♥ A Filha do Sangue ♥ - Ed: 01 - Saída de Emergência Brasil
O Reino Distorcido se prepara para o cumprimento de uma antiga profecia: a chegada de uma nova Rainha, a Feiticeira que tem mais poder que o próprio Senhor do Inferno. Mas ela ainda é jovem, e por isso pode ser influencidade e corrompida. Quem a controlar terá domínio sobre o mundo. Três homens poderosos, inimigos viscerais - sabem disso. Saetan, Lucivar e Daemon logo percebem o poder que se esconde por trás dos olhos azuis daquela menina inocente. Assim começa um jogo cruel, de política e intriga, magia e traição, no qual as armas são o ódio e o amor. E cujo preço pode ser terrível e inimaginável.
A Filha do Sangue

Eis-me aqui para falar um pouco do terceiro livro mais esperado por mim deste ano. Obviamente tenho outros livros muito aguardados, mas da editora Saída de Emergência Brasil, esse é um dos três principais que desejava ardentemente ler e agora me encontro sem palavras para descrever o que encontrei entre as páginas dessa sombria estória.

A trama nos é revelada pelo ponto de vista de muitos personagens, muitos dos quais é impossível não amá-los e possivelmente terei de falar sobre alguns deles para que consigam sentir, numa resenha, a intensidade contida nas entrelinhas de A Filha do Sangue. Infelizmente, essa não é uma história única, foi escrita originalmente para ser uma trilogia, porém a trama cresceu de tal forma que hoje temos 9 livros. Uma primeira e triste etapa foi concretizada nesse livro, porém para que eu, ou você, saibamos o que realmente vai acontecer de agora em diante teremos de esperar pelas demais sequências e ouso dizer, já me sinto ansiosa pelos próximos volumes, que espero eu, não demorem muito a serem impressos aqui em terras tupiniquins. Série intitulada de Jóias Negras, consta com nove livros e a seguir listo-os a vocês, antes de prosseguir com a minha resenha.

1. A Filha do Sangue  
2. A Herdeira das Sombras;
3. Queen of the Darkness
4. The Invisible Ring
5. Dreams Made Flesh
6. Tangled Webs
7. The Shadow Queen
8. Shalador's Lady
9. Twilight's Dawn

Ao pegar A Filha do Sangue para ler, saiba que você será lançado em um mundo mágico, regido por mulheres, pérfidas feiticeiras que buscam subjugar todos os reinos em busca de poder absoluto e prazeres infindáveis, onde subjugados buscam uma réstia de esperança. Talvez eu vá desmentir muitas resenhas agora, não vou pedir desculpas sobre isso, pois esta é a minha opinião nua e crua. Este não é um livro sensual, como tenho visto muitos falando, não, não é. É um tipo de sensualidade diferente. Apesar da pureza do amor de Daemon por Jaenelle, apesar da intensidade do que ele sente por ela, o clima negro e pervertido que paira no livro está longe de ser um sensual 'aceitável'.

Logo no inicio temos Lucivar e Daemon, dois irmãos presos a anéis mágicos por séculos, usados e abusados por feiticeiras cobertas de luxúria. Destruindo a humanidade de cada um deles com o passar os séculos. Lucivar, não será um foco nesse livro, mas o pouco que é apresentado dele nos mostra que, mesmo pervertido pelos anos de escravidão sexual, seu coração mantem-se cheio de esperanças sobre um sonho de liberdade que ainda tardará a vir. Ele e Daemon presenciam uma profecia, e aguardam por algo tão forte e tão puro está para nascer e diante do virar dos séculos ambos aguardam o nascimento da feiticeira que virá.

Daemon, é conhecido como O Sádico, sua rede psíquica é capaz de levar qualquer mulher ao êxtase quando está com ele, e sua poderosa jóia negra, pode levar a mesma para uma morte fria e dolorosa. Desde que Tersa teceu as tramas do destino da nova Feiticeira Suprema, ele sabe que ele é o consorte da Libertadora. Sonhos com uma mulher sem rosto, uma mulher capaz de fazê-lo enfim sentir um prazer ininterrupto comprovam a verdade e um amor puro e cheio de esperanças revestem seu coração de pedra. Nada poderia prepará-lo para o primeiro encontro com a amada de sua alma e nada poderia separá-los a não ser a vontade dela mesma.

Jaenelle é apenas uma menina quando entra no enredo. Uma menina magricela de intensos olhos azuis, estranha demais, poderosa demais para entender a enormidade do que acontece a sua volta. Aos 8 anos elas começa a ser treinada por Saetan, pai de Daemon e Lucivar, o Lorde Supremo do Inferno, que a adota com uma adoração paternal fora do sério. Um homem determinado a treinar Jaenelle, assim como a amá-la acima de todas as coisas. Jaenelle guarda muitos segredos e ele sabe que ela não irá confiá-los a ele. Saetan sabe que Daemon se tornou um homem frio e inescrupuloso teme que o pior possa acontecer quando ele é enviado para Chaillot a cidade onde Jaenelle, insiste em permanecer com a família que a maltrata.

Todos conhecem a lenda sobre a nova Feiticeira, poucos acreditam, e duas temem que essa seja a verdade. Hekatah e Dorothea... querem descobrir de quem é a estranha força que vem agindo sobre os reinos e a vida de Jaenelle corre perigo, não apenas com conta das feiticeiras, mas também da família que não faz ideia sobre o que acontece no hospital psiquiátrico em que insistem e internar a menina. A verdade não demorará a ser descoberta. Sacrifícios terão de ser feitos e o amor, o verdadeiro amor, terá de bastar para convencer a jovem feiticeira a permanecer no mundo dos vivos. 

O livro é sombrio, agoniante... é viciante. O mundo criado por Bishop é sombrio, é pérfido, é devasso, mas extremamente tocante, por muitas vezes me peguei emocionada. Todos tem seus dramas, suas dores, seus rancores, mas aqueles que acreditam em um mundo melhor são capazes de tudo para manter a esperança viva. Fiquei encantada com cada personagem destinado a proteger e a amar Jaenelle, a forma cavalheiresca de cada um deles. Jaenelle é uma menina doce, que sofre em silêncio para poder salvar a irmã, capaz de tudo pelo bem do povo, com um poder indescritível e uma pureza sem tamanho, mas ela não é chata, é perspicaz, é inteligente... é realmente alguém especial que você daria a vida para salvá-la. Estou irremediavelmente apaixonada por Daemon, encantada com Lucivar e admirada por Saetan. Cada um tem um toque especial, uma aura encantadora que eu espero que se mantenha nos demais livros.

Acho que não preciso dizer que estou fascinada, muito menos que indico o livro. Essa com certeza é uma leitura que deve ser feita pelos amantes de fantasia. O mundo criado por Bishop é simples, de fácil compreensão o que faz a leitura ser rápida. Ela não criou nada complicado de se entender, nem nomes mirabolantes, então para aqueles que são capazes de digerir uma trama forte, recheada de segredos sangrentos e magia, esse é o seu livro.

book cover of 

Daughter of the Blood

5 Comentários

  1. Esta série é muito boa, pra quem não leu supeeeer recomendo a leitura pra ontem

    ResponderExcluir
  2. nossa...fiquei encantada só com a sua resenha! quanta emoção!!!
    parece mesmo ser uma história fascinante....nem imaginava que se desdobrava em 9 livros....haja coração pra esperar as sequencias...
    já tinha achado interessante a temática quando vi o lançamento...e a sua resenha só aumentou mais o interesse...
    Não sou muito de livros de fantasias...acho que nunca li nada parecido....mas estou querendo me aventurar em novas temáticas...
    Parabéns pela resenha!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei o livro Adriana, gosto muito da temática claro, mas me encantei com esse... é um dos queridinhos desse ano com certeza :3

    ResponderExcluir
  4. Oi, eu super quero ler esse livro, o mundo criado pela autora parece ser demais, a capa é linda, ouvi dizer que ele é meio confuso, mas isso não diminuiu a minha vontade de ler o livro, adorei a resenha.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Camila...

    Olha o livro não tem nada de confuso, confuso foi quem disse isso.... ou não entendeu ou não é a praia da pessoa livros de fantasia....kkkkkkkkkk.... pq a leitura é super fácil, não tem nada de complicado e é bem rápida a leitura. Pode ler tranquila... que de complicada, só tem a situação que as personagens vivem... rsrs

    Beijos.

    ResponderExcluir