os herdeiros da terra de mour, w.albuquerque, fantasia, literatura nacional, literatura fantástica, Literatura, livros, livro de fantasia, o nome do vento, harry potter, o hobbit, mago, raymond e. feist, tolkien, senhor dos aneis, as cronicas de narnia, c. s. lewis, douglas adams, literatura de fantasia, autor de fantasia nacional, escritor brasileiro de fantasia, escritor brasileiro, escritor curitibano, curitiba, escritor de fantasia curitibano, o temos do sábio, patrick rothfuss, romance, literatura romantica, romance fantastico, livro de romance,♥ Os Herdeiros da Terra de Mour ♥
Ed: 01 - InVerso

Sinopse:
A vida de Bernardo se tornará um caos quando ele descobrir que é herdeiro de um poderoso feiticeiro. Seu destino será selado, carregado de momentos extremos, dor, paixão, alegria, e ele conhecerá o sabor amargo da vingança. O inimaginável espera pelo herdeiro da Terra de Mour, que manchará as mãos com sangue, e lutará pelo que realmente ama.


"A diferença entre o humano e o feiticeiro, a principal diferença,
é que nós sentimos dor quando a água e poluída, sentimos dor
quando a mata é queimada, pois elas fazem parte de nós e você
precisa se permitir senti-la como ela te sente."
pág. 69

Quando recebi o e-mail do Washington para que eu conhecesse seu mais recente lançamento, fiquei muito curiosa para conhecer a estória de Bernardo, um rapaz normal, nerd que de uma hora para outra se encontra fugindo de um pérfido feiticeiro. Vocês sabem que eu gosto dessa premissa de Ficção Fantástica e lá fui eu me entregar a leitura, que além de muito interessante é mais uma preciosidade da literatura nacional.

A escrita do autor é leve e ele tem sacadas muito boas, com muitos quotes interessantes. Por se tratar de um livro introdutório, fica difícil não achar o papel de Ben um pouco parado e às vezes bem chatinho, mas de certa forma é compreensível, já que dos cinco herdeiros ele é o único que não foi criado como um bruxo e sua fraqueza faz com que ele se sinta mal por não poder fazer mais.

Os Herdeiros da Terra de Mour é o primeiro volume da série do Legado do Feiticeiro, e espero realmente que não demore a sair a sequência, pois os acontecimentos finais do livro foram uma incrível reviravolta para uma incrível e poderosa batalha que está por vir na Terra de Mour.

Há muitos séculos atrás, dois grandes feiticeiros guerrearam entre si, sendo um deles derrotado por seu discípulo Baltazar que com ganancia e maldade queria dominar o mundo mágico e o mundo real. Com a morte de principal feiticeiro de Mour, uma profecia cruzou os dois mundos e cinco feiticeiros herdeiros de um enorme poder nasceriam para derrotar o reinado do mal. A busca por esses cinco jovens herdeiros é intensa tanto para o lado do bem quanto o do mal.

Onde entra Bernardo nessa estória toda? Realmente, é a mesma pergunta que ele se faz quando tenta salvar a garota por quem é apaixonado em segredo por muito tempo e caia nesse hilário mundo cheio de feiticeiros e criaturas fantásticas. Ele não consegue aceitar essa insanidade e quando testemunha a mãe ser assassinada a sangue frio diante de si ele tem toda a certeza de que não quer participar dessa profecia.

Sozinho no mundo, cheio de medos, perguntas e vingança, ele encontra Sarah, uma misteriosa bruxa que o ajudará a dar os primeiros passos na magia e o iniciará na magia. Ele não tem em quem confiar e ela parece ser sua única chance de conseguir sua vingança contra a mulher ruiva que assassinara sua mãe.

