♥ Coração Selvagem ♥ - Ed: 140
Bestse//er – Romances Consagrados
Nova Cultural
Estados Unidos, 1867
Doce e Selvagem... Raptada quando era criança, Rana Michaels, agora com dezoito anos não conhece outra vida alem da que leva ao mio dos Sioux, livre de problemas e de preocupações. Mas quando Travis Kincade aparece em sua aldeia, a paz de espiro de Rana fica abalada para sempre. Os olhos penetrantes de Travis parecem despi-la, e o físico másculo e atlético lhe desperta fantasias até então inimagináveis. No entanto, quando ele compra sua liberdade em troca de umas poucas mercadorias, ela jura que irá livrar-se dele e retornar para sua povo, ainda que isso signifique viver privada de uma paixão arrebatadora... Do momento em que conhece Rana, Travis sente um desejo irresistível por aquela jovem beldade indomada. Por mais que seja difícil transforma-la numa dama, ale fará o possível e o impossível para que, um dia Rane se Abandone em seus braços e lhe entregue seu doce coração... 
Coração Selvagem
(Os Melhores de 2009 - Revisado)

Primeiramente, a sinopse da editora foge muito do que realmente é o livro. Eu por exemplo não teria comprado esse livro após lê-la, pois a mocinha parece mimada e cheia de vontades o típico romance pé no saco, mas não é nada disso o livro é... MARAVILHOSO! E só tenho a agradecer a Sirlene que me mandou ele de presente na ultima remessa, pois se não fosse por ela eu teria perdido esse verdadeiro banquete 'literário'.

Janelle Taylor tem um dom de me encantar com belos índios e voluntariosas damas. Apenas um único livro dela foi cansativo para mim. Esse livro é o primeiro de uma série chamada Indian, composta por apenas dois romances, ambos já publicados no país. Infelizmente só tenho e li Coração Selvagem.

  1. Coração Selvagem;
  2. Destino Meu! - Clássicos Históricos Especial (Ed: 268)

Quando criança Rana foi raptada pelos Sioux, mas fora salva pelos Lakota e agora era Brisa Caprichosa, filha adotiva de Gavião Altaneiro. Com a morte do pai adotivo seu meio-irmão Lobo Solitário se vê as voltas com as atitudes rebeldes da irmã e lhe diz que se não se decidisse por um dos bravos guerreiros da tribo ele a casaria com Ataca-Como-Trovão, seu amigo... 

Para o desespero de Brisa Caprichosa ela se vê entre retornar para seu povo, os olhos claros, ou se casar, e dos dois caminhos que ela tinha pela frente, ela não queria nenhum... pelo menos até que Travis Falcão Branco Kincade aparecer na aldeia e lhe tomasse como esposa..

Travis não vai a uma tribo desde que seu pai traíra o povo de sua mãe e ele fora declarado traidor também, mas não seria capaz de negar ao homem que o adotara como filho a vontade de reencontrar a neta perdida. E mesmo sabendo que aquele casamento não passa de um embuste para levar Rana para casa ele se vê perdidamente apaixonado por ela e a cada dia que passa.

Cada vez mais perto da fazenda onde viviam ficava mais difícil negar o amor que os envolvia e o desejo que os consumia. Mas o vizinho deles está decidido a tomar a fazenda deles e sórdidos segredos serão revelados... um passado negro será revelado e a vida deles mudará para sempre.

A história vai se desenrolando facilmente e a trama te prende, porque você fica sempre querendo saber o que vai acontecer e o porquê daquilo que está acontecendo e tem todo um mistério envolvido com o rapto da mocinha. Ela é sempre muito voluntariosa e o Kincade não fica atrás, fazendo com que os dois se tornem um casal perfeito e com um romance lindo.

Com certeza é um livro que devemos ter na estante, pois consegue nos tirar da realidade com uma facilidade maravilhosa e é por essa razão que Jannelle Taylor está na minha lista de autoras que merecem abrilhantar minha estante e minhas leituras.



5 Comentários

  1. Maravilhosa a História, eu nunca li mais o livro parece ser bem intenso...realmente eu estava lendo, pela Sinopse da editora não dá vontade de ler o livro, quem não procura se informar melhor acaba por desistindo de ler esse livro... está de parabéns Raíssa , sempre nos dando ótimas dicas de livros! Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Algumas sinopses enganam mesmo, seja para o bom ou para o ruim, ainda bem que esta não foi ruim.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Pela sinopse eu também acho que jamais compraria... Se algum dia o tiver em mãos eu vou dar uma chance :)
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  4. Uma sacanagem a sinopse não ir de encontro com o mote do livro. Embora a sinopse deste tenha me interessado também. Acho que toda e qualquer leitura d cunho romântico devo procurar primeiro por aqui, vc é ótima nisso!!! bjs

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia a autora e ao julgar pela capa, infelizmente faço isso, ele não me chamaria a atenção. Graças a Deus li tua resenha! Hahaha..
    Pra quem gosta de romance parece um prato cheio! Nunca li nada com indios também, vou procurar, gostei!
    Beijos

    soueupri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir