♥ Sede Implacável ♥ - Ed 930
Bianca Romance Místico
Nova Cultural
Um estranho moreno e sensual a observava do outro lado da boate, e foi capaz de despertar as mais profundas fantasias em Gabrielle Maxwell. Mas nada a respeito desta noite – ou deste homem – é o que parece. Pois, quando Gabrielle presencia um assassinato nos arredores da boate, a realidade se transforma em algo obcuro e mortal. Nesse instante devastador, Gabrielle é lançada em um mundo que jamais imaginou existir – um mundo onde vampiros espreitam nas sombras e uma guerra de sangue está para começar. Lucan Thorne despreza a violência de seus irmãos sem lei. Ele próprio um vampiro, é um guerreiro de Raça, e jurou proteger sua espécie – e os humanos imprudentes com quem convivem – da ameaça crescente dos Renegados. Lucan não pode arriscar um relacionamento com uma mulher mortal, mas, quando seus inimigos escolhem Gabrielle como vítima, sua única escolha é trazê-la para o escuro submundo que comanda. Aqui, nos braços do intimidante líder da Raça, Gabrielle enfrentará um destino extraordinário, repleto de perigos, sedução, e dos mais sombrios prazeres…
Sede ImplacávelO Beijo da Meia-Noite

Esse livro é um rolo completo na questão edição. A falecida Nova Cultural o editou como Sede Implacável e com o nome da autora errado (Jill Shalvis). Confesso que peguei esse livro no sebo por pegar, como fui em grande fã dos romances editados pela Nova Cultural, sempre que encontro algo dela que não tenho eu compro, para poder completar a minha coleção, então já podem imaginar meu choque ao saber que a Universo dos Livros tinha editado o mesmo livro, com a autora correta e que ele era uma série.

Nunca havia lido nada de Lara Adrian, mas já vinha namorando os Midnight Breed na Submarino, porém os exemplares editados pela Universo dos Livros são muito caros e fui deixando de lado a vontade de adquirir os seis livros que fazem parte série. Então, ao pegar Sede Implacável para ler, resolvi pesquisar um pouco e descobri que havia adquirido o primeiro romance da série de Lara Adrian... simplesmente pirei! E já encontrei os seis livros editados no Brasil na Estante Virtual com precinhos mais acessíveis e minha meta é ir adquirindo os belos vampirões aos poucos.

A série Midnight Breed é composta por onze livros, seis deles já editados no Brasil pela Universo dos Livros. Eis os meus mais novos queridinhos:

  • O Beijo da Meia-Noite/Sede Implacável;
  • O Beijo Escarlate;
  • O Despertar da Meia-Noite;
  • A Ascensão da Meia-Noite;
  • O Véu da Meia-Noite;
  • Cinzas da Meia-Noite;
  • Shades of Midnight (não editado no Brasil);
  • Taken by Midnight (não editado no Brasil);
  • Deeper Than Midnight (não editado no Brasil);
  • Darker After Midnight (não editado no Brasil);
  • Edge of Dawn (2013) (não editado no Brasil);

Como disse anteriormente, esse é meu primeiro contato com a autora e foi amor a primeira folheada. Gostei do estilo de escrita da Lara, ela é bem descritiva sem ser massante, ao contrário ela te envolve na trama com uma deliciosa riqueza de detalhes que te deixa louca para ler mais e mais. Não sei como é a tradução da Universo, mas a tradução da Nova Cultural foi muito bem feita (um milagre..rsrs...) o que me deixou mais estasiada com o livro.

Escrever sobre vampiros não é pra qualquer um, mesmo que várias pessoas pensem o contrário, ela conseguiu criar uma raça perfeita não de mortos vivos, mas de caçadores sanguinários capazes de viver em uma sociedade organizada. Gostei muito deles seguirem a mesma linhagem alienígena que Susan Squires usou em sua série A Maldição de Asharti, porém o trabalho de Lara foi muito melhor trabalhado e os pequenos detalhes fizeram uma grande diferença para a compreensão dessa Raça criada por ela. Não houve erros, nem buracos quando ela criou essa raça, então tudo parece fazer muito sentido.

Tudo começa quando a mãe de Gabrielle é ataca por um vampiro a caminho de Nova Iorque, tida como louca ela é internada em um sanatório e Gabrielle chega a vida adulta sem nunca ter conhecido sua mãe. Sempre fora uma criança introvertida e gosta de ser assim na vida adulta.

Aos 26 anos ela é um fotógrafa em começo de carreira e é após um estrondoso sucesso de sua exposição que ela tem a experiencia mais estranha de sua vida. Ela presencia um ataque bárbaro de seis homens contra um jovem. Com fotos do que viu ela vai a polícia, porém ela não sabe que os assassinos fotografados eram na verdade vampiros Corrompidos.

Lucan, é um Gen Um, ou seja é o vampiro mais próximo da linhagem ancestral, e um bravo guerreiro que caça Corrompidos. Sua missão é encontrar a mulher que fotografara os Corrompidos que ele eliminara e apagar a memória dela. Ao contrário do que pensa, Gabrielle não é uma humana normal, é uma Escolhida, e tentar se manter afastado dela será praticamente impossível. Ele não quer se ver emocionalmente envolvido com ninguém, mas resistir ao intenso desejo que os oprime será impossível.

Uma guerra está para acontecer no mundo dos vampiros e o amor de Gabrielle e Lucan estará entre essas diversas adversidades. Lucan precisa proteger Gabrielle, precisa contar a ela sua verdadeira origem, porém precisa se manter distante. E nos restará saber se no fim esse amor prevalecerá.

Acho que nem precisarei dizer que me apaixonei pelo Lucan. Fazia tempo que não me via encantada com algum mocinho. Atualmente nada tinha abalado minhas estruturas como ele. Adorei isso, já tinha esquecido como era ter um amor platônico por uma personagem de livro... rsrs... e o livro quente, se fosse ao contrário não seria um bom livro de vampiros não é verdade?

A incontrolável urgência de protege-la tomou conta de Lucan. Queria que ela se sentisse segura com ele. Queria que soubesse que a protegeria como se fosse dele. Dele... 

book cover of 

A Kiss of Midnight

7 Comentários

  1. Aff!!!! Adorei! òtima resenha! Dá vontade de sair correndo e comprar o livro! Estou mto curiosa! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, mas você é suspeita, já que acompanhou minha euforia pelo facebook... rsrs... Já quero ler o próximo da série, necessito dele... kkkkk

      Excluir
  2. Por isso quando comecei a ler sua resenha a estória não me parecia estranha. Não sabia do ocorrido, que descoberta ein? Coisa de fã mesmo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Ah eu sempre fico com o "pé atrás'' quando se trata de livros com vampiros bonzinhos, mas gostei da premissa do livro. Acho que só não leria porque é uma série com muitos livros, e eu já acompanho séries demais.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, já tive a oportunidade de ler um livro parecido e, tive minhas críticas , mais apreciei bastante a leitura e é isso que importa, confesso que não sou muito fã desses tipos de livros, mais é uma leitura que te leva ao diferente. gostei da resenha MUITO BOA MESMO!

    ResponderExcluir
  5. Sou só eu, ou mais pessoas preferem as capas gringas? Adorei a resenha, embora meu lance com vampiros seja até a página 2, acho que este livro seria uma diferença bacana no meu perfil de leitura. Caraca, a guria é fotógrafa? Adorei!!!

    obs.: Pare de ler livros assim, vc já me viciou ok?
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Esse é o meu livro preferido
    Amei saber que é uma série
    Adorei a matéria.

    ResponderExcluir