Porém, nem tudo é o que parece... e após um estranho sonho com sua amada a verdade poderá vir a tona. Com sua vingança cumprida, os exércitos de ambos os feiticeiros estão se juntando. Os cinco herdeiros foram encontrados e as chances de Baltazar converter os quatro restantes é mínima. Ben é o mais fraco dos cinco, pois tem menos treino, mas por todos o desacreditarem provavelmente seja o único capaz de salvar todos os mundos do mal. Bernardo será a chave de tudo. O passado dele está sendo revelado enquanto tudo isso acontece e talvez ele descubra que não está tão sozinho assim no mundo.

O livro é dividido em duas partes, o inicio, com a revelação e a vingança, e é um pouco mais parado, pois Ben não conhece nada, está sempre confuso e tendo crises, mas também é a introdução para aquilo que está por vir. Quando enfim, ele mata a Quimera e descobre quem era Sarah de verdade é que entramos na segunda parte, que é a união dos quatro herdeiros e o aprimoramento de Bernardo. A ação começa a partir daí, e as reviravoltas são extraordinárias. (sim, são quatro herdeiros sim, pois o quinto se bandeou para o lado de Baltazar)

A batalha ao final me deixou muito curiosa sobre o que está por vir e me fez especular muitas coisas quanto a isso. Se você gosta de uma série literária e curte aventura, com certeza tem de ler esse livro e conhecer o trabalho do Washington, pois o final foi realmente surpreendente para mim. Como disse o livro tem muitas reviravoltas interessantes, nada é o que realmente parece.



11 Comentários

  1. Historia incrivel rsrs nossa tem mto esforço e determinaçao da parte de Ben em.. não gosto mto desse tipo de livros de feitiços e coisa e tal, mais esse livro parece ser bem legal e ja falei q a capa e super bonita neh rsrsr
    acho que vou sim adquirir o meu kk
    bjoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei capa do livro também. O Ben passa por maus bocados e o final é supreendente, pois ele não é assim tão fraco quanto todos acreditam ser.

      Excluir
  2. Esse é um tipo de livro que normalmente não leio, sou mais da turma do romance/drama/erótico, então fico meio perdida em relação a esses livros.
    Mas esse em especial despertou minha curiosidade, percebi que li pouquíssimos, e quando falo assim é porque foram pouquíííssimos mesmo, livros nesse estilo. Sua resenha passou uma opinião tão positiva que me vejo lendo o livro.
    Legal que é mais um nacional se destacando.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Esse tem drama, pois Ben perde a mãe e depois tem um lance de reencontro com o pai e tal... bem legal! O livro é surpreendente!

      Excluir
  3. Oi Ra o livro parece ser aventura puraa... gostei bastante da força de vontade de Ben, esses livros de magia me encantam, ameeei nunca achei q um livro brasileiro pudesse me interessar, pois esse ja tem o meu interesse rsrs sua resenha como sempre impecaveel.. bjoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grata querida! Se puder leia é surpreendente!

      Excluir
  4. Tinha visto o livro,mas não tinha visto nenhuma resenha dele.Gostei, um enredo que promete. Gosto de reviravoltas, onde não sabemos o que vem pela frente, deixa a leitura mais empolgante!
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse com certeza é cheio de reviravoltas... ;)

      Excluir
  5. Olha essa capa, tem uma bela confusão ai, mas não vamos julgar o livro pela capa né, mas pela resenha ele deve ser bem legal, pena que é um pouco paradinho, mas no final tudo muda... Oba..Aguardando resenha do outro.

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  6. Que capa interessante! Gostei da premissa dele e a sua resenha me deixou com vontade de fazer a leitura. É normal começar mais parado mesmo, ainda mais quando o protagonista está tentando entender o que anda acontecendo, mas depois quando a ação começa... não para. Quero ler!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Gostei da tua resenha, Raíssa, mas infelizmente não consigo me interessar por literatura fantástica, os poucos livros que tentei ler acabei largando, não consigo me conectar com a história. Mas fiquei feliz em saber que é de autor brasileiro, sempre torço para mais e mais autores poderem ter espaço.
    Ah, preciso falar sobre a capa, que linda, parece uma pintura, fiquei encantada.

    ResponderExcluir