capa1
♥ A Princesa de Jamar ♥
Ed. 01 - Biblioteca 24hrs

Compre: Editora || Amazon

Sinopse:
Faltavam apenas doze minutos para meia-noite e Ana completaria quinze anos assim que o dia 22 de novembro começasse. Ela não conseguia esquecer o sonho esquisito, no qual tinha sido transportada para um lugar estranho, onde pessoas voavam, o pior, é que tudo parecia muito real, inclusive o homem robusto de barba caído no chão à sua frente. Ana Silva estava prestes a descobrir que na verdade era Ana Catharina Morais Baldini, a princesa de Jamar. Ela crescera em um orfanato na cidade de São Paulo ao lado de sua melhor amiga


"Não tenham medo, nós traçamos o nosso próprio
destino, visões podem ser alteradas e alcançar seus 
objetivos vai depender de cada um."
pág. 75


Demorei, mais consegui!

Vou começar me explicando por conta do sumiço, não tem nada a ver com o enredo do livro e vocês vão saber o quanto gostei jaja, mas andei bem ocupada e pra ajudar um pouquinho mais, entrei naquela fase de crise literária que simplesmente não conseguia nem passar perto dos livros. Andava tão cansada que não rolava nem um capitulo de absolutamente nada. Então, eu buguei e desconectei um pouco.

Mas, como meu amor por livros é maior que qualquer crise que passa existir em minha vida, cá estou eu. Recebi A Princesa de Jamar em parceria com a Gabriela Allain, e já de cara já tinha amado a capa e a sinopse, então não hesitei em me jogar na leitura dele.

O livro tem uma pegada de Space Opera deliciosa, mas como ainda não expliquei a vocês sobre os subgêneros da Ficção Científica, vamos enquadra-lo nesse gênero mais abrangente que é a própria Ficção Científica.

A editora pecou um pouco na revisão do trabalho da Gabriela (não sei como funcionam as publicações da Biblioteca 24h, então nem vou me prender muito nisso) e tem muitos equívocos como 'sinto' quando na verdade é 'cinto' e uns errinhos tão bobos gramaticais que acaba realmente incomodando por serem bobos, mas você passa por cima.

Nossa mocinha num contexto geral, é uma adolescente, e vou usar esse termo para relevar as infantilidades dela durante o enredo, mas não posso deixar de dizer que me incomodou bastante o fato dela ser uma garota super esperta e inteligente na Terra e quando vai pro seu planeta Jamar e vira princesa se torna uma garota cheia de crises, frivolidades e nada esperta. Isso incomodou mais, pois Jamar é umm planeta intelectualmente evoluído e se ela tem um nível acima de todos, não deveria ficar sendo enrolada por qualquer um e tomar iniciativas um tanto quanto inconsequentes. Mas como disse, ela é uma adolescente e de certa forma essa imaturidade dela, mesmo que ilógica pra mim (pois não fui uma adolescente normal) foi ignorada e lá fui eu devorando cada página do livro.

Ana vive em São Paulo, em uma casa de abrigo para crianças órfãs e nunca soube quem são seus pais. Apenas que eles não a quiseram por perto, mas continuavam pagando um dos colégios mais caros da cidade para ela. Por ser pobre, ela é humilhada no colégio de bacanas, então se mantém invisível, sendo a patinha feia. 

Seu aniversário de quinze anos está chegando e com a proximidade dele, ela vem tendo sonhos estranhos. Um misterioso homem tramando contra um Reino, um estranho homem morrendo para salvar sua filha e uma invasão de homens-lagartos em um mundo totalmente desconhecido para ela. Como tudo isso foge de sua realidade ou na normalidade, ela prefere ignorar os sonhos, mas tudo aquilo a incomoda demais.

