♥ O Pastor ♥ Edição da BestBolso
Noite de Natal de 1957. Um jovem piloto da Royal Air Force recebe a licença para comemorar a data com a família, em Blighty, Reino Unido. Com um luar belíssimo, em um céu noturno e gélido da Alemanha, o piloto decola sozinho em seu avião de caça para sobrevoar a costa da Holanda, em direção ao Mar do Norte. Mas uma pane na aeronave muda o rumo do vôo. O piloto está perdido no nevoeiro e o avião começa a perder altitude. O rádio não funciona, nem o radar, nem o botão de transmissão, a agulha da bússola gira sem controle. O jovem sabe que morrerá em poucos minutos. Muito suspense aguarda pelo leitor de Forsyth nesta história curta e comovente.

Lá em casa é um tal de Frederick Forsyth isso,  Frederick Forsyth aquilo... Minha mãe é fã desse cara. Eu tenho O Dia do Chacal, porém ainda não tive a oportunidade de ler, tanto porque ele fica na fileira dos fundos da minha estante e o que os meus olhos não veem eu não pego para ler. Enfim, eu estava visitando o site do Submarino e minha mãe me perturbou até eu comprar O Pastor... (sim, ela reclama que eu compro livros demais e do nada arruma um que ela quer... Vai entender, né?)

A primeira edição tem cerca de 70 páginas e esse exemplar da BestBolso, tem 112 páginas, fazendo da história em si, um pequeno conto de suspense natalino, que aliás é muito bom. Li em poucas horas e a leitura me fez ansiar por mais livros do autor, que aliás tem duas pegadas em suas histórias que muito me atraem que é o suspense policial e guerras.

Em O Pastor, temos um piloto inglês de caça retornando para casa da costa alemã para passar o natal com os familiares. Tudo parece perfeito, ele já havia feito aquela viagem diversas vezes, visto e revisto tudo, não tinha nada a temer, se nada desse errado ele iria chegar antes da meia noite para ter com sua família. 

Porém no meio do trajeto ocorre uma pane elétrica em seu caça, Vampire, e ele tem poucas alternativas. Seu rádio não funciona, sua bússola gira loucamente para lugar nenhum e um vasto mar sendo coberto pela neblina se estende logo abaixo. 

O desespero dele é palpável, suas alternativas são mínimas e a morte é algo certo. Usando sua última alternativa de ser socorrido ele faz com que o caça siga códigos de emergência para um resgate, esperando que um avião de resgate venha salvá-lo da morte certa. O combustível começa acabar, o desespero começa aumentar, quando do nada, surge um misterioso avião de resgate.

Eu gostaria realmente de falar qual é o 'gran finale' da história, porém isso estragaria todo o suspense do enredo. Realmente fiquei sem fôlego lendo esse livrinho, no inicio é um pouco estranho, pois é cheio de detalhes técnicos que são minuciosamente detalhados pelo autor, que conseguiu fazer de um simples conto, um delicioso suspense. Quem puder leia, é realmente surpreendente o final...

book cover of 

The Shepherd

10 Comentários

  1. Nossa que agonia.O que acontece??? Pelo visto boa coisa não é .ou sera que é? e pq se chama o Pastor? Misterio !!!
    Enfim já disse que gosto da sua mãe Raissa?Queria que a minha ao menos mandasse eu comprar um livro assim.kkk Frederick Forsyth Nome anotado para pesquisar sobre seus livros que pelo sinal e sua mãe são bons.

    ResponderExcluir
  2. O Pastor é nome da manobra de resgate utilizada para resgatar aviões com panes, o autor explica isso bem detalhadinho no livro. E sim, dá muita agonia eu prendia a respiração diversas vezes e olha que ele é pequenininho... rsrs... minha mãe é impossivel.... kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Eu fiquei agoniada só de ler a resenha... a capa gringa é um show heim? Eu gostei. bjs

    ResponderExcluir
  4. A capa gringa é linda, deviam tê-la mantido... rsrs

    ResponderExcluir
  5. OI Raíssa, não conhecia este livro e achei a estória bem interessante. Eu já li O Dia do Chacal. mas faz tanto tempo que nem lembro mais. Vou anotar a dica.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Fiquei super curiosa!!! Já está na minha wisal list! :)
    Nunca li nada do autor, mas acredito que esse suspense seria uma ótima maneira de conhecer! Fiquei mega curiosa pelo final...mas clarooooo que vc não ia dar de mão beijada né!! Vamos à leitura!! :)

    ResponderExcluir
  7. É um bom autor, com certeza lerei mais coisas dele quando possivel. Ele realmente conseguiu reter minha respiração e me impressionar com o suspense e esse nem é um super livro, imagina um livro de verdade dele? Céus!

    ResponderExcluir
  8. 112 páginas? Curtinha a história até ^^

    O desespero deve ser muito palpável mesmo, já pensou
    o avião cair no mar? Eu fico desesperada só de
    imaginar haha ainda mais que não sei nadar e.e

    Gostei mais da capa brasileira ^^

    Com certeza é muita emoção, apesar de ser um livro
    pequeno, vai para minha lista de leitura o/

    Fiquei triste quando acabou a resenha, estava bem
    envolvente ^^ Quero saber o final o/

    O Dia do Chacal... acho que já vi em algum lugar,
    agora lembrar é outra história hehehe

    Beijos
    Babih Hilla.

    ResponderExcluir
  9. mais um para a minha listinha HSUAIHSUIAHSUIAHUSIAHUISHAUI *----* adorei, confesso q ao ler a sinopse não me interessou muito, mas vem vc com sua resenha e sua lábia me convenceu HSAIUHSUAHUISHAUISHUIAHSUIAHUSIHAU ai ai ai ai viu HSIUAHSUIAHSUIAHUISHAUISHAUIHSUIAHSUI

    ResponderExcluir
  10. E eu achando que nem tinha lábia... Olha aí!!! kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir