♥ O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos ♥ Após ser expulso da montanha de Erebor, o dragão Smaug ataca com fúria a cidade dos homens que fica próxima ao local. Após muita destruição, Bard (Luke Evans) consegue derrotá-lo. Não demora muito para que a queda de Smaug se espalhe, atraindo os mais variados interessados nas riquezas que existem dentro de Erebor. Entretanto, Thorin (Richard Armitage) está disposto a tudo para impedir a entrada de elfos, anões e orcs, ainda mais por ser tomado por uma obsessão crescente pela riqueza à sua volta. Paralelamente a estes eventos, Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) e Gandalf (Ian McKellen) tentam impedir a guerra.


Então, 11/12 chegou... a data mais esperada pela minha pessoinha desde o ano passado quando essa que voz fala saía da sala de cinema ao término de A Desolação de Smaug, cuspindo marimbondo!! Quem acompanhou as resenhas dos filmes anteriores sabem do que estou falando... rsrs... e quem viu o filme, sabe que aquele final foi uma palhaçada, mas um enorme golpe de marketing para que os fãs de Tolkien voltarem nas telonas para ver como iria terminar a história, mesmo já conhecendo seu final, pois é claro, os fãs de Tolkien já leram seus livros e etc.

Não sou muito de ir ao cinema, acho que já devem ter notado isso, só vou naqueles filmes que realmente estou muito afim de ver e tinha uma pequena lista de títulos para esse ano, que se você contar com os dedos de uma mão, sobrarão muitos dedos. Dentre esse pouquíssimos nomes o mais aguardado com toda a certeza foi O Hobbit, A Batalha dos Cinco Exércitos, e o mais ovacionado foi ele, sem sombra de dúvidas. Simplesmente... delirei o filme inteiro e saí da sala de cinema me sentindo órfã dessa aventura, muito criticada pelos cricris de Tolkien, mas que para mim, foi um acréscimo gigante de mais uma história fantástica, baseada nas obras de Tolkien.

Muitos criticaram os acréscimos feitos por Peter Jackson no filme, principalmente o fato dele ter feito um livro de 300 páginas virar uma trilogia como O Senhor dos Anéis, porém ao término da leitura de O Hobbit (resenha aqui), vi que a aventura central estava incólume, ou seja, o enredo principal do livro estava ali... os demais acréscimos foram feitos para que a aventura se tornasse mais empolgante e conseguiu. Muita gente reclamou do romance entre a elfa e o anão, mas por favor né gente? Deu um drama bonito de se ver na telona, que já viu sabe o que estou dizendo.

Peter Jackson obedeceu a aventura central, alterando apenas o visão de Bilbo, que no livro se esconde usando o anel quando a guerra realmente começa e que no filme teve uma maquiagem heroica que de certa forma abrilhantou o final do enredo. Como personagem central, essa mudança me pareceu muito válida e eu simplesmente delirei. O Hobbit foi escrito com a intensão de ser um livro infantil, por essa razão muitas coisas são passadas por cima e algumas coisas ficam vagas, mas Jackson conseguiu fazer dele um filme para todas as idades que com certeza conquistou a grande maioria.

Então, voltando A Batalha dos Cinco Exércitos. Com toda a certeza esse foi o melhor final que poderia haver. Repleto de ação, guerras, lutas sangrentas... Legolas sendo Legolas, o herói mais falastrão e capaz de coisas que os outros elfos não são capazes, ou seja, a mentirada de sempre. Tiradas do bom e velho bom humor de Bilbo e suas furadas e muito, mas muito drama... o que me fez acertar que muita garotinha 'teen' ia sair chorando do cinema e bem, se eu tivesse apostado uma grana alta teria ganhado, porque não foi uma só não, foram várias juvenis chorando cântaros na saída do cinema... Se eu me emocionei? Claro!!! 

As perdas indicadas no livro, foram retratadas de forma emocionante que é impossível você não se sensibilizar e amar esse final, para essa incrível jornada! Eu poderia passar o dia discorrendo sobre esse filme e ainda assim não seria capaz de expressar o que senti, só posso dizer que... ainda essa semana estou indo ver novamente, porque não consegui não me emocionar novamente com o trailer a seguir!!!



4 Comentários

  1. Assisti o filme na quarta, e adorei. No início reclamei por terem dividido um livro em três filmes. tudo bem q foi uma bela jogada de marketing, mas valeu à pena!!! Todos os três filmes são fantásticos!!!! Ainda não li O hobbit, então não dá p avaliar o q foi mudado mas, sem dúvida, uma das cenas mais lindas é quando Tauriel, ao ver Lilly morte descobre como o amor dói.

    ResponderExcluir
  2. E amei todos os filmes e A Batalha dos Cinco Exércitos com certeza é o melhor de todos!!!!!!!!!! Mesmo com todas as mudanças em relação ao livro acho que o essencial foi mostrado e de maneira espetacular!! Agora estou esperando sair a versão estendida para assistir novamente.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Acredita que eu ainda não consegui assistir nem ao primeiro filme?
    E acabei de pegar um spoiler no comentário (O_o)

    ResponderExcluir