◘ Sinopse: Cidade de Gatlin, na Carolina do Sul, Estados Unidos. Ethan Wate (Alden Ehrenreich) é um estudante do terceiro ano do colegial, que não vê a hora de sair do local. Ele considera Gatlin uma cidade pacata demais, onde nada de interessante acontece, mas se vê preso ao local por ter que cuidar de seu pai, que não deixa o quarto desde que a esposa faleceu em um acidente de carro, um ano antes. Já há alguns meses Ethan é atormentado por sonhos misteriosos, onde vê uma garota desconhecida. Um dia, ele a encontra em sua sala de aula. Trata-se de Lena Duchannes (Alice Englert), uma jovem de 15 anos que está morando com o tio, Macon Ravenwood (Jeremy Irons), descendente da família que fundou Gatlin. O problema é que Macon e seus familiares têm fama de serem satanistas, o que faz com que boa parte da população da cidade se volte contra eles. Não demora muito para que Ethan se interesse por Lena, sem saber que ela e os integrantes de sua família possuem poderes. Eles precisarão lutar pelo amor que sentem um pelo outro, especialmente devido à uma maldição que assombra a união.

Bom dia leitores!

Sei que estou devendo uma resenha, mas estou esperando o livro da autora parceira chegar para ler, então para não interromper uma boa leitura para pegar o livro dela decidi não ler nada e peço desculpas a vocês por isso, mas semana que vem tem muitas resenhas e novidades ok?

No final de semana assisti três filmes que vou falar um pouco durante essa e na outra semana para vocês. O filme de hoje é Dezesseis Luas. Confesso que só o comprei por causa do Jeremy Irons, porque o que li sobre o filme e sobre os livros não foi nada animador.

Realmente achei as criticas muito ácidas e não é para tanto. Ainda não li os livros e esse fato se deve muito pela temática 'teen' do livro, que não é lá a minha favorita, mas após assistir ao filme me senti tentada a comprar os exemplares e devorá-los.

Jamais diria que foi o melhor filme que vi esse ano, nem que ele seja realmente surpreendente, mas a trama é muito interessante, a temática me agradou muito, achei bem coerente, sem falar nos efeitos especiais incríveis. Tudo se desenrola muito rápido no filme, o romance foi rapidíssimo e achei que a Lena contou muito rápido ao Ethan  seus 'temíveis' segredos, mas nada disso tira o encanto do romance fofo ou da trama misteriosa.

É um filme fofo e acredito que os livros tenham a mesma dose de açúcar que ele.

Gatlin é o tipo de cidade que ninguém vai morar espontaneamente e quem mora lá está louco para sair, principalmente os jovens da cidade, Ethan Wate é um deles e quando Lena Duchannes vai morar com seu tio recluso a cidade entra em polvorosa.

Todos acreditam que a família de Lena é satanista e fazem de tudo para afastar a garota da escola após a explosão das janelas. Lena guarda um segredo, é uma bruxa, uma conjuradora e está prestes a completar 16 anos. Sua família sabe que um grande poder se esconde nela e por essa razão a protegem de sua mãe, uma conjuradora das trevas que quer o poder de Lena para o mal.

Ethan está decidido a se aproximar de Lena, pois havia meses sonhava com ela. E ficar longe desse amor será impossível e muitas coisas terão de acontecer para que Ethan não seja morto e para que Lena quebre a maldição que vem pairando sobre as mulheres de sua família a gerações.

Todo o filme gira em torno dos problemas de Lena com a definição de seus poderes de conjuradora aos 16, todos lutam para que ela se mantenha na Luz, amar um mortal não está nos seus planos, mas por um plano sórdido de sua mãe, ela acaba se apaixonando por Ethan e as trevas ficam cada vez mais próximas dela.

Gostei bastante do filme e fiquei curiosa para ler os livros, pois acabamos tendo mais contato aos sentimentos dos personagens e tal. Por enquanto estão muito caros, então vou esperar o próximo filme... até eles baixarem de preço.

2 Comentários

  1. Eu vi esse filme e mega achei lindo! Achei o final surpreendente e to louca para ler o livro!

    Uma beijoca,
    Nanda
    http://retalhosassimetricos.blogspot.com

    ResponderExcluir