(Este livro não é recomendado para menores de 18 anos)
♥ Ligeiramente Escandaloso ♥
Ed: 01 - Arqueiro
Sinopse:
Freyja Bedwyn é uma mulher diferente das outras damas da alta sociedade: impetuosa e decidida, ela preza a independência e a liberdade acima de qualquer coisa – até mesmo do amor. Até que o destino lhe apresenta Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem cheio de charme e mistério, dono de uma beleza estonteante e de uma reputação terrível. Quando ambos se encontram a caminho da pacata cidade de Bath, a química entre os dois é imediata. Entre encontros e desencontros, conflitos e provocações, Joshua faz uma proposta inusitada: pede que Freyja finja ser sua noiva, para evitar que uma artimanha de sua tia o leve a se casar com a própria prima. Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, esta parece ser a oportunidade perfeita para se divertir. Mas a brincadeira acaba trazendo consequências inesperadas. Aos poucos, suas máscaras vão caindo e ambos se revelam pessoas bem diferentes do que aparentam. Neste terceiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh se aprofunda ainda mais nos segredos e desejos dessa família incomum e extremamente sensual.




"- Finais felizes estão começando a se tornar uma epidemia entre nós." 
pág 158



APAIXONANTE!



Contei a vocês na resenha do primeiro volume da série (aqui) que quase deixei de conhecer essa família por conta daquele meu probleminha com livros regenciais e aquele medinho de ler mais um livro nessa época cheio de gente chata e pedante e tal... mas, eu mudei de ideia quando a Arqueiro lançou o segundo volume e para não ficar para trás solicitei logo os dois primeiros livro para ler em parceria com a editora. Eis então, que caí de amores por essa família nada convencional... e como atual fã de carteirinha dessa família não poderia deixar passar o terceiro volume da série.

Confesso que Freyja nunca foi a minha personagem favorita, na verdade, ao conhecer os Bedwyn's você fica um tanto quanto dividida, pois todos são extremamente sérios e carrancudos, nobres até o último folículo capilar e de uma arrogância que só vendo. Pois é... é difícil cair de amores por eles num primeiro momento, mas quando esse primeiro impacto passa, vemos que por trás de todos esses narizes aduncos, rosto sérios e arrogância estratosférica, existem pessoas capazes amar intensamente.

Neste terceiro volume vamos conhecer um pouco mais a fundo Freyja, a mais velha das duas irmãs Bedwyn, uma mulher de vinte e cinco anos de personalidade forte, geniosa que só vendo e tão excêntrica quanto qualquer um dos membros de sua família. Ao contrario da irmã caçula, ela não é uma beldade, não provoca suspiros alheios e por conta da idade já avançada e da independência que tem desde que chegou a maioridade, realmente não se preocupa mais em se casar. Freyja tivera dois pretendentes, um morreu pouco antes do casamento e outro, irmão dele, a quem ela realmente amou, preferiu se casar com outra mulher.

Fugindo do nascimento do primeiro filho, do homem que devia ser seu marido, Freyja, decide ir para Bath, não é um lugar que ela realmente ame de paixão, mas é o mais distante possível para que ela não se lembre de tudo o que perdeu e o quão sozinha está no mundo. É quando ela conhece, Joshua, o tipo de homem que ela adora odiar.

Há apenas seis meses Joshua, herdou o título de marquês de Hallmare, titulo que ele não fazia questão nenhuma de herdar e pouco se importava com ele. Para evitar ter de retornar a propriedade da família e encarar a tia que fizera da sua infância um inferno, Josh contrata um capataz e sai pelo mundo para curtir o que há de melhor. Ele já havia passado cinco anos trabalhando como espião da Coroa na guerra contra Napoleão, e agora que herdara o título e toda a fortuna não estava nem aí pra mais nada e queria era curtir, mas não podia negligenciar sua avó.

Numa viagem para Bath, Josh é pego em uma armadilha e na fuga acaba dentro do quarto da mulher com o melhor soco de direita que ele havia encontrado. Ao que parecia seu título de nobreza o havia tornado um excelente partido para damas casadoras da sociedade inglesa. A vida para Hallmare parece ser uma imensa piada e provocar lady Freyja Bedwyn, uma diversão que ele não esperava encontrar em sua estadia em Bath.

Se havia algo no mundo que Freyja abominava, eram homens como o marquês de Hallmare que faziam piada de tudo e todos e não escondia sua imensa lascívia, mas quando ele se vê novamente diante de mais uma trama para forçá-lo a casar com a própria prima, Freyja decide ajudá-lo. O que seriam alguns dias de noivado falso com o marquês se ela se divertiria muito fazendo graça com a desagradável tia do marquês, não é mesmo?

E lá estão eles, fingindo ser algo que não são para a sociedade de Bath, só que como uma mentira sempre trás outra, dias se tornam semanas, semanas meses... e quanto mais convivem um com o outro Joshua e Freyja vão conhecendo o lado mais humano de cada um e resistir a avassaladora paixão que os envolve será praticamente impossível.