Então, quando enfim completa seus quinze anos é que as coisas se complicam. Ela recebe de presente um misterioso colar, uma joia belíssima que ao seu toque a manda novamente para lugares desconhecidos. Não conseguia entender o que estava acontecendo, o que as pessoas lhe diziam, as coisas que aconteciam... nada fazia sentido, muito menos a mudança de cor em seus olhos conforme suas emoções.
No colégio, após ser tratada mal novamente, Ana acaba usando os poderes desconhecidos e vai parar na diretoria. Lá mais acontecimentos estranhos acontecem e ela vai parar em outro planeta, após passar por um portal de ligação entre dimensões.

Em Jamar, ela conhece seus pais e toda aquela realidade a choca ao ponto dela fugir... mas pra onde? É quando ela conhece Guilherme, o rapaz que roubará seu coração, mas que também a fará sofrer por esse amor. Enquanto vai descobrindo suas raízes e aprendendo a extensão de seu poder, Ana vai descobrindo que seus sonhos não são apenas sonhos, são visões... e que há algo muito maior para acontecer.

Quando sua mãe é sequestrada é que Ana e seus amigos tem de desvendar os mistérios dos pergaminhos escritos muitos anos atrás por seu tatatatatatatatata....tatatatataravô que em uma viagem astral lhe explica a necessidade de encontrar tal conhecimento. A salvação de sua mãe e do Universo está em suas mãos... o primeiro pergaminho foi encontrado em Jamar, mas onde a misteriosa charada deixada por Augusto os levará?

O livro é um pouco moroso no inicio, mas isso se deve a todos os acontecimentos e descobertas, dúvidas e receios de uma menina que até então não fazia ideia da enormidade da sua importância. Quando enfim Ana e Juliana estão em Jamar é que as coisas começam a deslanchar, o que faz do livro um imenso caldeirão sendo fervido com uma estranha, porém homogênea, mistura de Diários da Princesa, Star Wars, Harry Potter, dentre outros.

O livro é aventura garantida! O namoradinho da Juliana só fala batatinha e é impossível não rir com ele. A aventura e o mistério do livro estão na dose certa para a garota alvo do livro e obviamente, tem romance... o que ajuda a instigar as meninas a embarcar nessa aventura de outro mundo!

Gostei do livro, o final deixou aquele gostinho de quero mais e mal posso esperar para ler a continuação, acredito que nos próximos volumes da série todos apresentarão uma postura mais madura diante dos acontecimentos, pois a guerra está apenas começando!
Conheçam um pouco mais sobre a autora AQUI.



6 Comentários

  1. Não me interessou nem um pouquinho o livro, Raíssa, essa história de mundo diferente e homens lagartos me desestimulou completamente. Não gosto de livros de ficção científica e aventura. Nunca me interessei em ler Star Wars e nem Harry Potter.

    ResponderExcluir
  2. Já na sinopse já percebi que esse livro não é "pra mim".
    É uma pena que a editora tenha pecado dessa forma na revisão. Eu me irrito muito com esse tipo de coisa!
    Que bom que apesar de o começo ser meio arrastado, a trama foi se desenvolvendo e você gostou do que leu. Pra quem gosta desse tipo de leitura, deve ser bom.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Gostei da historia, é meio que fantasioso mais parece ser bem interessante
    porem a capa esta bem feeinha rsrsrs nao gostei mto nao kk
    mais o importante é o conteudo neh hahah bjos

    ResponderExcluir
  4. Bem misterioso o livro deve ser cheios de fantasias e aventuras
    amoo livros assim, cheios de emoçoes e lugares fantasiosos
    porem a capa nao ajudou mto neh kkk mais deve ser uma historia marcante
    ameei sua resenhaaa..

    ResponderExcluir
  5. Ri na hra do Batatinha kkk o livro parece ser interessante
    apesar da capa ele deve ser mto bom
    a historia parece ser envolvente..
    sua resenha ta ótima bjoos

    ResponderExcluir
  6. Como assim só fala batatinha?? Isso foi engraçado.
    Fiquei bem dividida com o livro.
    Achei a capa linda, mas a história não me chamou tanto a atenção.
    Mas essa coisa de mudar a cor dos olhos é legal.

    ResponderExcluir