Fala Galeraaa!!! E está na hora do #PapodeSexta...

Essa sexta está cheia de novidades não? Para quem não sabe, o #PapodeSexta começou na nossa fan page e os leitores lá participavam até que bem desse breve comentário que faço sobre o livro que estiver lendo no momento.

A postagem continua sendo publicada na página, mas ganhou um lugarzinho aqui no blog para que vocês também participem contando um pouco do livro que estão lendo no momento. 

Meu livro do momento é Sete Dias Sem Fim de Jonathan Tropper que recebi em parceria com a Editora Arqueiro, o que foi um rolo, pois o livro foi solicitado por mim no mês de lançamento, porém simplesmente não chegou. reclamei no twitter quarta sobre o fato dos correios estarem desviando os livros, não apenas os meus, mas o de muita gente e acabamos sendo prejudicados, principalmente com as parcerias e tal. Como expliquei direitinho o que me aconteceu a minha gerente de parceria me encaminhou os 3 livros que foram surrupiados e mandados para Nárnia novamente.

Confesso que precisava dar um gás na leitura de Outlander: A Viajante do Tempo, que também recebi em parceria com a Editora, mas infelizmente, Sete Dias Sem Fim me fisgou e cá estou eu lendo-o e rindo um bocado com o Judd, nosso protagonista e sua família, que se pararmos para analisar não é tão diferente assim da de muita gente.

Confesso que nas 30 primeiras páginas do livro a alto piedade do Judd em relação a traição e ao divórcio estavam me dando nos nervos, pois o autor estava descrevendo com uma riqueza de detalhes desnecessária a situação e acabei pulando umas duas páginas e indo direito para o velório do pai dele, que não era um homem religioso, mas que subitamente decide que quer que a família cumpra o shivá, um ritual judeu para a passagem de um ente querido. Até onde li Judd está lidando com tudo isso, de uma forma meio torta, mas que de alguma forma tem dado certo. Outra coisa que gostei é que mesmo amando a ex, ele não dá o braço a torcer pra ela não. Fala poucas e boas pra ela e pra todo mundo, ele está em um momento de interação com seu interior, tendo contato com seu passado e se descobrindo... claro que com um deliciosa dose de sarcasmo o que deixa o livro bem divertido.

Bem... ficar com a família seria bem simples né? Se os irmãos não se detestassem... e até agora as trocas de farpas e momentos filosóficos do Judd tem me feito cair na risada. O livro tem poucas páginas então esse final de semana vai sair a resenha. Como não vou ir bater perna é certo que a leitura termine agora.


Então... essa é a minha leitura do momento. E a de vocês? O que estão lendo agora e o que estão achando até o ponto onde pararam?




3 Comentários

  1. Oi Raíssa.
    Esse livro me parece ser bem legal, não o conhecia mas vou dar uma pesquisada por aqui.
    Eu acabei de terminar Amor Sem Limites, achei legal, mas na minha opinião deixou a desejar em relação aos anteriores. Mas achei o final justo, isso eu curti.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  2. Já vi o lançamento do livro, e a capa me lembrou demais se beber não case, não sei por que, toda vez que vejo me lembro.
    O último que terminei foi Beijando sobre o visco-11 livro da série dos Sullivans Bella Andre, no momento estou com umas 3 leituras, Labirinto de espelhos, Deve ser amor e Quando eu olhar pra você.
    Estou no fim de todos eles, e estou amando igualmente todos.
    Beijos Raíssa, ThayQ.

    ResponderExcluir
  3. Oii Raíssa!
    Acabei de ler a resenha do livro, e eu gostei bastante, fiquei com vontade de ler também ..
    Eu acabei de ler Extraordinário, porque um amigo me indicou, fiquei apaixonada pelo livro, esse sim me conquistou <3 E agora to lendo Garota Exemplar, ainda to no começo, mais olha, to desanimando já, a leitura tá bem empacada! Vamos ver no que dá ..
    Beijos ! :*

    ResponderExcluir