♥ Como Treinar O Seu Dragão ♥ - Ed: - Intrínseca
Soluço Spantosicus Strondus III foi um extraordinário herói viking. Chefe guerreiro, mestre no combate com espadas, era conhecido por todo o território viking como "O encantador de dragões", devido ao poder que exercia sobre as terríveis feras. Mas nem sempre foi assim... Neste livro estão as memórias da época em que Soluço era apenas um garoto normal. Muito normal. Nem um pouco heroico. Ele precisava desesperadamente capturar e treinar um dragão, e teria de ser o animal mais impressionante de todos. Mas tudo o que conseguiu foi uma criaturinha pequena e banguela, nada ameaçadora. Foi então que seu destino de herói começou a ser traçado. Inteiramente ilustrado, com muita ação e o tipo de humor que arranca gargalhadas até dos mais carrancudos, Como treinar o seu dragão é o primeiro livro de uma série que é sucesso mundial, escrita e ilustrada pela inglesa Cressida Cowell, autora premiada de obras infantis e infantojuvenis.
Como Treinar O Seu Dragão

Quando vi esse livro pela primeira vez, pensei: 'Poxa, mais um garotinho babaca ensinando as crianças a serem babacas como ele' e vocês tem de concordar comigo que em se tratando vikings a força e a masculinidade é algo primordial, sendo assim imaginei que tipo de boçal seria o Soluço e mesmo amando a mitologia nórdica eu sabia que a autora tinha viajado na batatinha quanto a isso e feito caca, então, preferi me prevenir né?

Em um desses sábados da vida, pela manhã acabei vendo a série que passava na Globo e me encantei. Decidi comprar o livro, até que minha priminha veio aqui em casa e disse que me emprestaria o volume dela... e foi o que aconteceu. Desde que vi a série, corri para ver o filme e fiquei ainda mais encantada, achei uma perfeição e decidi mandar o preconceito pelas cucuias e ler o livro... Nem sei como apresentar a vocês o tamanho da minha decepção.

Uma história não tem nada a ver com a outra e para ser bem sincera acho o filme muito mais charmoso e divertido. O livro é lindo, cheio de desenhos e coisa bem infanto-juvenis, feito mesmo de encantar a garotada, porém achei a tradução cansativa, a estória enfadonha (apesar divertida em determinadas partes), porém, confesso que em algumas partes eu tive de voltar e reler, pois o que estava lendo não tinha pé nem cabeça e me deixava confusa. Achei que a autora abordou bem a mitologia, os costumes e sim, conseguiu criar uma estória divertida, porém não é lá essas coisas e para ser ainda mais sincera com vocês não creio que seja um livro para crianças de qualquer faixa etária, pois a tradução ficou muito puxada e o livro cansativo.

Eu normalmente não costumo levar tão ao pé da letra a diferença entre filmes e livros e costumo ser bem imparcial, mas a diferença aqui é gritante e o filme muito superior no quesito 'moral da história'. Achei a leitura do livro infrutífera, não tirei nada de bom dela, apenas vi um menino mirrado que vive de 'mimimi' querendo ser diferente do que é, tentando sempre agradar a tudo e a todos, resumindo, no livro Soluço é chato e pedante, quando no filme ele é sagaz, inteligente e carismático. Banguela, no livro, perde todo o encanto, é chato, egoísta e tão pedante quanto Soluço, não há química alguma entre os dois e Soluço fica o tempo todo fazendo tudo o que o dragão quer, enquanto o dragão fica de birra e chatices.

