(Este livro é recomendado para maiores de 18 anos)
Tentação ao Pôr do Sol♥ Tentação ao Pôr do Sol ♥
Ed: 01 - Editora Arqueiro 
Sinopse:
Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar. Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem. Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele. Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua – e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça. Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta.


" Nunca vou lamentar o que fiz. Porque se não houvesse feito,
agora você seria dele. E ele só a queria se fosse fácil. Mas eu
faço o que for preciso por você. Não porque seja bonita, inteligente,
bondosa ou adorável, embora você seja mesmo todas essas coisas.
Eu a quero porque não há mais ninguém no mundo como você,
e não quero nunca mais começar um dia sem vê-la. "
pág. 208


Ah!! E aqui estou eu pronta para falar de mais um Hathaway... minha maratona está a todo vapor e já estou devorando o Lorde Ramsay... rsrs.. em todos os sentidos... porque ele fez algo no livro que resenho aqui que me deixou de queixo caído e ele ganhou muitíssimos pontos comigo, chegando ao ponto de me deixar muito curiosa e animada para ler o livro dele. Já fiz minhas observações prévias no #papodesexta, porém é impossível não falar o quanto estou arrebatada por essa família cheia de excentricidades. É impossível não se envolver e se sensibilizar por eles, sem falar na escrita simples e magistral de Kleypas, que te arrebata e te encanta a cada virada de páginas. Seus livros são simplesmente deliciosos e quero muito mais com toda a certeza!

Em Tentação ao Pôr do Sol temos menos interferências da família no envolvimento do casal, o que não os exclui totalmente de todo o enredo. Porém a presença de Cam, Amélia, Merripen e Win é diminuída drasticamente, deixando os atos heroicos todos nas mãos do Leo, aquele personagem que eu odiei no primeiro livro, aturei no segundo e que me matou de rir nesse terceiro volume, enfim me fazendo ansiar e simpatizar por ele.

A família Hathaway enfrenta certos preconceitos na sociedade londrina, se já não fossem tão excêntricos por si só, a família também tinha dois ciganos, um escândalo envolvendo o casamento de Win e Kev, um irmão libertino que se orgulhava de seu mal comportamento e excessos e uma irmã caçula que carregava animais asquerosos na bolsa. 

Poppy é a irmã mais tranquila, que sonha com uma vida normal, sem excentricidades, sem escândalos, um amor para chamar de seu e uma família oposta a que ela tem. Porém, nossa heroína é dotada de um inteligência impar e uma língua maior que a boca, o que não seria de espantar. Ela é uma Hathaway é impossível ser normal nessa família e ela não fora abençoada com essa tão sonhada normalidade.

Harry Rutledge é um homem determinado a ter tudo o que quer e tem tudo que deseja. Tem as características de um bom vilão, mas é um encanto de tanta fofurice e romantismo. Quando conhece a bela e excêntrica Poppy Hathaway decide que ela seria sua esposa, custasse o que custasse. Ele nunca perdia. Apesar da vida difícil e dos muitos segredos que guardava, Harry também é um homem dotado de um inteligência incrível, uma mente analítica fora de série e um passado tenebroso. Ele não sabe o que é amor e está decidido a não permitir que Poppy ultrapasse os limites do seu coração, ao menos é o que ele acreditava até tê-la em seus braços... para sempre.

Tudo começa quando Poppy acidentalmente encontra uma das inúmeras passagens secretas existentes no hotel Rutledge em uma desenfreada perseguição ao furão de Beatrix. Em sua busca pelos escuros corredores secretos ela é interceptada por um misterioso e belo homem que a leva para conhecer a sala de curiosidades do dono do hotel, um homem ainda mais misterioso que o que a acompanhava. Dodger, o furão havia roubado a carta de Michael, um propenso pretendente para ela, porém na perseguição ao animal gatuno a correspondência se extravia e ela acaba nos braços desse estranho homem que ela acredita ser empregado do hotel.

Poppy e Bea estão há três temporadas em Londres e nenhuma delas conseguiu um pretendente adequado para elas, mas a única preocupada com isso era Poppy que nutria sonhos de se casar e ter sua própria família. Quando a oportunidade surge na pessoa de Michael, um respeitado membro da nobreza, ela não perde tempo e o incentiva na corte. A família é contra esse envolvimento secreto e desconfiam que o rapaz não tenha pulso suficiente para enfrentar o pai e se casar com a doce moça.

Só que ninguém poderia imaginar que os planos de Rutledge estivem sendo postos em ação. Ele teria Poppy e para tê-la seria capaz de sair de sua redoma social para manchar para sempre sua reputação. Só não contava que a família Hathaway fosse agir de forma completamente inesperada com a reputação machada da moça. Ninguém quer que ela se case com ele e isso era um contratempo para seus planos que estavam dando certo... até aquele momento. A decisão está nas mãos de Poppy e cabe a ela escolher entre o casamento por conveniência ou viver como uma párea social eternamente.

Michael e Poppy haviam rompido o relacionamento muito antes de todo o acontecido e a verdade sobre o motivo daquela separação virá a tona no dia do casamento. Escolhas decisivas estão nas mão de Poppy e seu futuro tem de ser definido para o bem de todos. Usando de lógica ela decide se casar com Harry, mesmo achando que não será capaz de perdoá-lo.

A convivência entre eles é sutil, Harry é distante e o relacionamento se torna insalubre para Poppy. Ela quer amá-lo, quer perdoá-lo, quer fazer o relacionamento funcionar, mas se Harry não baixar a guarda será difícil. De partida para a casa de campo de sua família ela espera que ele a procure para que possam resolver seus problemas fora do ambiente do hotel.

