Bah!!Confesso não ter ido muito afoita ver o filme, meu amigo precisava matar aula e claro precisava passar umas horas longe de casa pra não dar bandeira para os pais. Então fomos ver esse filme mesmo... Confesso que não é lá essas coisas, mas dei boas risadas com essa professora pra lá de pirada. Tenho de dizer que nunca vi um filme em que um trambiqueiro se desse tão bem como nesse filme. 

Tudo começa quando Elizabeth leva um pé na bunda do noivo ricaço. Ela nunca falou com ninguém ou ligou para nada que fosse seu umbigo e o dinheiro dos homens. Decepcionada com o termino do golpe mais bem sucedido de sua vida ela larga sua turma ao léu, vive drogada e alcoolizada.

Sem entender porque os homens não gostam dela e com o súbito surgimento de um novo professor cheio de grana no colégio, ela decide por um belo par de seios siliconados, só que ela não tem dinheiro e nem seu trabalho lhe dá o suficiente para isso... Então ela resolve participar dos eventos escolares para roubar o dinheiro dos investimentos. Seu primeiro golpe é no lava-jato dos criancinhas...


Só que Amy está louca para desmascará-la e com a ajuda do professor de Educação Fisica, que está apaixonado por ela, e uma outra professora ela começa a por seus planos egoístas em jogo. Assim que descobre que o melhor professor ganharia uma bolada do governo caso seus alunos fossem bem no provão estadual ela começa a realmente ensinar por meios nada ortodoxos os planos de aula estipulados pelo programa.

Enquanto ela tenta derrubar Amy e conquistar o professor bonitão, vê que seus esforços para ensinar não estão fazendo efeito e mais um de seus planos virão ao ar... Ela quer roubar o provão e vai conseguir... Só que quando tiver tudo o que quer nas mãos ela vai ver que de nada adiantou... 

O professor perfeito, rico e bonitão é maluco. A unica pessoa que a ama como ela é, é o Professor de Educação Física, não tão bonito e muito, muito pobre. Redimida ela ver suas falcatruas descobertas e mais um de seus planos mirabolantes virão a tona, para salvá-la da cadeia e da expulsão do colégio.


Alguns professores simplesmente não estão nem aí. Por exemplo, há Elizabeth (Cameron Diaz). Desbocada, cruel e inapropriada; ela bebe, fica alta e mal consegue esperar para receber seu vale refeição e dar o fora do seu trabalho entediante. Quando ela é abandonada por seu noivo, logo traça um plano para conquistar um professor substituto rico e bonito (Justin Timberlake) -- mas que tem a atenção disputada por uma colega excessivamente enérgica, Amy (Lucy Punch). Quando Elizabeth também se vê lutando contra os avanços de um sarcástico e irreverente professor de educação física (Jason Segel), as consequências de seus esquemas selvagens e exóticos dão aos seus alunos, colegas de trabalho e até para ela mesma uma lição como nenhuma outra.

Deixe um comentário