♥ Paixão Sem Limites ♥ Ed: 1 - Arqueiro
Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.
Paixão Sem Limites

Quando a Arqueiro anunciou esse livro no mês passado, confesso, que não dei muita importância. Olhei e logo imaginei: "Pronto, mais do mesmo!" e nem me interessei nele. Porém foram saindo quotes, vi o Hangout com a autora posteriormente e vi que muita gente estava animada com o lançamento, porém ainda assim fiquei cismada, pois mesmo porque o livro entra na lista de New-Adult e isso é muito desaminador para mim, porém resolvi dar uma chance para o livro e o comprei. Como meu tempo para ler até o ano novo e curto decidi pegá-lo por ser um livro de pouco menos de duzentas páginas hoje para ler e já terminei de ler ansiando por Tentação sem Limites.

Não gostei do livro porque o Rush é lindo de morrer, convivo com homens do estilo dele normalmente, tanto porque é o estilo musical que eu curto e o grupo com o qual costumo interagir é assim mesmo, tatuado, mal encarado e cheios de piercing. Se eu conheço badboys, Rush não chega aos pés deles, mas é uma indicação de como são os garotos malvados de verdade. O livro é erótico, Rush é um mestre na cama, porém também não gostei do livro por ele ser um vulcão na cama... Blaire é uma mocinha inocente, pura, porém não é babaca, muito menos burra e não gostei do livro apenas por isso...

Gostei do livro exatamente por saber exatamente tudo o que ela passou quando o pai largou sua mãe e ela sozinhas no mundo. De certa forma vi um pouco de mim no drama da Blaire, pois sei exatamente o que é ter um pai sacana. Mas não vou ficar aqui de blábláblá...

A moda do momento são as séries e boas séries estão dando grana e acho que isso durará um bom tempo ainda. Com Paixão sem Limites não é diferente, ele é o primeiro livro da série Sem Limites que já conta com três livros lançados no exterior e um quarto já prometido para 2014. A série conta com os seguintes títulos:

  1. Paixão sem Limites;
  2. Tentação sem Limites; (lançamento confirmado para fevereiro de 2014 pela Arqueiro)
  3. Forever Too Far;
  4. Rush Too Far (2014)
Blaire vivia com a mãe desde a morte de sua irmã gêmea e o abandono do pai. Tinha dezesseis anos quando largou tudo para cuidar da mãe com câncer. Terminou com o primeiro namorado, arrumou um emprego de meio período para ajudar com os medicamentos da mãe e quando enfim completou dezenove anos, sem poder ir para a faculdade viu a mãe morrer em seus braços.

Sem casa e sem família só lhe resta procurar o pai que não via há muitos anos. Seu pai se casara novamente e mandara que ela fosse encontrá-lo em Rosemary Beach, ele é seu único parente, mesmo não gostando da ideia de ter de procurar o homem que não dera a mínima para ela e para sua falecida mãe. Ela não esperava encontrar uma mansão de três andares onde estava acontecendo uma festa de arromba. 

Arrependida de ter ido até lá ela é abordada por um simpático Grant, um jovem carismático que apesar do modo brusco como ela o tratou a leva para conhecer o verdadeiro dono da casa. Rush Finlay, filho de um astro do rock tão mal encarado quanto sexy. Ele não a quer lá e depois de ser humilhada diante dos ricaços ela não faz questão nenhuma de ficar. Porém Blaire está com vinte dólares no bolso e uma caminhonete velha sem gasolina. Ela não tem outra alternativa a não ser aceitar a parca ajuda vinda de Rush. Ela também não gosta do que sente por Rush, eles são de mundos diferentes e ele tem segredos, segredos obscuros demais que ela sabe... podem quebrar o seu coração.

Rush sabe que foi injusto com ela, porém a quer longe dele, mas está disposto a lhe ceder um quarto de empregada dentro da dispensa sob uma escada em um período de um mês e vê-la longe. Ele tem seus motivos para não gostar de Blaire e todos na cidade parecem saber o porque, menos ela. Seu desejo por ela é avassalador e cada dia ao lado dela é um tormento para seu corpo e sua alma.

O tempo passa e Rush começa a ver quem Blaire realmente é. Sabe que ela não é a vilã que ele acredita que ela seja e conter o desejo que sente por aquela bela intrusa será impossível. Seu corpo, sua alma e seu coração são de Blaire.... ele não quer perdê-la, mas a verdade um dia virá a tona. Tudo o que ele havia feito na vida daquela jovem sobrevivente, a mulher que agora ele amava, estava lhe pesando a consciência. Ele fora injusto, porém não podia esconder mais dela toda a verdade... ele agira errado, porém o pai de de Blaire fora ainda mais vil. 

A verdade virá a tona, Rush e Blaire terão de lidar com ela, mesmo que isso pudesse afastá-los... para sempre!

Abbi Glines escreve de uma forma gostosa, continua, seus personagens tem seus conflitos, porém são fortes e muito bem estruturados. Blaire é uma moça de caráter incontestável e tudo o que ela fazia no livro eu me via fazendo o mesmo, pois além de dramas parecidos somos duas pessoas que não levam desaforo para casa. Rush, apesar da aparência e dos modos rudes tem um coração enorme atrás daquela casca e Blaire sabe que ele está além daquilo que quer aparentar. Blaire viu sua família desmoronar e Rush nunca teve uma família estruturada ou uma mãe que os amasse e se importasse com eles, deixando com ele a responsabilidades de dar atenção e cuidar dos irmãos mais novos mesmo que ele fosse dois ou três anos apenas mais velho que eles. Confesso que morri de pena dele, quase chorei com as lágrimas dele, mas me vi fazendo coisa pior do que o que ela fez com ele.

O romance dos dois é intenso, mas sem aquele blábláblá. Não ficam se agarrando logo de cara e dizendo que se amam. Eles só se entregam ao que sentem faltando praticamente uns nove capítulos para acabar o livro. Que a história é cheia de clichês, nem preciso falar... todo romance tende a tê-los, se você pega um romance com a intensão de não achá-los perderá seu tempo. O que eles sentem um pelo outro é intenso, é bonito e muitas das vezes é emocionante.

Os capítulos do livro são curtos a leitura muito fácil, rápida, gostosa e viciante. Quando vi já tinha terminado o livro e estava fazendo algo que não faço normalmente com livros em série... Li um capítulo do próximo livro e estou morrendo de curiosidade sobre como esse romance vai acabar. Que fevereiro chegue rápido, pois quero muito poder ler Tentação sem Limites

Super recomendo o livro que me fez bater um recode que há muito tempo não consigo bater... que é ler um livro em um dia.  Se você não tem medo de novos caminhos... novos horizontes e não teme agarrar aquilo que a vida está lhe dando... esse é o seu livro!

book cover of 

Fallen Too Far
(Não curti muito a capa nacional desse livro, mas a estrangeira não é lá essas coisas não, mesmo que o casal se pareça muito com o da foto a capa não é bonita)

12 Comentários

  1. Mais um na infinita pilha de desejados, kkk

    ResponderExcluir
  2. Confesso que senti a mesma coisa a respeito do Rush,honestamente eu teria ficado com o Woods.kkk Não gosto de badboy de jeito nenhum e a pura verdade,esses mocinhos não tem nada de malvados. Achei a Blaire muito bobinha,perdoa facil demais.Tinha feito ele sofrer e MUITOOO.kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Ah! Alexis... a lista sempre aumenta, não adianta :p ela sempre cresce é incrivel :(

    ResponderExcluir
  4. Brenda, não posso dizer se ela perdoa muito fácil, só li esse livro e achei que as coisas que ela relevou eu tbm faria, quem precisava de alguém ali era ela, quem precisava de um teto para morar era ela, então tinham msm de ficar quieta com algumas coisa que não lhe diziam respeito. Agora quanto ao que ela descobriu no fim, isso aí eu quero ver, eu iria demorar muito para perdoar, mesmo amando muito... Só lendo pra saber :)

    ResponderExcluir
  5. Eu também me surpreendi muito com esse livro. O que mais gostei foi a Blaire e não fui com a cara do Rush. Estou ansiosa pelo próximo.

    ResponderExcluir
  6. O Rush é bem babaca quando ele quer, o grande Q do livro é a Blaire, realmente não pus muita fé no livro e fui surpreendida...
    Boas Festas Ana!!

    ResponderExcluir
  7. Paixão sem Limites é um clichêzão! Aquele enredo batido, mas que sempre agrada. E agora é um tal de a mãe da mocinha ter uma doença horrível, aí a mocinha come o pão que o diabo amassou com a bota suja.

    ResponderExcluir
  8. Todo livro agrada, quando ele acerta o leitor certo, no momento certo. Hoje é clichê para vc, pode ser o amor de outro... eu gostei bastante, não por ser clichê, mas porque as mocinha não é trouxa..Mas o que mais me desagrada nesses romances de agora é o fato de o grande amor sempre ser um milionário, isso sim é clichê para mim...

    ResponderExcluir
  9. Ainda bem que pensamos diferentes, né... o que seria do azul se todos gostassem do amarelo? Na verdade, o clichê que mencionei está nessa coisa de vc encontrar alguém pela primeira vez e já sentir atração, milhares de coisas: vi, te quis, te amei... essas coisas que acontecem super rápidas.

    ResponderExcluir
  10. Já tava ansiosa pra saber o que foi que a fez gostar do livro,apesar do que disse tb seria motivo que a maioria já gostaria.Enfim eu já vi esse livro em alguns perfis de amigas e confesso que nem dei importancia a ele e quando vi a capa original ai que me liguei que tb ja tinha visto em grupos meninas morrendo pela a estoria.Mas ver pela sua perspectiva dessa vez me deixou com vontade de ler.E pelo o fato de tb ter tido um pai sacana que msó com 12 anos conheci já é outro ponto que possa gostar da estoria.Entrando pra minha listinha já.

    ResponderExcluir
  11. Eu li a serie todinha e posso dizer que é um mais perfeito que o outro. O Rush é um fofo, maravilhoso. A Abbi simplesmente virou uma das minhas escritoras favoritas! Muito diva

    ResponderExcluir
  12. Quando me indicaram essa serie bem fiquei na duvida,mais comecei a ler e amei quero no começo odiei o Rush legal que ele não gostava dela mais ai ficar maltratando é foda. adorei o final onde ela não ficou no "Eu te amo,me perdoa" e ela vai logo perdoando amei as lagrimas dele e foi merecido.

    ResponderExcluir