(Este livro é recomendado para maiores de 18 anos)
♥ Simples Perfeição ♥
Ed. 01 - Editora Arqueiro
Sinopse:
Woods teve sua vida traçada desde o berço. Cuidar dos negócios da família, casar com a mulher que os pais escolheram, fingir que riqueza e privilégios eram tudo de que ele necessitava. Então a doce e sensual Della apareceu e conquistou seu coração, abrindo seus olhos para um novo futuro. A vida do casal seguia para um final feliz, até acontecer um imprevisto: a morte do pai de Woods. Da noite para o dia, o rapaz herda o império Kerrington e, embora sempre tenha almejado essa posição, precisará de toda ajuda possível para provar que está à altura de tanta responsabilidade. Della está determinada a ser o apoio de que Woods necessita, mas os fantasmas do passado ainda estão presentes e mais intensos do que nunca. Pressionada pela ex-noiva e pela mãe de Woods, ela toma a decisão mais difícil de sua vida: abdicar da própria felicidade pelo homem que ama. Mas os dois terão a força necessária para seguir em frente um sem o outro? Concluindo a sedutora história de Woods e Della, Simples perfeição é o romance mais surpreendente de Abbi Glines e mostra que encontrar alguém pode ser um golpe do destino, mas descobrir a perfeição ao lado dessa pessoa requer aceitar a si mesmo e superar os piores obstáculos a dois.

"Ela é a minha perfeição. Tem meu coração nas mãos. Quando eĺa sofre, eu sofro. Não há como explicar a você como me sinto. Apenas compreenda que nao vou permitir que mais ninguém a magoe. 
Eu perco um pedaço da alma quando a vejo sofrer." 
pag 9


Olha euuu aquiiii ♪♫ (nem sei se a música é assim, mas sigamos... rsrs)

Enfim, chegou o último volume da duologia Perfeição, que conta o desfecho da história de Woods e Della. Já vou logo dizendo que vai ter gente rangendo os dentes com o final desse livro e mais um bom punhado de pessoas largando de ler a Abbi depois de lerem algo que vai acontecer nesse livro. Eu também fiquei passada, achei desnecessário e o motivo para tal muito fraco, ela tentou justificar o motivo relacionando algo no passado dos personagens que pra mim foi fraco. Se eu não fosse tão encantada pelo Grant, também deixaria de ler a série, pois ela não será mais a mesma após o acontecido.

Para ser muito franca eu esperava mais... principalmente após o final trágico do primeiro volume, eu realmente achei que a coisa ia ser mais complicada de se lidar nesse volume, achei que eu ia chorar tanto que seria chamada para ir sentar na Cantareira para ajudar a encher lá. Achei que a mãe dele ia fazer da vida da Della um inferno, a única hora que as duas se encontram a autora não descreveu, o que achei que devia ter feito, já que a maior parte do livro foi enrolação e uma tentativa vã de fazer ponte com a próximas séries.

Abbi continua escrevendo de forma envolvente nesse volume, apesar do enredo falho desse volume, a escrita continua te prendendo, o que te leva a ler o livro em poucas horas, mas insisto que poderia ser melhor, muito melhor. Com esse segundo livro de encerramento que li dela notei que ela consegue te arrebatar nas introduções de seus romances, mas decaí muito sua qualidade de escrita nos últimos volumes, algo que aconteceu em Amor Sem Limites e em Simples Perfeição. Ela tem nas mãos grandes desfechos e não consegue amarrar e te arrebatar como fez no volume introdutório. Fazendo da conclusão satisfatória ou não, porém não excelente.

Gostei da busca da Della, realmente achei válido o afastamento dela e do Woods por algumas semanas, ele é muito possessivo e protetor e a Della precisava realmente entender que ela era capaz de lidar com seus medos sozinha e tal, mas daí por diante foi só enrolação. O tal acontecimento que disse que vai acontecer vai unir mais os dois, mas não precisava daquilo tudo, pois eles já sabiam que podiam contar um com o outro desde o primeiro volume da série, ela podia ter perdido tempo casando os dois e ela descobrindo que está gravida. É o clichê que eu esperava em um livro pra lá de clichê, mas ela preferiu enrolar, enrolar... e matar quem não devia. (ops!)

No livro anterior vimos uma mocinha criada em meio a loucura e opressão que busca conhecer o mundo e aprender a lidar com seus medos e terrores daquele passado cheio de abusos e sofrimento. Então ela conhece Woods e descobre a verdadeira força do amor. Após lutarem para assumir esse amor, Woods recebe a notícia de que seu pai estava morto e ambos retornam para Rosemary Beach.

Com a morte do pai de Woods, ele herda toda a fortuna e bens do pai, e uma mãe desgostosa que faz questão de deixar claro que não gosta das escolhas do filho. Se não bastassem os problemas que Woods e Della enfrentam com o rancor da mulher, ela permite que Angelina vá morar com ela o que torna o convívio entre mãe e filho ainda pior.

Nada está fácil para o casal. Woods está cheio de trabalho, a mãe precisando de ajuda e Della fazendo absolutamente nada. Woods não permite que ela trabalhe ou que ela busque fazer algo, sentindo-se um pouco sufocada com o fato de ter saído de um carcere e entrado em outro, ela consegue fazer com que ele a admita novamente no clube. Ela quer ser útil, quer provar para ele e para a mãe que ela não é uma louca frágil demais para lidar com a vida.

Seus terrores noturnos ainda estão presentes e suas crises diante de ataques violentos vindos da sogra e da ex de Woods fazem com que ela se sinta cada vez mais indigna de ficar ao lado de um homem com tantas responsabilidades na vida. Após um mal entendido, Della liga para Tripp e decide partir da vida do homem que ama, para não atrapalhá-lo mais.

Woods fica louco quando descobre que a mulher que ama mais que a própria vida o deixou e se não fossem seus amigos, ele teria virado o país atrás dela. Tripp e Braden iriam ajudar o casal, mas ele precisava dar um tempo a Della, ele precisava deixar que ela visse que estava errada e enfim tomasse a decisão de voltar para ele. Ambos tinham de lidar com isso, Della com seu passado e Woods com sua possessão.

Em sua viagem de alto descoberta, Della terá uma grande revelação. Algo que mudará para sempre a sua vida e o modo como ela poderia viver dali por diante. Ela sabe que tem de voltar para Woods e ele sabe que precisa deixar que ela ande por suas próprias pernas... e lidar com o que estava por vir era um dever dos dois.

Como disse o desenrolar do romance é interessante, eu gostei muito dessas descobertas de ambos, eles continuam sendo meus personagens favoritos na série, mas tudo isso acontece muito rápido, e as próximas 95 páginas restantes do livro giram em torno de uma enrolação sem tamanho na péssima tentativa de criar uma ponte entre o romance do Woods e da Della com o do Grant com a Harlow. Sem falar no tal acontecimento que não posso falar, que vai deixar muita gente com sangue nos olhos, mas que irá deixar no ar o romance do Tripp. Gosto muito dele, acho ele um cara demais, um motoqueiro daqueles de arrancar suspiros. Ele, Grant e Woods são meus personagens favoritos, mas não achei todo o acontecido necessário para que o romance dele comece a tomar forma...

Bem, para quem leu o primeiro volume é uma boa pegar para ler. Para quem não leu eu recomendo o livro, ele é legal, mesmo que algumas coisas não tenham me agradado, achei o romance da Della e do Woods uma graça e fiquei feliz que eles encontraram uma forma de lidar com suas diferenças e tudo o mais. Woods não me decepcionou em nada, ao contrário do Rush que sempre fica dando ouvidos pra vaca da Nan. Ele não permite que ninguém fale nada da Della e a defende com unhas e dentes... isso nele é que me faz amá-lo, pois sei bem como é ter um namorado banana que faz tudo que mamãe e papai dizem! Era de um mocinho assim que eu precisava conhecer e não me decepcionei com ele e seu envolvimento romântico. Foi uma boa conclusão, mas como já disse... poderia ter sido beeeem melhor!

Quem venha o Grantporque sou brasileira e ainda não desisti da série... vamos ver até quando.

Leia todas as resenhas que fiz dos livros da Abbi Glines:



book cover of 

Simple Perfection


18 Comentários

  1. ahhhhhhhhhhhh eu, você e todos os portadores de cérebros úteis esperavam mais deste livro. Uma história forte, um romance bonito, uma serie de derivações que a autora poderia ter desenvolvido e nada... Eu sou uma das quais que não acompanharei mais as aventuras em Rosemary Beach, então aguardarei noticias do Grant através de você.
    Ótima resenha!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é tão dramática... kkkkkkkkkkkkk
      Mais tenho de concordar que o desenvolvimento da trama foi sofrível.
      Com certeza trarei novidades de Rosemary Beach pra vocês ;)
      Grata!

      Excluir
  2. Esse tipo de livro já não é meu favorito, agora com sua resenha me desanimou ainda mais... Fiquei com a impressão de que o primeiro livro tem uma história legal,mas que esse é uma enrolação só.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não é seu estilo favorito, nem perca tempo... rsrs vai ficar com mais raiva que as pessoas que gostam... kkkkkk

      Excluir
  3. Chato quando o livro de uma série, principalmente uma duologia, acaba não sendo aquilo que você esperava, principalmente depois da grande expectativa que o volume anterior ti deixou...
    Não gostei da atitude da mocinha em desistir do Woods, acho que ela deveria ter atitude e ficar do lado dele e que o mundo se exploda! O amor de Woods por Della fica claro nesse trecho que você colocou, Raíssa, ele é completamente apaixonado por ela.
    Fiquei curiosa em relação ao acontecimento que envolve o romance de Tripp...
    Amo suas resenhas, me divirto bastante com seu humor em algumas delas.

    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não sei se amo ou odeio esse livro, to na dúvida. O Woods é tudo de melhor no mundo ♥ mas esse final, esse desenrolar... ai ai ai ai minha cabeça viu? :/

      Excluir
  4. Eu tenho visto tanto desse livro, e sinceramente antes não estava nem um pouco interessada. Porém, após sua resenha fiquei curiosa quanto ao acontecimento..
    Ótima resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um acontecimento de arrancar os cabelos, que não cai agradar ninguém, mas é a coisa mais chocante que acontece no livro... rsrs. Grata.

      Excluir
  5. Oiee.
    Sou apaixonada pelo Woos, ele é muito fofo com seu jeito todo marrento.
    Concordo com você que o Rush tira qualquer um do sério, mas mesmo assim me mantive forte e terminei os três livros dele, porém os coadjuvantes foram os meus preferidos, ainda não li os livros do Woods, mas os dele e do Grant (corações para ele S2) estão na minha lista.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo o Woods, o Grant e agora o Tripp, você irá conhecê-lo na duologia Perfeição ♥ Esses 3, são tudo de melhor no mundo ♥

      Excluir
  6. Gostei deste segundo livro só gostei, Abbi Glines deixa muito a deseja no enredo e que final foi esse??? Ok acho que faltou algo... Quero dizer pensei que a mãe do Woods fosse ter um papel mais ativo na trama, em compensação a noivazilla não deixou a desejar, Woods é o cara isso é um fato, defende a mulher dele de tudo e todos um livro bom, mais poderia ter sido otimo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com o desenrolar da Sem Limites, acho que todos nós esperavamos muito mais inferno na vida do casal nesse volume até que o amor enfim vencessem, mas aff... não rolou né? A noiva tinha de sofrer mais, na minha opinião, pelo que fez com a Della, mas já foi... rsrs... O Woods é demais e nem vou comentar esse final... aff.. o que foi aquilo?

      Excluir
  7. Oi Raíssa concordo com você, apesar da escrita da autora continuar boa e envolvente, neste volume ela se perdeu completamente. Achei a solução que ela encontrou para resolver o problema de Della ridícula, porque mesmo com a descoberta, os traumas que ela tinham ainda estavam ali, não dá para jogar para escanteio do jeito que foi feito. O sumiço de Angelina também me deixou a ver navios. Nada aconteceu com a idiota. Della também não me desceu e tudo culmina com o trágico acontecimento do final do livro, que ajudou a terminar de afundar o volume.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da série sem limites e por isso fui ler a duologia Perfeição. Todavia, acho que a autora se perde um pouco de um livro para outro, mas sempre se salva no final. Gostei muito mais do primeiro livro, Estranha perfeição, do que de Simples perfeição. Concordo com você que o grande acontecimento não precisava ter ocorrido, fiquei pasma quando li, de boca aberta sem acreditar e triste quando vi que era realmente verdade. Entretanto curiosa para ler a série que terá sequencia por conta desse episódio.

    ResponderExcluir
  9. Oi Ra essa duologia e outro que quero mto ler os titulos sao mto fofo, ja vi que vc nao gostou mto do segundo livro neh rsrrs tbm odeio os autores que ficam enrrolando e dpos nao e nda do que a gnt esperava, mais assim parece que a historia e bem interessante, amoo esse tipo de livros, espero lê-lo em breve..
    bjoos

    ResponderExcluir
  10. Oi e bem ruim ser msm se sentir inutil, quando todos a sua volta faz algo e vc ali sem fazer nda e bem chato.. ela fez bem em ir buscar um rumo.. so que nao deixando woods sei la acho que foi um pouco injusta..
    mais o livro parece ser bem lindoo e comovente.. mais uma vez amei sua resenha bjoos

    ResponderExcluir
  11. Raíssa, pra falar a verdade eu ate que gostei do primeiro volume da serie do Wodds, mas depois desse final eu chorei rios e fiquei me perguntando o porque e fiquei meio receosa em ler a continuação, mas eu também sou brasileira e não desisto mas tenho certeza que não vai ser a mesma coisa...

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  12. Raíssa, pra falar a verdade eu ate que gostei do primeiro volume da serie do Wodds, mas depois desse final eu chorei rios e fiquei me perguntando o porque e fiquei meio receosa em ler a continuação, mas eu também sou brasileira e não desisto mas tenho certeza que não vai ser a mesma coisa...

    Abçs :)

    ResponderExcluir