♥ Tudo o que Eu Preciso ♥ Ed: 01 - Editora Charme
Spencer Marshall estava deprimida. Depois de pegar seu namorado traindo-a com a secretária, ela decide ter um fim de semana só de garotas em Las Vegas, com sua melhor amiga, Ryan. A sorte deve estar a favor de Spencer, porque o gostoso que tem chamado sua atenção na academia está no mesmo voo que elas para Las Vegas. Spencer pode até ser chamada de antiquada, mas ela acredita que o cara deve dar o primeiro passo numa relação. Só que este gato não se aproximou dela ainda... até que eles têm uma dança extremamente quente em Las Vegas, que a faz questionar os motivos dele. Será que seu gato, finalmente, falará com ela ou ele vai continuar com esse joguinho de flertar, que pode não dar em nada? E será que as situações do passado deles os impedirão de dar o próximo passo? Apesar do que as pessoas dizem, nem tudo que acontece em Vegas fica em Vegas, especialmente quando você malha todos os dias, no mesmo horário e na mesma academia.
Tudo O Que Eu Preciso

Bem, enrolei o dia inteiro para vir aqui escrever a resenha sobre esse livro. Desde que li a sinopse do mesmo me peguei pensando: 'Car... valho, não senti firmeza nessa trama.', mas como estou aqui para matar dois coelhos numa cajadada só... resolvi solicitar o livro, pois meus leitores pediram e como ler é meu maior prazer... me vi lendo esse livro. Li de um dia para o outro, dei minha prévia na page no Facebook e bem... minhas esperanças de que as coisas dessem uma virada mirabolante foram meio que jogadas fora ao término da leitura. O trabalho da editora como sempre impecável, apesar de alguns errinhos de tradução terem sido deixados de lado. Fora isso a capa ficou incrível e o cuidado primoroso com o visual da publicação ficaram demais.

Não sei se o problema é comigo ou se o problema está no fato de o livro ser uma série (B&S), mas senti a necessidade de algo a mais na trama, que ao meu ver foi muito mal trabalhada pela autora que se perdeu em algumas partes. Há uma quantidade gigantesca de diálogos inúteis e linhas e mais linhas de motivos bestas. Logo de cara fui com a cara da Spencer, não vou mentir, eu simpatizei com a mocinha de cara pelo fato dela ser loucamente apaixonada pelo Gideon Cross e ao ler seus iniciais delírios imaginei que eu poderia estar tremendamente equivocada e que este poderia ser um daqueles livros que acabam nos impressionando no decorrer da trama e destroem todo aquele pré-conceito concebido ao lermos uma sinopse fraca e superficial. Pensando dessa forma eu segui a leitura doida para saber mais, para ver o que iria acontecer, mas foi em vão. Nada aconteceu, todas as grandes viradas são finalizadas de forma bobinha demais e as coisas acontecem rápidas em demasia também.

Não há nenhum tipo de drama pessoal realmente relevante para ser tratado, não vi química alguma no casal, apesar de Brandon ser uma delicia, o sexo é morno e mal descrito. Que me atirem todas as pedras do mundo, mas não consegui sentir em nenhum momento da leitura o tesão que já senti com outras leituras eróticas no meu longo (acredito eu) trajeto como leitora. A autora é pobre na escrita e na criatividade, os personagens são todos muito permissivos, aceitam tudo bem demais, o flerte dos dois é de certa forma infantil e a relação acelerada demais para ser tão avassaladora ou arrebatadora. Bradon diz coisas que toda mulher gostaria de ouvir, claro, mas não rolou gente, não consegui sentir sinceridade em nada do que ele disse, não tinha sentimento. Fãs de B&S que me perdoem, mas Kimberly Knight tem de comer muito feijão para saber escrever um bom livro erótico, parece que a mulher não tem vida sexual, não tem tesão nem pra escrever, é econômica nas descrições realmente relevantes, nas palavras que pretende escrever e até mesmo no sexo. Me perdoe o linguajar, mas PUTA QUE PARIU.... esse cara só sabe meter o dedo e lamber essa mulher? Perdi a conta de quantas vezes ele fez isso, tudo era igual na transa desses dois... sempre, não mudava... daquela pegada forte e arrebatadora nem um resquício. Para mim o livro deixou a desejar em tudo, tanto no romance quanto no erotismo.

Óh, céus! Passei o dia pensando em como escrever a resenha de forma sincera sem destruir as esperanças dos meus leitores quanto ao livro. Também não tenho a intensão de conseguir inimizades, mas não deu gente. Quem é fã tente entender o meu lado antes de me apedrejar, eu amo livros eróticos, já tenho uma certa carga de romances em minha estante e em momento algum disse que o livro é ruim, só estou dando meu ponto de vista quanto a superficialidade inútil descrita em 216 páginas de puro... NADA.