Só que muitas coisas ainda irão acontecer para que esse romance se concretize. Harry terá de baixar a guarda e assumir que não vive sem a esposa e Poppy terá de provar que ele é o único homem que ela quer para o resto de sua vida.

O romance das personagens é sutil, é doce e conturbado. Ambos são muito racionais, apesar de chateada com Harry, Poppy é capaz de ver que ele está certo e vice versa. Ambos sabem ceder na hora certa e o romance que surge entre eles é maduro e delicioso. Quando Harry baixa suas barreiras e aceita o amor em sua vida se torna o homem que toda mulher gostaria de ter e Poppy é o tipo da mocinha que não leva desaforo para casa, mas que sabe assumir que está errada no momento certo.

Simplesmente adorei o livro. Me sensibilizei com o drama do Harry e me senti feliz em vê-lo mudar e amadurecer a cada página, o mesmo aconteceu com a Poppy é nítida a mudança de ambos com a relação e o meio em que vivem. O romance deles é construído página a página de forma envolvente e encantadora... é impossível não se encantar com esses dois seres capazes de compreender que o amor não é um sentimento, mas uma habilidade que tem de ser trabalhada dia a dia com o esforço de ambos. 

Só posso dizer que adorei cada página lida até aqui e saber que a série já está entrando na reta me final me deixou aquela sensação de abandono. Espero que a editora publique mais romances de Kleypas, com certeza ela virou uma das minhas queridinhas dos romances históricos, um dos meus gêneros preferidos, sem sombra de dúvidas.

Se você também ama romances históricos, leia... o livro é deliciosamente surpreendente! 

book cover of 

Tempt Me at Twilight


15 Comentários

  1. Oiee Raíssa!
    Tu sabe que quero todos os livros dessa série na minha estante, e fica me matando com essas postagens *-*
    Eu adoro romance histórico e essa série me parece ser tão bem escrita.
    E ainda tem essas capas que são nada menos do que lindíssimas!
    Eu realmente preciso ler esses livros da Lisa pra ontem.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisa ler mesmo... o mais rápido possível... sao ótimos demais... <3

      Excluir
  2. Oi Raíssa, esta é uma série que com certeza vou ler, não só por gostar de romances de época, mas pelas resenhas que já li sobre ela.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. De todos livros da serie esse foi o que menos me chamou atenção. Mas mesmo assim vou ler e vê se acabo mudando de opnião.

    ResponderExcluir
  4. Mais um pra minha lista de desejados!! Não vejo a hora de poder ler todos, estou apaixonada por essa família maluquinha e encantadora.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Mais um pra minha lista de desejados!! Não vejo a hora de poder ler todos, estou apaixonada por essa família maluquinha e encantadora.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Só li o primeiro e li uma resenha, por alto, que há um triângulo amoroso na história e por isso fico com medo de que esse detalhe estrague a minha leitura =/
    Mas to curtindo muito a série… uma capa mais linda que a outra *_____*

    ResponderExcluir
  7. Ah suas resenhas me deixam com vontade de comprar todos os livros da Lisa....amei...encantada com a historia

    ResponderExcluir
  8. Estou encantada por essa série, me conquistou completamente!
    O enredo de Tentação ao pôr do sol é bem envolvente. Poppy parece ser um encanto... Amei o Harry, decido a ter a mocinha de qualquer maneira mesmo que tenha que manchar a reputação dela! Gostei de saber que são mocinhos que admitem seus erros e que não passam o livro inteiro pra assumir que estão errados apenas no final.

    Bjos!!

    ResponderExcluir
  9. Fico um tempinho longe e vc escreve um monte de resenha...Nada melhor que isso.O que dizer desse livro?Amei o Harry, adorei a Poppy e simplesmente amo essa familia, quero todos esses mocinhos para mim ,gostei do fato de o amor do dois se manter forte, e ter muita confiança.Como sempre suas resenhas fantasticas.

    ResponderExcluir
  10. Adoro essa série Raíssa. Esse era o meu favorito, até ler o da Bea. Amei o modo como Poppy e Henry se conheceram, e como ele lutou por ela( mesmo tendo que manchar sua reputação), coisa que Michael não fez, já que não brigou com o pai pelo amor de Poppy. Também torci para que Poppy perdoasse Henry e eles pudem viver o amor que sentiam um pelo outro. Super recomendo o livro, na verdade, toda série.

    ResponderExcluir
  11. Oi Raíssa amoo romances de época e essa serie faz tempo que estou doida pra ler, li um livro de Lysa Kleypas e ameei a escrita dela, esse livro tentação ao por do sol deve ser bem fofo neh..única coisa que nao gosto em romances de época sempre são as familias intrometidas rsrsrs nossa como elas são chatas neh..
    ameeei a resenhaaa fiquei bastante curiosa pelo o livroo.. bjos

    ResponderExcluir
  12. Oi Raissa essa serie da Lisa e lindaaa nao e?? nossa mto envolventee nos leva a outra dimensao e como se entrassemos na pele do personagem e vivenciamos tudo na pele, amoo mto os livros dela, Harry e Poppy formam um casal mtoo fofoo.. bela resenhaaa bjoos

    ResponderExcluir
  13. Nossa Flor, de tanto vc falar nesses livros eu não vejo a hora de poder desfrutar desses caras, esse quote me deixou sem folego, sempre fui uma apaixonada por homens assim, mas hoje em dia é difícil né, rsrsrsrsrs, amei a resenha bora continuar nessa maratona.

    Abçs :)

    ResponderExcluir