Vou confessar que Freyja ficou um pouco enjoativa mais para o final do livro com todo o medo e insegurança dela, aqueles discursos repetitivos de porque não devia se casar com ele ou entregar seu coração e tal, realmente aquilo já estava me enchendo muito a paciência, mas a crescente maturidade que vai moldando o casal principal é notada.

Por trás de toda aquela frieza e mal-humor de Freyja, existe uma mulher de coração mole (mesmo que ela negue até a morte isso) e com o tempo ela vai notando que tudo o que sente, todo o orgulho, medo de amar e arrogância não a levariam a nada, então ela baixa a guarda e se deixa levar pelo que sente pelo marquês, obviamente, não completamente, mas o pouco que ela permite os leva a cenas lindas e fofas que te fará suspirar. ** detalhe para o beijo deles depois da corrida de cavalos em Bath... é de fazer suspirar **

Joshua é o personagem que cresce em maiores proporções tanto no decorrer da trama quando aos olhos do leitor e é impossível não cair de amores por seu bom humor e fanfarronice, mas se engana muito quem acha que ele é só mais um boy magia de rostinho bonito e corpo sarado... não... ele é capaz de enfrentar situações complicadissimas com um sorriso no rosto, mas seu coração tende a ser imenso e tão repleto de amor e respeito por todos aqueles que lhe são caros que passaremos o livro inteiro torcendo para que ele se livre da forca e que toda a verdade, uma verdade pérfida demais, seja revelada.

Mas para saber o que acontece com nosso marquês e sua noiva tresloucada e mal-humorada vocês vão ter de ler esse livro... e garanto... vocês não vão se arrepender, pois mais uma vez Mary Balogh nos brinda com um romance envolvente, cheio de ternura, com uma pitada de humor fora de sério.


Conheça os livros anteriores da série:

book cover of 

Slightly Scandalous

28 Comentários

  1. Não sou fã de livros de época, mas estou quase me rendendo a este livro.
    Acho a capa incrível e com todos os elogios que você fez não há como não querer ler.
    Com certeza já vai para a listinha.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro romances de época, principalmente com mocinhas que não levam desaforos para casa e são acima de seu tempo, mesmo com um enredo clichê quero conhecer mais esse protagonista com reputação duvidosa rssss. Dica mais que anotada. Amei a capa acredito que seja bem a protagonista . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Já li bastante resenhas sobre esse livro; mas não consigo ser conquistada por ele, e para falar a verdade romances de época não meu estilo preferido de livro.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oiiii,
    Eu acompanho a série desde o seu lançamento. Este eu ainda não li, to doida pra ler claro, mas estou mesmo ansiosa para ler o do Duque e claro, confesso que eu gostei bastante do primeiro livro mais do que do segunda até. Apesar de que o final do segundo e incrível. Mas... Assim que eu ler o terceiro eu volto e falo se concordo ou não com você. Rsrs

    Beijinhos
    Kah Fernandes
    Booksandcarpediem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fala, estou doida para ler o Wulfric também, acho que o dele vai ser arrebatador!
      Mas infelizmente ele é o último e segundo a editora talvez só saia no inicio do segundo semestre do ano que vem :/ haja coração até lá... kkkkkk

      Excluir
  5. Oiie, tudo bem?

    Sou apaixonada por livro de época, louca, mas sabe ainda não tinha conhecido a série, e eu gosto de ler séries quando quase todos estão lançados, porque sou curiosa demais kkkk Já anotada essa série para comprar. Amo esse gênero.

    Parabéns!

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os três ultimos volumes da série estão programados para 2016. Perguntei na editora e o 4º já sai no primeiro semestre de 2016... então, vá preparando os bolsos... kkkkk

      Excluir
  6. Raissa, não me dou bem com os romances históricos, principalmente os de autoria da Julia Quinn. Mas, que, a série Os Bedwyns conseguiu me envolver de uma forma surpreendente, pela inovação e originalidade da escrita da Mary Balogh, a mesma que nos propões os clichês de época, mas que não deixa de mostrar-nos reviravoltas nas suas histórias. Ligeiramente Escandalosos não podia deixar de me envolver. Quero lê-los, em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não sou muito fã da Quinn... quando comparam ela com a Jane Austen, chega me dar calafrios... romances de época, por mais clichês que sejam tem de ter um diferencial, personagens fortes, uma boa trama, confusões, bate boca e claro o romance, mas sem ficar naquele pedantismo sem fim de bailes na casa da fulana, sarau na casa da sicrana, teatro não sei onde, passeio a cavalo não sei pra quê... aff!! isso me estressa, todos os de época que me agradaram tem personagens a frente do tempo, histórias originais e famílias excêntricas... kkkkk... como os Bedwyns e os Hathaways, Os canalhas da Loretta Chase e agora o Madrugadas de Desejo (publicado pela Única) que tem toda uma trama e personagens fora do comum, com personalidades incríveis e apaixonantes.

      Excluir
    2. Concordo plenamente. Se o livro possui um personagem com personalidade forte e determinada já conquistou 4 pontos comigo. Obrigado pelas dicas!