Tudo começa quando Spencer pega o namorado de dois anos, Travis, comendo a secretária sobre a mesa do escritório onde ele trabalha. Spencer fica então deprimida, se mata de assistir The Voice e comer sorvete, sentindo-se mal demais para tocar a vida, até que Ryan, sua melhor amiga a intima a sair de casa e seguir adiante. Travis não merecia que ela se enterrasse no fundo do poço e com isso em mente ela decide ir para a famosa academia que inaugurara a pouco na cidade. Ela não está nem um pouco afim de ir, mas como as primeiras aulas são uma cortesia dos donos do lugar a sua chefe ela decidi ir para avaliar o serviço e depois escrever sobre eles em seu trabalho como redatora. (isso fica vago demais, a autora não explica direito o que Spencer faz, apenas que ela trabalha para um tipo de empresa que divulga coisas de fitness e beleza e etc.)

Ela só não esperava encontrar em seu primeiro dia de malhação, o cara mais lindo que ela já vira no mundo. E que sorriso avassalador ele tem! Spencer não consegue tirar os olhos dele e é sempre pega espiando aquela bunda deliciosamente malhada. Os dias vão passando e tudo que ela consegue do bonitão são olhadas sexys e sorrisos arrebatadores... tudo que ela queria era que ele viesse até ela, mas esse flerte inocente já estava fazendo com que ela duvidasse da masculinidade do rapaz.

Nesse ínterim, Ryan termina com o Max, seu namorado, (por um motivo tão idiota que nem vou perder muito tempo falando) e Spencer tem a brilhante ideia de ir com a amiga para Las Vegas, encher a cara e se divertir até que elas apagassem seus ex's de suas vidas, no entanto, ao chegar no aeroporto, ela tem uma baita de uma surpresa... seu misterioso bonitão da academia está na mesma sala de embarque... Estaria ele indo para Vegas também? Seria a moça ao seu lado sua namorada? Bem, Spencer não queria saber... ao menos não até que ele resolvesse tomar uma iniciativa.

Em Vegas, ela e Ryan vão a uma casa noturna onde enfim, ela tem seu primeiro contato pele a pele com seu bofe platônico. Uma dança sensual e pronto... logo depois tudo desenrola. Ela é apresentada a ele formalmente antes de uma partida de pôquer e eles marcam de se ver novamente na academia. Ao chegar para se matricular após o fatídico final de semana em Vegas, Spencer tem a grata surpresa de descobrir que Brandon é na verdade um dos sócios do lugar. A partir daí as coisas acontecem rápido e logo eles estão namorando. Tudo parece perfeito até que a ex louca de Brandon apareça novamente e faça uma bombástica revelação.

Como disse, o problema pode estar em mim, ou na trama mesmo, sei lá. Achei que para alguém que conheceu o cara tipo há umas duas semanas e se vê diante da revelação da ex, a Spencer aceitou muito rápido. Ao meu ver confiança é algo que construímos com o tempo e com a convivência e apesar de ambos viverem agarrados um ao outro 24h do dia ela aceitou muito rápido. Tipo ela nem pensou, acabou de saber daquilo e já tava 'dando' pro cara... a forma como ela lidou com a situação depois foi legal, o apoio que ela deu a ele, mas eu no lugar dela não iria pra cama com ele logo após saber o que ela soube, para mim era uma noticia que necessitava de ser mais digerida. Enfim... gostei bastante também da forma madura como ela lidou com as ameaças da tal ex do Brandon e como ele agiu diante disso também.

Mesmo achando o romance fraco e a escrita da autora pobre, o livro tem lá o seu charme. Nunca será um dos melhores livros que li na vida, mas quero sim, ler a continuação dele para tirar a prova dos nove quanto ao que disse nessa resenha. Achei que o que a ex do Brandon fez foi muito sério e a forma como ela aceitou o término e o fracasso dos seus planos muito fraca.... como eu disse, a única reviravolta realmente interessante na trama foi mal amarrada e por essa razão anseio pela continuação para eu poder morder minha língua, talvez a autora esteja guardando um desfecho melhor para o ultimo livro, não sei, mas por enquanto... essa é a minha opinião sobre o livro e ela só poderá mudar dependendo do que ocorrer nos demais livros da série que eu tiver a oportunidade de ler futuramente.

book cover of 

Where I Need to Be

Este livro ainda não foi publicado em Portugal. 

2 Comentários

  1. GOSTEI MUITO DA RESENHA, MAS O LIVRO DEIXOU MUITO A DEJEJAR, MUITO MORNO, SPENCER PEGA NAMORADO COM SECRETARIA, UMA FOSSINHA DE NADA , VAI P/ VEGAS ENCONTRA O BONITÃO DA ACADEMIA, OUTRO NAMORO AGUA CP/ AÇUCAR, FRACO

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li livros eróticos, mas tenho vontade de ler algum pra ver como é. Este livro me chamou atenção pela capa, tenho vontade de lê-lo. Imagina pegar o namorado com outra?
    Mas agora não tenho tanta certeza de que irei ler, já que ele tem uma história superficial. Realmente pelo que li tudo acontece muito rápido. Espero a resenha do próximo livro, pra ver se você gostou e se ainda posso ter esperança de gostar da série.. rs

    ResponderExcluir