizar essa leitura!
    Eu nem li o livro, mas só pelos seus comentários já estou apaixonada pelo personagem do Papa Jones que parece ser incrível!

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  17. Nossa, que lindo! Adorei a premissa desse livro, parece ser muito emocionante mesmo!
    Imagina se realmente houvesse uma pessoa como o Papa Jones... iria fazer a diferença na vida de muitas crianças *_*
    Deve mesmo ser um livro forte e cheio de lições para nos ensinar...

    Beijos,

    Luiza

    Every Little Book

    ResponderExcluir
  18. Não posso deixar de dizer que, apenas pela resenha, o livro foi também encantador para mim. Minha Vida com Papa Jones me fascinou com seus dramas e suas atitudes incríveis. Me emocionei com o personagem Ângelo e me encantei por Papa Jones, pessoas incríveis, precisamos de um mundo assim.

    ResponderExcluir
  19. UAAAAAU, que coisa mais linda de se ler. Eu fiquei curiosa com esse livro quando o vi entre os lançamentos do Selo Métrica. Gostei muito de ler sua resenha e entender melhor o desenvolvimento da história e os valores que ela transmite. Acho que vou me emocionar com a leitura e tenho certeza absoluta de que quero experimentar tal sentimento. Papa Jones com certeza é um personagem que merece o carinho dos leitores, pois representa o quanto podemos melhorar a vida de alguém se realmente estivermos dispostos a acolhê-lo em todas as suas dores e respeitá-lo em toda a sua dignidade. Gostei!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Nossa eu li a resenha e com certeza vou ler e sofre muito com os personagens e esse livro mostra historia linda e muito comovente com o Papa Jones já um dos meus personagens favoritos.
    Bjss

    ResponderExcluir
  21. Oie
    Depois da sua resenha fiquei bem curiosa com o livro ainda mais pelo clima leve que ele traz mesmo com esse passado dramático dos personagens.E os anos 80 é um dos meus favoritos para ambientar histórias,então vou gostar bastante.E é impossível não pensar em todas as crianças que estão a procura de um lar e que precisam enfrentar poucas e boas durante esse período.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Raíssa!
    Não curto livros infantojuvenil, e confesso que a trama não despertou minha curiosidade, acredito que é porque não faz meu estilo...
    Mas confesso que fiquei com pena do menino Angelo, que tragédia ele enfrentou, hein?! Sem falar nas outras duas crianças - Carmen e Alex.
    Os assuntos abordados em Minha vida com Papa Jones com certeza é de emocionar qualquer um...
    Bjos!

    ResponderExcluir