      Excluir
  7. Oie tudo bem?
    Não sou fã de livros de época e, pra ser sincera, a premissa deste também não me conquistou. O que é uma pena né? Fico feliz em saber que a leitura conseguiu te envolver mais uma vez.

    ResponderExcluir
  8. Adoro Romances de época principalmente das personagens que me conquista muito e esse livro acho que vou gosta muito, não sei mas esse livro me lembro orgulho e preconceito que eu amo muito.
    Bjss

    ResponderExcluir
  9. Olha amiga eu ainda não li nenhum livro da série, mas eu já tenho os dois primeiros e quero muito fazer a leitura, pois todos tem comentado maravilhas. Espero poder gostar bastante, até porque eu só li um livro de época até agora. Quero ainda conhecer outros sabe? Mas espero gostar de Ligeiramente Casados/Maliciosos eEscandalosos =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resenha-menina-da-neve.html

    ResponderExcluir
  10. Olááá!

    Eu estou me apaixonando por romances históricos e adorei saber um pouco mais sobre esse enredo. O lado ruim dos livros é que a maioria são série e isso acaba sendo ruim pra mim que estou com diversas leituras atrasadas.
    Eu gostei do seu relato mesmo com a personagem sendo bem irritante, eu ainda quero ler hahaha.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  11. Oi! Eu aprendi a gostar de romances de época com O Pássaro da Samanta Holtz *-* Mas, super fujo de livros para maiores de 18 kkkkk não fazem meu estilo. bjoos

    www.sonhosemtinta.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    eu amor romance de época. Quando vejo que via lançar algum e corra para comprar. Tenho quase todos os livros da Arqueiro. Mas esse ainda não pude comprar. A capa é linda, os personagens parecem ser maravilhosos e o enredo já me conquistou de cara.
    Espero poder lê-lo em breve.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ooi,
    Não sou muito chegada a livros de época e por isso que não conhecia essa trilogia, mas gostei de saber que gostou... talvez eu tenta novamente ler o gênero com ela.
    Vitória Zavattieri

    ResponderExcluir
  14. Oi!!!
    Já tinha visto a coleção antes, mas não me chamou a atenção; pois não sou muito fã de livros deste gênero. A sua resenha me deixou curiosa, afinal começou igual a mim sem dar muita credibilidade. Vou colocar na minha longa lista.
    Todas as vezes que vejo a capa lembro da atriz Nicole Kidman, rsrs.

    Abraços, Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo be
    Sempre que via esse livro e achava erroneamente que e era um romance hot de época, acho que o nome me influenciou a esse pensamento, mas. Gostei das descrição da sua resenha, vou voltar procurar saber mais sobre a série de quando tiverem todos livros publicados irei lé-lo.
    Parabéns pela resenha.
    Beija.

    Giuliana

    ResponderExcluir
  16. Olá.
    Tudo bom?
    Eu adoro a escrita da autora e não sei como ela conseguiu criar tão bem uma família de cabeças duras.
    Estou com esse livro aqui para ler e será uma das próximas leituras.
    Amei sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Não é meu gênero favorito, mas acho que, se fosse uma trama acontecendo nos dias atuais, leria sim, a premissa parece ótima! Parabéns pela resenha!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Adoro o gênero! E fiquei ainda mais ansiosa para ler esta série. A Arqueiro caprichou ao escolher os romances de época, até agora não li um que não tenha gostado.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Adorei sua resenha. Eu tenho o primeiro livro dessa série, mas tenho um receio de ler ele, pois acho que não vou gostar.
    Achei a história desse volume mais interessante e, como acho que não precisamos seguir a ordem, talvez eu possa começar por ele. Espero gostar da leitura.
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  20. Oii,
    Confesso que não sou fã de romances de época, mas com toda a sua empolgação nessa resenha, fiquei interessada para ler o primeiro livro e conhecer esses personagens. Parabéns pela resenha.

    beijos

    ResponderExcluir
  21. Oie
    Essa família é mesmo difícil,o jeito arrogante deles me fez não gostar logo de primeira como os demais romances de época.Eu só li o primeiro livro Ainda e não tenho uma opinião muito favorável sobre eles.Mesmo assim pretendo acompanhar a série e pelo que vi da Frey no primeiro livro ela é bem dona de si então vai ser bom ver ela se apaixonado.E o Joshua parece ser um ótimo personagem,adoro esses libertinos que pensam e falam o que querem.Com certeza vai ser muito bom acompanhar o desenrolar desse casal.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Raíssa!
    Ainda não conheci essa família excêntrica e a cada lançamentos dos livros da série estou ficando mais e mais ansiosa, principalmente depois de ler o trecho de Ligeiramente escandalosos que a editora colocou no segundo volume...
    Amo personagens com bom humor e cheio de fanfarrice como o Joshua, que volta e meia vive tirando a mocinha mal-humorada do sério rsrs.
    Essa verdade pérfida envolvendo o mocinho me deixou curiosa!!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  23. É apaixonante mesmo, estou encantada com a escrita da autora. Freyja também me irritou um pouco, mas nada que desabone a leitura.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir