Reconstruindo Amélia - Ed: 01 - Arqueiro
Kate Baron, uma bem-sucedida advo­gada, está no meio de uma das reuniões mais importantes de sua carreira quando recebe um telefonema. Sua filha, Amelia, foi suspensa por três dias do Grace Hall, o exclusivo colégio particular onde estuda. Como isso foi acontecer? O que sua sensata e inteligente filha de 15 anos poderia ter feito de errado para merecer a punição? Sua incredulidade, no entanto, vai aos poucos se transformando em pavor ao deparar, no caminho para o colégio, com um carro de bombeiros, uma dúzia de policiais e uma ambulância com as luzes desligadas e portas fechadas. Amelia está morta. Aparentemente incapaz de lidar com a suspensão, a garota subiu no telhado e se jogou. O atraso de Kate para chegar a Grace Hall foi tempo suficiente para o suicídio. Pelo menos essa é a versão do colégio e da polícia. Em choque, Kate tenta compreender por que Amelia decidiu pôr fim à própria vida. Por tantos anos, as duas sempre estiveram unidas para enfrentar qualquer problema. Por que aquele ato impulsivo agora? Suas convicções sobre a tragédia e a pró­pria filha estão prestes a mudar quan­do, pouco tempo depois do funeral, ela recebe uma mensagem de texto no celular: Amelia não pulou. Alternando a história de Kate com registros do blog, e-mails e posts no Fa­cebook da filha, Reconstruindo Amelia é um thriller empolgante que vai surpreender o leitor até a última página.

Reconstruindo Amelia

"Kate só tinha como ser a mãe que era, a mãe de Amélia - curadora de sua memória, guardiã de seus segredos, depositária de seu coração. E isso ela sempre seria." pág. 349

Sabe aquele livro que mexe com você? Não digo aquele que te emociona, te faz chorar e essas coisas... estou falando de um livro que de cara chama sua atenção, se não chamar na capa te prende na sinopse e lá vai você com ele para cima e para baixo.

Bem, comigo o livro não apenas me atraiu inicialmente como também me deu muita raiva, me deu tanta raiva que eu não conseguia largar. Já cansei de falar que tenho sérios problemas com livros com adolescentes e bem esse foi um daqueles que me fritou a paciência. Achei que a Kimberly McCreight trabalhou a trama muito bem, intercalando mãe e filha, e-mails, diários, feed do Facebook e mensagens no celular, mas tenho de dizer que se perdeu em algumas partes e deixou algumas coisas pendentes ou sem explicação. Ela pecou um pouco no final também, acho que ela poderia ter fechado com uma enorme chave de ouro, ele poderia ser maravilhoso, mas foi apenas bom.

Falando assim até parece que não gostei do livro, não é?... rsrs...

Mas gostei sim, e muito viu? Apesar dos meus cricris com o clubinho que a Amélia resolveu entrar por estar apaixonada por uma das meninas de lá, o livro é excelente. Para deixar claro, não fiquei grilada com o romance homoafetivo de Amélia e sim das idiotices que ela fez que em nada condiziam com a menina sensata que a autora descreveu.

Enfim...

O livro começa com Kate recebendo uma ligação da escola onde Amélia estuda. Ela está em meio a uma reunião importantíssima e não consegue chegar a tempo para buscar a filha que havia sido suspensa por conta de um plágio. Kate é mãe solteira e faz de tudo um pouco para dar o melhor a filha, mesmo que tenha pouco tempo para estar com a menina faz de tudo para poder compensar suas faltas.

Ao chegar no colégio, há uma estranha movimentação. Ela não sabe o que aconteceu, só que saber onde está a sua filha. Há policiais e bombeiros por todos os lados, a escola está vazia, mas onde estaria Amélia? A visão do corpo estirado no chão parece surreal demais e a verdade sobre a identidade do cadáver ainda mais inacreditável.

Amélia se matara!

Para Kate lidar com a perda da filha está sendo muito dolorosa. Mal come, ou dorme... trabalhar em um prédio altíssimo faz com que tenha paranoias quanto a altura da queda de Amélia, sua menininha. A polícia encerrara o caso como suicídio, porém Kate não está tão certa disso. Ela tenta de todas as formas aceitar que sua filha tinha problemas, mas nada disso parece fazer sentido... até que uma misteriosa sms chega em seu celular: AMÉLIA NÃO PULOU.

Com a ajuda de seu chefe, Kate dá inicio a uma investigação superficial dos fatos, que logo toma a forma de um homicídio e ganha uma nova investigação. Agora Kate e Lew, o novo investigador, estão a frente de novas evidências e precisam de respostas para as seguintes perguntas...

Quem matou Amélia? Quem está mandando todas essas sms's anonimas? Quem é Ben?

E por fim... Quem era Amélia?

O livro é repleto de reviravoltas incríveis. Descobertas surpreendentes e apesar do final mais ou menos (ainda acho que a autora poderia ter feito algo mais eletrizante), me vi colada a cada descoberta feita por Kate. Adorei saber quem era o pai de Amélia, a autora fez uma escolha perfeita para isso. O desvendar do eu de Amélia foi surpreendente e, claro, convido a todos vocês a embarcar na leitura dessa incrível reconstrução.

book cover of 

Reconstructing Amelia
Este livro ainda não foi lançado em Portugal.

8 Comentários

  1. Desde que vi esse livro como lançamento do mês já fiquei super empolgada! Adoro thriller de suspense que nos prende do início ao fim. Pelo visto é o caso desse livro!
    Essas investigações mexem comigo...quanto mais enrolada a trama melhor...para no final me surpreender com um grande desfecho...mas parece que não é o que acontece né? rsrsrs... Mas fora isso, só lendo pra ver né...mas com certeza promete ser uma leitura empolgante e cheia de adrenalina!
    Com certeza está na lista de próximas leituras...
    Adorei sua resenha e parece que vou gostar muito !!
    beijosss

    ResponderExcluir
  2. Também foi difícil eu desgrudar do livro antes de saber tudinho. Gostei do enredo e de como a mãe foi descobrindo sua filha.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Acheii um livro bastante diferente!
    A ja tinha ja li um resenha muuuito positiva neste dias sobre o livro
    por isso me chamou muuito atenção por ter muuuitos fãs !

    ResponderExcluir
  4. ADORO LIVROS DE MISTERIOS E PORQUES, PORQUE AMÉLIA SE ATIROU DO PREDIO , SE É Q SE JOGOU., QUEM ESTA MANDANDO SMS? BEN Q SERA? E Q ERA AMÉLIA, LOUCA P/ LER TODO O LIVRO , GOSTEI

    ResponderExcluir
  5. Já li muitas resenhas positivas sobre este livro, e tenho bastante vontade de ler ele.
    Imagino como a mãe se sentia após a morte da filha.. Não saber quem a matou, não saber quem estava mandando as mensagens, e ainda não saber quem era realmente a filha.
    Este livro me chamou bastante atenção, principalmente por conter reviravoltas no final, e com certeza está em minha lista.

    ResponderExcluir
  6. Pelo jeito esse livro compensa, sua resenha me animou. Gostei muito que o livro contém drama, um gênero que gosto muito, junto com suspense só pode ter dado um ótimo resultado. Pena que o final é mais ou menos, mas já que o livro continua surpreendente mesmo assim, darei uma chance pra ele, espero que eu goste também.

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda estou em duvida se leio ou não, acho que esse livro se encaixa no gênero policial, suspense e nessa parte eu gosto, mas tenho medo que seja muita enrolação, mas que bom que vc gostou, vou pensar direitinho aqui.

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  8. Todos esse prqs me conveceram, tenho em ebook mais não fiquei animada para ler depois dessa resenha vou ler, suspense é comigo mesmo, espero não ficar decepcionada prq todos os livros de suspense que leio ultimamente são muito cansativos.

    ResponderExcluir