Se não bastasse tudo o que disse, o livro é uma série de com doze livros e a Cressida pelo visto continua escrevendo.  A seguir, listo a serie para os interessados:
  1. Como Treinar o Seu Dragão;
  2. Como Ser um Pirata;
  3. Como Falar Dragonês;
  4. Como Quebrar a Maldição de um Dragão;
  5. Como Mudar a História de um Dragão;
  6. Guia do Herói para Vencer Dragões Mortais;
  7. Como Navegar em uma Tempestade de Dragão;
  8. Como Partir o Coração de um Dragão;
  9. Como Roubar a Espada de um Dragão;
  10. Como Pegar a Jóia de um Dragão;
  11. Como Trair o Herói de um Dragão;
  12. The Incomplete Book of Dragons (2014) 
Bem... a estória começa com um grupo de crianças da tribo, entre dez e onze anos, que estão em idade de serem integrados a tribo, ou seja, só os bravos e fortes podem ficar e claro, aqueles que conseguirem pegar um dragão no ninho dos dragões. Só que a aceitação do guerreiro não termina aí, ele tem de treinar o seu dragão, fazê-lo caçar e obedecer as suas ordens e no teste final o guerreiro tem de provar a sua competência e o seu merecimento em ficar na aldeia.

Soluço é filho do líder da aldeia, porém é o oposto de tudo aquilo que é aceitável para os padrões vikings, é mirrado, magricela e tem certeza de que não vai conseguir coletar um dragão. Como filho do líder todos esperam algo grandioso dele e o máximo que ele consegue é um dragão banguela, menor que os outros, tão inútil quanto ele mesmo.

Ele conseguiu um dragão, portanto ainda não será expulso da ilha, mas para permanecer no seio da tribo ele ainda precisa treinar seu dragão e como ele fará isso? Na base do berro é que ele não conseguirá, pois se não tem forças nem para ser um guerreiro, quem dirá gritar com um dragão cabeça dura quanto Banguela. Ele não tem como treinar o dragão da forma convencional e mais rápida, então tem de ir pela mais demorada mesmo e Banguela não está nem um pouco afim de cooperar. Entre mimos e barganhas Soluço consegue treinar o seu dragão e muitas outras coisas irão acontecer no decorrer da trama.

No decorrer do livro nos deparamos com os problemas de Soluços e suas reclamações quanto a sua inutilidade em treinar seu dragão como os demais garotos. Há muita cenas de buliyng, que na minha opinião só incentiva as crianças a serem ainda mais perversas com aquelas que são diferentes delas, não achei que o Soluço tenha superado isso, pois ele passa mais tempo se fazendo de vítima e reclamando do que fazendo algo pra realmente mudar a sua situação ou impor certo respeito. Na boa, ele é filho do líder... e mesmo sendo um carinha inteligente e diferente, não precisa se sentir tão inferior assim, né?

Enfim... o livro não é ruim, apesar de tudo o que eu disse, mas não é um livro sensacional ou excelente, com tenho visto muitas pessoas falarem. Eu simplesmente diria que se você quer ler, leia, mas não espere nada igual ao filme, ok? Apesar dos mesmo personagens e a mesma temática, as tramas são distintas uma da outra e com toda certeza você achará a estória do livro bem mais enfadonha.

book cover of 

How to Train Your Dragon

12 Comentários

  1. Nossa, achei que o livro fosse super bacana, até planejava presentear meu irmão com a série, mas parece que não será agora, imagina como ficaria a cabeça dele.
    Obrigada pela dica, vou assistir o desenho que parece muito fofo.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  2. Ai, Raíssa... sempre me divirto com sua sinceridade nas resenhas. Sério! Realmente adoro a forma mais descontraída que escreve. Enfim, sobre esse livro, meus primos mais novos tem e só de olhar pra capa eu já fico tão zZzZzZz. Muito disso, porque não curto livros infanto juvenis ou de criaturas mágicas (exceto Harry Potter que é amor demais). Mas oi, 12 volumes? Precisa realmente gostar pra ler todos, livro que nunca acaba. Haha

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha visto esse livro vendendo e tinha pensado que era bem bobinho... e não é que eu tava certa? kkk. Apesar de ter gostado do filme (assim como vc) vou passar longe desse livro e dos demais, já que a leitura é cansativa e talz.
    Sem contar que odeio protagonistas fracos, gosto quando o cara não fica de mimimi e sim parte pra dentro do problema!
    beijos.
    Nanda
    http://retalhosassimetricos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Poxa, eu jurava que o livro era legal, pois eu vejo a série que passa na globo e eu adoro, já não sentia muita vontade de ler os livros, pois são muitos e eu estou naquela fase de chega de séries enormes, já basta The House of Night que eu estou lendo e A irmandade da Adaga negra que eu quero ler, mas quem sabe um dia né, eu sou dessas cheia de mudar de ideia.
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  5. Não o tipo de livro que eu goste, mas amo animação, e como é uma série extensa prefiro ficar nos filmes mesmo. Assisti a Como Treinar Seu Dragão e amei, dei boas risadas, mas em se tratando do livro fiquei com preguiça.

