Bom dia Leitores!

Hoje trago para vocês um bate-papo legal com a autora de Nas Asas da Borboleta, Ivi Campos. Para quem não conhece seu trabalho é um bom momento para conhecê-la um pouco mais e se deliciar com seu trabalho.

Vamos lá. 


Ivi Campos é engenheira civil e  mãe. Encontrou na escrita a liberdade de seus sentimentos e pensamentos. Não há caderno, nota ou diário que não tenha algum registro de seus momentos. Escreveu vários diários, contos e hoje nos brinda com seu primeiro trabalho impresso, NAS ASAS DA BORBOLETA.

Cover_front_medium
Sinopse no Skoob: AQUI
Minha resenha para o livro: AQUI.
Caso você queria adquirir um exemplar: AQUI.

A Ivi é parceira aqui do blog e administra o blog Meu Amor pelos Livros, onde divide com amigos e leitores suas impressões sobre os livros que lê. Quem quiser conhecer mais essa faceta dela só clicar no nome do blog.

Vou deixar de enrolação e vou logo ao que importa... Saber mais sobre o trabalho da Ivi.

♥ ♥ ♥

1.      Muitos dos escritores são ávidos leitores e por diversas vezes se inspiram em algo ou alguém. Quem foi sua fonte de inspiração? Explique-nos como aconteceu.

 A inspiração para o livro NAS ASAS DA BORBOLETA veio enquanto eu ouvia uma música (Tu Y Yo – Ricky Martin). A música fala do encontro de duas pessoas que se amam e a partir daí eu criei a história de duas pessoas que estão na vida uma da outra o tempo todo, mas só “se encontram” de verdade quando estão de fato apaixonadas. Comecei com um conto e a história tomou proporções e acabou crescendo e outros personagens foram se desenvolvendo. Foi acima de tudo, uma aventura!!!
  
2.       A aceitação e muitas vezes a descrença no talento nacional às vezes nos faz esmorecer. Você encontrou certo preconceito dentro do âmbito familiar ou obteve apoio de todos?
         
Muito. Existem pessoas muito próximas a mim, da família mesmo, que não tiveram a mínima curiosidade em saber do que o livro se tratava. Mas em contrapartida, as pessoas que apoiaram foram extremamente importantes para que o livro de fato existisse. É aquela velha história: Você tem ao seu lado, quem deve estar neste lugar. Isso é uma verdade absoluta!

3.      Sei que é fã (alucinada) do Ricky Martin. Há alguma ligação entre ele e o protagonista do seu romance, Henrique de Nas Asas da Borboleta, e seu ícone musical? (Tudo indica que sim)
           
A criação do personagem, (características físicas), com certeza é baseada na pessoa do Ricky Martin, mas o personagem completo, sua personalidade, sua história de vida e o desfecho dado no romance são bem diferentes. Ainda que se encontre uma ou outra característica subjetiva no livro entre as duas pessoas, existe um abismo enorme entre o Henrique fictício e o ídolo.

4.      Todo autor sonha em ter várias obras publicadas, mas o mundo editoria é cruel com novos autores. Pretende continuar autonomamente ou vai tentar publicar em alguma grande editora? Se já tentou publicar por alguma, quais foram os problemas encontrados?
         
Pretendo continuar na mesma linha, publicando de forma independente. Isso me dá a autonomia que eu acredito ser necessária para me realizar enquanto escritora. Claro que o reconhecimento é mínimo, mas é um caminho do qual você não precisa agradar ninguém e é dono do seu próprio trabalho. É a opção que me faz feliz e eu entendo outros escritores que optam por outros caminhos. Cada um conhece as suas prioridades.

 5.       Já ouvi rumores que de está trabalhando em uma versão do Henrique para o romance que escreveu. Isso é verdade? Fale um pouco sobre essa novidade.
          
É uma ideia que ainda precisa ser amadurecida. Acredito que quem leu NAS ASAS DA BORBOLETA, merece ler a versão do livro sob a perspectiva do Henrique, na verdade eu não imaginava que o Henrique fosse agradar tanto, mas eu temo cair nesta “moda” literária de versões diferentes para a mesma história. E também exigiria uma pesquisa muito aprofundada sobre características muito pontuais do personagem para que não caísse em uma caricatura. Mas estou atualmente trabalhando em um outro projeto que está bem mais maduro e adianto em que a Nat e o Henrique serão revisitados nesta nova obra.  

♥ ♥ ♥

E então meu povo e minha pova? Gostaram? Quem quiser perguntar mais coisas para a Ivi só deixar um comentário e/ou me enviar um e-mail (livros.romanticos09@gmail.com) que eu passarei para ela com prazer.

Espero que tenham curtido nosso bate papo rápido... E vamos esperar pelas novidades! Projetos novos estão nascendo da criatividade e das mãos da Ivi e vamos esperar ansiosamente não é mesmo?

Beijocas!!!!

2 Comentários

  1. Dizer que Ivi é um ser humano de primeira grandeza é pouco. Escrever, e bem, é apenas uma das facetas dessa grande mulher.

    ResponderExcluir
  2. Nas asas da borboleta é uma história linda, vale muito a pena ser lida. Gostei da ideia de ter um novo livro com a versão do Henrique mas tb tenho uma certa reserva com continuações, que está tão em moda atualmente, e novas versões em cima de uma história.
    Querendo muito conhecer o novo projeto.
    Besos!

    ResponderExcluir