    ResponderExcluir
  6. Pensava que a história seria legal como o filme, mas pelo jeito não é...
    Tenho vontade de ler este livro, apesar de ser totalmente diferente do filme, mas não será por agora.

    ResponderExcluir
  7. Eu quero tanto essa coleção >.< Minha mãe adorou o filme!

    Soluço, que nome fofo >.<

    Um dragão banguela, nada ameaçador hehehe eu ri.

    Sério que a tradução ficou puxada e o livro cansativo? Séra que fica que nem Senhor Dos Anéis? O filme bem melhor do que o livro? T_T Mas, ainda assim, eu quero ler >.< E, geralmente, os livros aparecem em promoção no Submarino
    >.<

    Não curto tachar livro infanto juvenil de "bobinho", até porque é um dos meus gêneros favoritos.

    Gostei da sinceridade na sua resenha >.< Então, antes de assistir ao filme, vou ler o livro >.<

    Beijos
    Babih Hilla.

    Obs: 12 livros é meio exagerado, não? Até porque é infanto juvenil e.e Será que a autora vai continuar escrevendo?

    ResponderExcluir
  8. Confesso que gosto da série, é divertida e fácil de ler, bom para crianças começarem a criar gosto pela leitura, claro que depende da idade, a maioria se interessa mesmo pelas figuras, não entende tanto de moral da história nos livros. Claro que muda quando se trata de filme, já que é algo que fica mais facilmente grudada no cérebro rs

    Sim, o filme é mil vezes melhor. Sempre que passa no canal aberto vou e assisto com meus irmãos.

    ResponderExcluir
  9. Oi Raíssa, meus pequenos leram os três primeiros volumes. Eu achei o filme muito melhor, dei muito mais risada com ele do que com o livro, mas acho que é uma boa leitura, principalmente para quem não viu o filme.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  10. Nossa... geralmente os livros dão de 10 a 0 nos filmes, mas pelo que você escreveu esse é ao contrário. Estava pensando em comprar a coleção, mas depois da tua resenha, acho que vou mudar os meus planos, porque de livros chatos já basta alguns que eu já tenho.

    ResponderExcluir
  11. Puts!
    Comprei o primeiro volume para o meu irmão e ele está adorando. Pensei em até ler depois, mas parece ser muito mais voltado para o público infantil. A diagramação está maravilhosa, isso teremos que concordar ^^
    Adorei a resenha e aquela ordem dos livros me salvou de um dia inteiro de pesquisas no google.
    Beijos,
    Marcela

    ResponderExcluir
  12. Olá, já estou no 11º volume. Na verdade não há nenhuma comparação entre livros e filmes a não ser o fato de que um garoto sem crédito salvar o dia, ah e o pai de Soluções esse daí não muda. Mas a coleção trata de como o Soluço cresce e amadurece, de como ele se tornou o um grande herói admirado por todos e de como ele mesmo passou a acreditar em si mesmo e tomar suas responsabilidades. É um livro leitura fácil e rápido, o que te dá gás pra ler o próximo assim um deles acaba. Não se deve procurar características do filme no livro, eles nada tem haver um com o outro. Se bem que nos volumes mais adiante a estória fica mais emocionante e próxima aos fatos do filme, como o caso de se terem dragões de montaria e dragões gigantesco. Eu recomendo como uma coleção muito boa para passar o tempo e até mesmo pra levar a sério. Fica a dica. Tô louco pra saber o fim dá estória.

    ResponderExcluir